Ração Humana – Você em Forma e com mais Saúde

Livro traz opinião de médicos, fórmulas da mistura e receitas práticas para incluir no cardápio diário o complemento alimentar que virou sinônimo de vida saudável



Ela é uma mistura de 16 ingredientes de origem natural. Ela é uma indicação segura para todos, especialmente para aqueles que querem perder peso sem perder a saúde. Ela não necessita de prescrição médica, embora os profissionais da saúde aprovem seu uso. Ela é um alimento acessível, prático e muito fácil de ser preparado e consumido. Ela é a ração humana, um tipo de complemento alimentar desenvolvido por uma ex-aeromoça curitibana e que se tornou um enorme sucesso tanto em dietas especiais quanto no uso cotidiano.

Em Ração Humana – Você em Forma e com mais Saúde estão todas as informações técnicas e científicas sobre este poderoso complemento alimentar. Inclusive, uma detalhada entrevista com Lica Takagui que, supliciada pela alimentação que era obrigada a consumir a bordo dos aviões onde trabalhava, decidiu estudar alimentos naturais até chegar à fórmula da ração humana, em 2005.

O livro traz entrevistas com médicos de diferentes especialidades (endócrinos, dermatologistas, pediatras, endócrinos e nutricionistas), cada um abordando os benefícios do consumo da ração humana em suas áreas de atuação. Ração Humana – Você em Forma e com mais Saúde também traz uma série de receitas tendo a ração humana como ingrediente, além de ensinar o leitor a fazer em casa sua própria ração.


Ficha Técnica:
Ração Humana – Você em Forma e com mais Saúde
Organizadora: Jeanne Margareth
Número de páginas: 120
Preço sugerido: R$ 29,90
Editora: Livros Escala

Leia Mais ►

Continue lendo...

Jornalista discute em livro para jovens
 os desafios da doação de órgãos

Obra desperta para a necessidade de mobilização da sociedade para o tema



Nos próximos dias campanhas e mobilizações apontarão para a causa da doação de órgãos e tecidos, já que em 27 de setembro é a data de comemoração ao Dia Nacional de Doação de Órgãos. E através da literatura a jornalista e escritora Lucia Seixas desmistifica de forma sensível e brilhante a doação de órgãos no seu mais novo romance, Procura-se um Coração, dedicado ao público juvenil.

O tratamento gráfico da capa faz um trocadilho com o título e leva o leitor atento à outra leitura: Cura-se coração. Uma solução simples e eficiente para passar uma mensagem, já que o assunto só se torna o maior foco na vida das pessoas quando elas passam pela situação.

“Não é necessário viver o problema para depois tomar uma posição”, diz o professor Vitor, um dos personagens da obra, que coloca o assunto como tema de pesquisa e discussão para que os alunos desenvolvam uma redação. O que o professor não sabia é que Manuela, uma de suas alunas, anda angustiada desde que descobriu que sua mãe precisará de um transplante de coração e a única coisa que aparentemente pode fazer por ela é animá-la até que a fila do transplante ande e possa então receber o novo órgão. Também lhe resta torcer para que a doença não se agrave até o transplante ser feito.

Até descobrir o problema, Manuela e Pedro eram somente dois irmãos adolescentes que não levavam mais a sério o papo de que os pais iriam se separar, já que o vai e volta dos dois era interminável. Com esta família como pano de fundo para a obra, Lucia também discorre sobre os desafios, preocupações e a força dos adolescentes. Pedro, de 15 anos, queria ficar com Dani, amiga de Lela, um ano mais velha. Mas será que Dani ia querer um pirralho? Lela e sua amiga Júlia, por sua vez, só falavam da paixão de Júlia por Biel, um cara pra lá de convencido e cujo investimento da amiga era pura perda de tempo na visão de Manuela.

Se não bastassem os problemas conjugais dos pais, a escola e as dificuldades de relacionamento de cada um, a dupla de irmãos deparou com um problema que não tinham como lidar ou mudar. Bateu um sentimento de impotência, mas a reação de Lela foi contrária. Ela quis saber tudo sobre doação de órgãos e transplantes e fez altas pesquisas na internet com sua avó. Descobriu a importância dos grupos sanguíneos na hora de doar um órgão e que nos países desenvolvidos há 40 doadores por milhão de habitantes contra 3,7 doadores por milhão de habitantes no Brasil. O país não chega nem a 10% dos doadores de outras potências. Soube inclusive que no Sudeste e Sul do país é mais fácil ter hospitais especializados e que o Norte e Nordeste estão bem carentes de infra-estrutura para doações.

Lela também conheceu melhor uma colega de classe que era desprezada pela turma e graças à nova amiga ampliou muito sua visão sobre o assunto. Das descobertas nasceu algo muito maior: a sala de aula acaba enfim se envolvendo com o assunto e promove uma campanha pela doação de órgãos. Os alunos preparam camisetas, criam frases, vão para a rua, distribuem panfletos e conscientizam pessoas. Se Lela e Pedro poderão fazer algo por sua mãe eles ainda não têm certeza. Mas se muitas vidas poderão ser poupadas com a iniciativa tudo valerá a pena.

Apesar da dureza do tema, a autora consegue nesse romance tratar o problema de frente – mas de forma leve e direta. E aproveita para mostrar que as relações podem ficar mais estreitas, e o carinho aflorar. As prioridades da vida são revistas e muita coisa boa pode acontecer quando uma família e amigos se unem para driblar um problema e curar corações.

Sobre a autora: Lucia Seixas é jornalista, com atuação nas áreas de cultura, meio ambiente e comportamento. Publicou cinco livros de temática médica em parceria com especialistas. Uma carreira que já tem mais de 25 anos, iniciada no jornal O Fluminense, de Niterói, onde nasceu e vive até hoje. Este é seu primeiro romance. Por sua decisão, parte dos direitos autorais pelas vendas desta obra será destinada à ONG Adote.

A Ilustradora: Sônia Magalhães nasceu em Araçatuba, interior de São Paulo. Hoje vive na capital paulista. Faz ilustrações para livros e revistas e está começando a escrever histórias para crianças e adultos. Desde pequena é fascinada por tesouras, e assim não demorou para se identificar com colagem. E é com essa técnica que realiza seus trabalhos, de forma manual ou digital.


Serviço
Título: Procura-se um coração
Autora: Lucia Seixas
Ilustradora: Sônia Magalhães
Páginas: 128
Preço sugerido: R$ 28,00
Editora FTD

Fonte: Assessoria de imprensa Jô Ribes Comunicação

Leia Mais ►

Continue lendo...

Contato Visual


Adam era um menino sem paz em seu próprio corpo. Aos três anos e meio foi diagnosticado com autismo. Aos nove, permanece um mistério, até mesmo para Cara, sua mãe. Sem conseguir articular frases e com um raciocínio lógico completamente diferente do normal, Adam está em uma constante ausência auto-imposta que o torna praticamente impenetrável.

Em um dia aparentemente comum na escola, o menino presencia o assassinato de uma de suas colegas, Amelia. E agora todos esperam que ele seja a chave para a solução desse estranho crime. Este é o enredo do livro Contato Visual, lançamento da Editora Novo Conceito. A autora Cammie McGovern constrói um suspense de tirar o fôlego onde os sentimentos de exclusão e a necessidade de aceitação dos estudantes se misturam aos enigmas da morte de Amelia para tornar a escola um ambiente hostil e assustador.

De sensibilidade surpreendente, Contato Visual permite ao leitor adentrar o mundo do autismo e entender as dificuldades e as felicidades que permeiam a vida de um autista e seus parentes. A autora oferece insights criativos sobre a questão: “esse é um bando de crianças tão brilhantes, tão verdadeiramente à frente de nós intelectualmente, eles saíram do útero, deram uma olhada nesse mundo miserável e disseram a si mesmos: ‘Tchau. Vou continuar vivendo, mas não aqui. Não neste planeta’”.

À medida que o livro avança, Cara começa a ver, nas mudanças de comportamento de Adam, as pistas para descobrir o assassino. Mas, ao tentar solucionar o crime, se vê obrigada a questionar sua história de vida conturbada e a repensar seu futuro, ao mesmo tempo em que precisa aprender a lidar com a recente independência do filho. Com a morte de Amelia, antigos conhecidos e paixões retornam para mudar a vida de Adam e Cara para sempre.

O título do livro, Contato Visual, está relacionado à dificuldade de Adam em olhar nos olhos de outra pessoa, mesmo as mais íntimas. Quando o lado misterioso do menino se acentua, Cara tenta desesperadamente entender o assassinato de Amelia, na esperança de que isso a ajude a descobrir os segredos de Adam. O que está por trás do esforço de Cara para desvendar o crime é a busca de uma mãe por contato visual com o filho.


Ficha Técnica
Título: Contato Visual
Editora: Novo Conceito
Autor: Cammie McGovern
Preço sugerido: R$ 34,90

Texto e fonte: Assessoria de Imprensa Pensar Comunicação
Leia Mais ►

Continue lendo...

O que os homens não contam
 para as mulheres sobre negócios


“Quero que você saiba das coisas que estão acontecendo, goste delas ou não.” Com essa frase, Christopher V. Flett nos prepara para a bomba que é seu livro O que os homens não contam para as mulheres sobre negócios, lançamento da Editora Novo Conceito. Escrito de uma forma totalmente não-convencional, o livro não se utiliza de subterfúgios ou meias palavras para se dirigir às mulheres. Como o próprio autor admite, não tem o objetivo de funcionar como um guia para ser guardado na prateleira, mas de provocar a reflexão, empoderando, inspirando e, por vezes, irritando o público feminino.

Christopher Flett defende que os obstáculos à ascensão profissional feminina foram criados pelos homens, mas são mantidos pelas mulheres. Segundo Flett, elas estariam constantemente entregando seu poder para os “homens alfas”, homens no topo da cadeia alimentar do mundo dos negócios. O autor compartilha com as leitoras o que os homens da área pensam, como se comportam e como interpretam atitudes femininas para que elas possam, estrategicamente, se afirmar como as lideranças do século 21.

A obra explica que o novo paradigma de negócios, que começou a despontar em 2001, é baseado em integridade, confiabilidade e conectividade. Neste modelo, as mulheres têm naturalmente uma predisposição à liderança, uma vez que tendem a se importar mais com as pessoas e a conhecê-las melhor, o que é indispensável para os negócios atualmente.

Para assumir essa posição de destaque, as mulheres precisam aprender a se comunicar com os homens - que ainda dominam o mercado - de uma forma que beneficie a elas. Isto é, a mulher não deve imitar o homem alfa, pois assim perderia características que são vantajosas na conjuntura atual, mas considerar novas abordagens para que sua mensagem seja compreendida por eles, tornando seu caminho para o sucesso menos árduo.

Uma das dificuldades encontradas pelas mulheres é que a sociedade as força a serem duras com elas mesmas, enquanto incentiva o homem a desfrutar a vida, minando a autoconfiança feminina e inflando o ego masculino. Mas o autor não deixa barato: acusa as mulheres de se atacarem mutuamente e afirma que, só quando começarem a se apoiar, terão a possibilidade de virar o jogo.

O livro demonstra como pequenas atitudes podem significar que a mulher está se auto-sabotando, seja trazendo problemas pessoais para o ambiente de trabalho, seja na forma de pedir e oferecer ajuda aos colegas. O autor também expõe as muitas máscaras que as mulheres usam nas empresas e admite que, de todas elas, a “Mãe” é a sua preferida. “A Mãe é a pessoa que traz biscoitos para o trabalho, dá conselhos sobre relacionamento, dá analgésico para a pessoa com dor de cabeça e limpa para todos a mesa do café. A Mãe lembra o aniversário de todos, planeja as atividades recreativas da companhia e arruma desculpas para as pessoas que não se saem bem.”

Ao longo das 182 páginas, uma profissional aprende a responder aos comentários ofensivos ou às cantadas de forma eficiente e elegante, como agir quando se é confundida por uma secretária, entre outras situações embaraçosas. Também são abordadas, de forma bastante prática e útil, questões relacionadas às disputas e conflitos, à demarcação de limites e à licença maternidade.

Muitas das afirmações de Christopher Flett irão chocar e gerar polêmica, mas ele o faz no intuito de alertar as mulheres dos estereótipos que terão de enfrentar no mercado. Se o autor joga uma bomba nas expectativas politicamente corretas das leitoras, ele certamente as ensina como desativá-la, contornando as armadilhas e se livrando dos preconceitos no ambiente de trabalho.


Sobre o autor:
Christopher V. Flett é um empresário e palestrante renomado, ex-membro da mesa de diretores da Fortune 500. Consultor de empresas como Microsoft, Intel, Hitachi, HP, Volkswagen, HSBC, Corel, Price Waterhouse, trabalha com empresas para desenvolver seus programas de liderança feminina.

A Editora:
Fundada em 2004, a Editora Novo Conceito desenvolve publicações de qualidade, afinadas com os acontecimentos do mundo globalizado. Com temas atuais, lançamentos internacionais e nacionais, vem apontando tendências nas áreas de negócios, empreendedorismo, literatura, comportamento, atualidades, biografias, medicina e saúde, que contribuem há vários anos para a formação de profissionais, para a pesquisa científica e cultura em geral.

Primeiro fruto da experiência da Tec Holding, a Editora Novo Conceito já possui mais de 80 títulos publicados.


Ficha Técnica
Título: O que os homens não contam para as mulheres sobre negócios
Subtítulo: Revelando os segredos dos homens de negócios bem sucedidos

Editora: Novo Conceito
Autor: Christopher V. Flett
Páginas: 200
Preço sugerido: R$ 29,00

Texto e fonte: Assessoria de imprensa Pensar Comunicação
Leia Mais ►

Continue lendo...

ARTHUR VERÍSSIMO LANÇA O LIVRO KARMAPOP SOBRE A ÍNDIA

Jornalista lança seu primeiro livro, destrincha a cultura indiana e reúne imagens
coletadas em 20 anos de viagens pelo país



São Paulo, agosto de 2010 – O jornalista Arthur Veríssimo lança seu primeiro livro, “KarmaPop”, pela Editora Master Books. A publicação reúne textos do autor e suas fotografias tiradas na Índia ao longo de 20 anos. Nesse período, ele fez 17 viagens para o país asiático e aprofundou seus conhecimentos da cultura local.

Veríssimo participou de diversos festivais e circulou entre saddhus (monges), sikhs (minoria religiosa indiana), gurus e discípulos dos deuses Shiva, Vishnu, Hanuman, Ganesh, Parvati, Krishna, Durga. Ele registrou detalhes do caleidoscópio indiano e mergulhou na nascente do Rio Ganges.

O livro propõe conhecer a inusitada paisagem cultural e geográfica da Índia pela escrita e pelas lentes da câmera fotográfica do autor em grandes eventos e peregrinações. Veríssimo mantém sua característica de jornalista gonzo para explicar textualmente e realizar um recorte visual do Festival Khumba Mela, do Festival do Deus Ganesh, da arte marcial kushti e da sagrada rota do Charm Dam realizada na região do Himalaia.

O autor esteve presente em cinco Khumb Mela, festival religioso que ocorre em quatro cidades indianas (Allahabad, Ujjain, Hardiwar e Nassik), e registrou imagens em multidões de até 80 milhões de pessoas. No meio dessa aglomeração, o jornalista interage com os peregrinos e registra paisagens e cenas pitorescas para ocidentais, mas cotidianas para os indianos.

Entre as situações inusitadas está o Shaiva (discípulo de Shiva) que enrola seu órgão genital com uma espada. Há ainda o peregrino devoto de Hanuman (deus macaco) que leva uma faca cravada em seu antebraço. A renúncia como demonstração de fé aparece em diversos momentos, seja o saddhu que fez voto de castidade, seja naquele que não se deita há cinco anos. Veríssimo explora e explica essas peculiaridades por meio da sua obra.

A cada viagem ao país, o interesse do jornalista pela cultura indiana aumentava, assim como os livros sobre o assunto em sua casa, usados para aprofundar seus estudos sobre o hinduísmo e sobre a região. “A minha mãe, Zezé Tavares, deu aulas de ioga durante muitos anos. A cultura indiana e outras alternativas sempre me fascinaram”, relembra Veríssimo.

O tom confessional do texto e o registro fotográfico da sagrada rota do Charm Dam demonstra toda a caminhada de religiosos e do próprio Veríssimo para alcançar a nascente do sagrado Rio Ganges, na cadeia montanhosa do Himalaia. O contraste entre a arquitetura indiana e a cadeia montanhosa do Himalaia destaca-se ao lado de templos e da dificuldade da trilha. “Eu tenho como referência o trabalho de Cartier-
Bresson e de Mário Cravo Neto. Fico imensamente conectado com a ação, na experiência que se desenrola e acredito que consegui isso no livro”, revela o autor.

O projeto editorial e a edição de imagens são do fotógrafo Rui Mendes, famoso por seus cliques no cenário musical. Com ele, trabalhou o diretor de arte Richard Kovács, que atua em grandes publicações como Vogue, Trip e Rolling Stone. “Cada foto possui uma história fantástica que revela a Índia e sua cultura. Tento passar um pouco disso pela imagem e pela escrita”, diz o autor.

“KarmaPop” é o segundo livro da Editora Master Books, o primeiro foi “Eu Queria Ser” (Priscila Prade). “Eu já conhecia o trabalho do Arthur quando ele veio nos apresentar o projeto do livro. A Índia possui um grande exotismo e o livro dele permite visualizar isso”, afirma Eliana Michaelichen, fundadora da Editora Master Books e apresentadora de televisão.

KARMAPOP
Autor: Arthur Veríssimo
Editora Master Books
138 páginas
Preço sugerido: R$ 120,00
O lançamento será no dia 30 de setembro (São Paulo) e no dia 05 de outubro (Rio de Janeiro)

ARTHUR VERÍSSIMO
Arthur Veríssimo nasceu no Rio de Janeiro, mas cresceu e estudou em São Paulo. Seu trabalho jornalístico é conhecido por sua forma irreverente e cheio de energia na Revista Trip desde 1986. São dele as matérias de viagens exóticas ao redor do mundo como Índia, Tailândia, China. Além de colaborar para a Trip e outras publicações, Veríssimo é um dos apresentadores do programa Manhã Maior (RedeTV!).


Fonte: assessoria de imprensa Cartaz Comunicação
Leia Mais ►

Continue lendo...

Marketing: Política e Sociedade


Em ano de eleições, sempre, percebemos a mesma postura por parte dos políticos em todo o território nacional. Promessas de melhoras e concretização de projetos, que na teoria, são criados para favorecer a população em geral. Mas será que de fato eles mentem propositalmente ou usam o eleitorado apenas para se promoverem?

O livro, lançado pelo Cia dos Livros, segundo o próprio autor, tem o objetivo de mostrar que a campanha eleitoral não pode ser transformada em palco de disputa para saber quem engana melhor o eleitor e estimular uma reação ao abuso do direito no exercício da propaganda. “Historicamente, no Brasil, a propaganda eleitoral não é pautada na seriedade. O candidato promete o que não vai cumprir”, afirmou o autor.

Sinopse: O livro traz uma abordagem da forma como os candidatos se utilizam das campanhas eleitorais para iludir o eleitor, através de suas promessas. O livro leva a uma reflexão e reação a essa prática, classificada pelo jurista como abuso do direito no exercício da propaganda. Outros livros do autor: Elegibilidade no Direito Brasileiro; Distorções do Poder; Direito Eleitoral, Anotações e Temas Polêmicos.

Ficha Técnica:
Livro: Marketing: Política e Sociedade
Autor: Djalma Pinto
Nº de páginas: 174
Valor sugerido: R$ 58,90


Assessoria de Imprensa: MGA Comunicações
Leia Mais ►

Continue lendo...

Obra de engenheiro paulistano dá voz ao objeto livro.



A primeira aposta literária do engenheiro paulistano André Leme é um tanto quanto inusitada. Formado em engenharia pela FEI e arquitetura pela Faculdade Belas Artes de São Paulo, André lança pela editora Scortecci o Eu-Livro, uma obra onde o objeto livro ganha vida e interfere na história de três personagens da favela Dona Marta no Rio de Janeiro – O Velho Sábio, o Cara e a Moreninha.

A ideia para a produção do livro, segundo o autor, surgiu a partir dos relatos fascinantes do jornalista Caco Barcellos na obra Abusado – O Dono do Morro Dona Marta (2009), um livro de reportagem investigativa, que revela os bastidores da formação de uma quadrilha e suas histórias de guerra, morte, prisões, fugas e traições. Em Eu-Livro, um romance se passa no cotidiano da favela e o objeto livro, interlocutor de toda a história, ganha status de protagonista e interfere no destino dos personagens.

Ora prepotente, ora conselheiro, ora debochado, o Livro coloca de lado as estrelas do autor e passa ser a figura principal de toda a narrativa.


“Eu-Livro contenho e conto, mas nem por isso sou complexo e completo. Embora Eu-Livro seja obviamente um fenômeno, tive grande dificuldade para ser gerado e gerido, por isso, ou talvez por ser complexo, pois sou complexado, acho que também sou difícil de ser digerido”

O Velho Sábio, o Cara e a Moreninha são personagens de mundos distintos, que foram unidos, no morro Dona Marta, em torno de uma carroça de ferro velho. A história, um romance entre uma adolescente e um homem de meia idade, é envolvida por poesia, misticismo e pela sensibilidade do autor que revela em sua obra tudo o que um livro gostaria de dizer nos momentos de agonia, de amor, insatisfação, fragilidade e fracasso.

“Ao poeta não há absoluto, em absoluto!
Nossos versos são cavados do coração
Eles transcendem a ideia da contemplação.
O comensurável só vem quando tudo é luto

O relativo é alma que se dissocia.
A alegria gira, vira e rodopia.
A tristeza nos faz calcar o lápis; papel rasgado.
Ao poeta não há absoluto, apenas papel rasgado!”..



Sobre o autor:
André Leme é engenheiro, arquiteto e artista plástico. Pratica dança contemporânea, vive em São Paulo e prepara seu segundo romance.


Eu-Livro
Editora: Scortecci
Autor: André Leme
Preço: 24,99
Pág: 115

Fonte: assessoria de imprensa Pauta Ativa
Leia Mais ►

Continue lendo...

 2º Tarrafa Literária promeve, a partir de hoje, encontros com escritores famosos

Luis Fernando Verissimo, Zuenir Ventura, João Paulo Cuenca e Joca Terron abrem as mesas de debate no Festival Internacional de Literatura, em Santos, nesta quinta-feira. Após o bate-papo escritores farão sessão de autógrafos no Teatro Guarany


Programação conta ainda com nomes como Celestin Monga, Roberto Muylaert, Jeremy Mercer, Mark Crick, Zeca Baleiro, Guilherme Fiuza, Maria Valéria Rezende e a Tarrafinha, Festival de Literatura para as crianças

A partir desta quinta-feira, dia 23, começa na cidade de Santos as mesas de debate da 2º Tarrafa Literária, Festival Internacional de Literatura, que vai até domingo, dia 26, com a presença de grandes nomes da literatura nacional e internacional.

Os escritores João Paulo Cuenca e Joca Terron dão início ao Festival, com a mesa Amores Impressos, que acontece no Teatro Guarany, às 16 horas. Na sequência, às 19 horas, Luis Fernando Verissimo e Zuenir Ventura falam sobre seu livro “Conversa sobre o Tempo”, no qual travam um diálogo sobre suas vidas, obras e paixões. Após cada mesa os autores farão sessão de autógrafos no saguão do teatro. A entrada para assistir às mesas é um livro usado, que será doado a instituições beneficentes. A abertura do evento foi um show do cantor Tom Zé, na noite desta quarta-feira, que teve recorde de público no Teatro Guarany, com mais de 500 expectadores.

A 2º Tarrafa Literária também conta com nomes nacionais como Zeca Baleiro, Roberto Muylaert, Guilherme Fiuza e Maria Valéria Rezende. Apaixonados por quadrinhos se deliciarão com uma mesa dedicada ao tema, com a presença dos cartunistas Angeli e Allan Sieber.

Santos também será sede do melhor da literatura mundial. Já estão confirmadas as presenças do britânico Mark Crick, de “A Sopa de Kafka”, Jeremy Mercer, canadense, autor de “Um livro por dia – minha temporada parisiense na Shakespeare and Company” e o camaronês Célestin Monga, autor da obra “Niilismo e Negritude”, considerado um dos maiores pensadores africanos da atualidade.

O evento terá espaço para as crianças, com a realização da Tarrafinha, com atividades especiais para os pequenos e contação de histórias. Para os aficionados por futebol, a programação conta ainda com uma partida entre os artistas participantes do evento. A 2º Tarrafa Literária é realizada pela Realejo Livros & Edições, por meio da Lei Rouanet com patrocínio da Praticagem, Codesp e Sabesp.

Em sua primeira edição, realizada em setembro do ano passado, o encontro reuniu cerca de 880 pessoas em mais de 20 horas de encontros com escritores e oficinas de contação de histórias infantis e criação de livros com as crianças.


SERVIÇO
2ª Tarrafa Literária – Festival Internacional de Literatura
22 a 26 de setembro de 2010 | Santos-SP
Teatro Guarany
Praça dos Andradas, s/n, Centro Histórico, Santos, SP

Fonte: assessoria de imprensa PS Comunicação
Leia Mais ►

Continue lendo...

Terror e mistério em “As Chaves do Reino”

A série promete empolgar e encantar todas as idades

Magia, aventura e suspense são os ingredientes da série “As Chaves do Reino”, escrita pelo cultuado autor australiano Garth Nix, que é seguido por uma legião de fãs a cada novo livro. No Brasil, a série é publicada pela Editora Fundamento, que já lançou três títulos: “Sr. Segunda-feira”, “O Horrível Terça-feira” e “Quarta-feira submersa”. Agora começa a chegar às livrarias de todo o país, o quarto livro da série: “Furioso Quinta-feira”.

Na nova aventura, o protagonista Artur é recrutado pelo Furioso Quinta-feira e obrigado a entrar para o Glorioso Exército da Arquiteta. Artur precisa encontrar uma maneira de sobreviver ao treinamento, ficar longe da frente de batalha e ainda descobrir como libertar a quarta parte do Testamento.

Envolvente e intrigante, um dos trunfos de “As Chaves do Reino” é a maneira inovadora e criativa como o autor usa os elementos mágicos. Sem clichês, Garth Nix impressiona até mesmo os leitores acostumados à magia e aos efeitos especiais dos videogames.

O personagem central é Artur Penhaligon – um jovem asmático que, em uma de suas crises é salvo por um homem que lhe entrega uma chave misteriosa, no formato do ponteiro dos minutos de um relógio. A partir daí, situações muito estranhas começam a acontecer e são responsáveis por prender a atenção do leitor do início ao fim da saga.

No primeiro livro da série, Artur precisa salvar a própria vida e a dos habitantes de sua cidade. Para isso, enfrentará o “Sr. Segunda-feira”.

Em “O Horrível Terça-feira”, o jovem terá de roubar um Navio de Sol, sobreviver a um campo de trabalhos forçados e se aventurar pelas assustadoras Regiões Distantes.

No terceiro livro da série, “Quarta-feira submersa”, Artur tem a chance de voltar para casa. Mas, primeiro, terá que sobreviver aos perigos do Mar Fronteiriço.

Serviço:
Livros da série: As Chaves do Reino
O Senhor Segunda-feira – 256 páginas – R$ 29,50
O Horrível Terça-feira – 215 páginas – R$ 29,50
Quarta-feira submersa – 280 páginas – R$ 29,50
Furioso Quinta-feira – 256 páginas – R$ 29,50
Autor: Garth Nix

Fonte: assessoria de imprensa E´xpressa Comunicação
Leia Mais ►

Continue lendo...

Brinquedos!


 Por Carina Gonçalves

Neste livro encantador, o leitor poderá usufruir da imaginação e criar diversas interpretações, uma vez que a obra não têm frases, silábas, história escrita ou qualquer outra mensagem por meio de palavras.  É um livro encantador, que nos remete a infância, onde a primeira leitura se dá por meio das imagens, fazendo-nos criar diferentes histórias a cada novo olhar.

Indico a obra para pais, crianças e professores aprenderem juntos a resgatar e criar emoções primarias. As ilustrações são lindas e não precisam de palavras para expressar a mensagem do autor André Neves, que é conhecido por seu talento e obras publicadas.

Aproveitem a leitura!

Sinopse: A menina recebe uma boneca de presente. O menino ganha um palhaço. Que alegria! Depois de muita diversão, os brinquedos ficam gastos, e as crianças se cansam deles… Será que o destino dos bonecos é ficar em um canto da sala? Ir para o lixo? Ou há uma saída melhor pra eles? Descubra a resposta nesta divertida, sensível e solidária história de André Neves, contada por imagens!

Editora: Mundo Mirim
Título: BrinquedosAutor: André Neves 
Série: Primeiras leituras
Preço sugerido: R$ 22,90 - 32 páginas

Fonte: assessoria de imprensa.

Leia Mais ►

Continue lendo...

Uma Chance para Lucas
 A História Real de um Crime Hediondo

Um relato emocionante sobre a violência sexual, que pode acontecer em qualquer classe social

“Após descobrir as agressões contra o meu filho, tive de reagir e entre as últimas conversas que tive com o pai de Lucas foi: ‘... ouça bem o que eu vou te dizer – falei baixinho. Mas ouça muito bem, Marcelo, muito bem mesmo. Eu te enfio na cadeia! – gritei como louca, soletrando pausadamente cada sílaba daquela frase. Na cadeia, você ouviu bem!!! – gritei tão alto que até as paredes tremeram.”, comentou Paula, autora e mãe de Lucas. 

No livro, ela ainda narra com detalhes como foi vivenciar este drama e o livro é um alerta para as mães e famílias de todo o Brasil e mundo. É uma ajuda para que saibam como lidar com situações como essa, dentro e fora da família. Um livro delicado, com um tema polêmico, mas não apelativo ou sensacionalista. Trata-se de uma história real que deve ser passada adiante.

Comentário da autora para esta postagem:
"Carina, querida! Agradeço muito sua menção ao meu livro. Gostaria apenas de dizer que, felizmente, graças à decisão judicial, à psicoterapia a que nos submetemos, e ao próprio tempo, tanto Lucas quanto eu aprendemos a conviver, não com mágoas, mas com a superação do que ocorreu. Por isso, desejamos que outras mães e crianças que passam pelo mesmo problema acreditem que, apesar de tudo, é possível seguir e ser feliz. Com carinho, Paula Belmanto"


Sinopse: Paula Belmanto é uma paulistana de classe média alta, profissional bem sucedida e com tudo resolvido, a não ser pelo fato de se sentir solitária e procurar um sentido na vida, esvaziada por um casamento desfeito. Até que conhece Marcelo, numa viagem à Europa, e decide ter um filho com ele. De comum acordo, mantém um relacionamento informal, eles não se casam, ele continua morando em Minas e ela em São Paulo. Marcelo assume a paternidade depois do nascimento de Lucas. A relação vai se desenrolando com altos e baixos por alguns anos, e o desfecho é dos mais tristes.

Paula viu o mundo ruir à sua volta quando o próprio filho, aos três anos, conta que o pai "fazia coisas" das quais ele não gostava: violência sexual. Paula decide ir à luta para defender e preservar a integridade de seu filho, e entra na Justiça para destituir de Marcelo o poder de família. Trava uma batalha judicial de mais de 5 anos, sofreu processo crime por calúnia, viu amigos duvidarem e se afastarem, mas venceu todos os obstáculos e hoje, refeita, retoma a sua vida profissional e pessoal, dando a Lucas a segurança, atendimento e carinho necessários.

Vergonha por ter se envolvido com uma pessoa que mal conhecia e pela ingenuidade que a impediu de perceber que Marcelo, o pai de Lucas, abusava sexualmente do filho. Arrependimento por não ter dado atenção à babá de Lucas que chegou a alertá-la. Remorsos por ter se deixado levar pela boa conversa de Marcelo por tanto tempo.

Todos esses sentimentos rondaram a vida de Paula, mas por que decidiu se abrir, se expor e até escrever um livro, "Uma chance para Lucas"? Porque ela quer mostrar ao maior número de pessoas, mães e responsáveis por crianças abusadas sexualmente - por pessoas próximas ou não – que elas não são as primeiras nem as únicas a viver esse drama. Que esses fatos, como pode parecer, não são restritos a famílias pobres, mal-informadas ou de baixa renda, que vivem nas periferias.

Que isso acontece também nas famílias de renda média ou elevada, com pais com formação universitária. E que essa terrível corrente - pais abusadores geralmente foram abusados - pode ser quebrada quando os responsáveis encaram a realidade, entram numa batalha judicial com tudo o que ela requer, como entrevistas no Juizado e delegacias, exames e testes psicológicos para laudos e muita garra e paciência para vencer a morosidade da Justiça.




Ficha técnica:
Autor: Paula Belmanto
Nº de Página: 299
Preço: R$ 39,90

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

LIVRO SOBRE EDUCAÇÃO SEXUAL ENSINA PROFESSOR
 A FALAR SOBRE O TEMA NAS ESCOLAS

Obra da educadora Josefina Sousa será lançada segunda-feira na Travessa de Ipanema


Com o objetivo de pôr um fim no tabu sobre o sexo nas escolas, a editora carioca Usina de Letras, lança na próxima semana o livro "Educação Sexual e Infância: Um Manual para o Professor". A obra da educadora Josefina Sousa servirá como guia para que os mestres possam falar sobre esse tema tão delicado utilizando exemplos práticos.

A certeza de que quando o assunto é sexo, falta informação e sobram interrogações para a maioria das pessoas, em qualquer faixa etária. O professor, por sua vez, necessita sentir-se preparado para iniciar um trabalho de sexualidade com seus alunos, abordando o tema com segurança, conhecimento científico, de forma clara e respeitosa. Com esta publicação, se concretiza a possibilidade de se organizar um repertório capaz de dar conta dos interesses dos alunos.

"Muitos pais acreditam que seus filhos são demasiadamente pequenos para uma conversa sobre sexualidade e que tal assunto poderia estimulá-los precocemente para as práticas sexuais. Como educadores, sabemos que tal afirmativa não corresponde a verdade, pois a vivência da sexualidade acompanha o humano desde a concepção até o momento de sua morte. Por outro lado, o despreparo das famílias para lidar com estas questões é grande, seja por desconhecimento, preconceito ou tabu. Afinal, sexo ainda é considerado sinônimo de proibido. Cabe à Escola, enquanto instituição educadora, programar em seu currículo a Educação Sexual", acredita Josefina, professora de Ensino Fundamental e Médio especialista em Sexualidade Humana.

"Educar para a sexualidade significa formar cidadãos com capacidade de amar e ser amado, respeitar e ser respeitado, valorizando a beleza das relações sexuais como uma troca profundamente humana", completou a autora.

O livro "Educação Sexual e Infância: Um Manual para o Professor" será lançado nesta segunda-feira (20/09) às 19h, na livraria da Travessa de Ipanema, no Rio de Janeiro.

Título: "Educação Sexual e Infância: Um Manual para o Professor
Autor: Josefina Sousa
Público: Adolescente, jovem adulto e adulto
Editora: Usina de Letras (selo Vermelho Marinho)
Ano de lançamento: 2010
Número de páginas: 64
Preço: R$ 20,00

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamentosde Setembro:

Editora Pnsamento

Como Namorar um Vampiro

Um guia prático para as meninas se mostrarem especiais para obterem o mesmo sucesso de Bella, personagem de “Crepúsculo”, que fisgou o seu encantador vampiro. Recheado de dicas, testes, lista de verdades e mentiras, perguntas e respostas, o livro explica às leitoras como conquistar um vampiro, os locais onde eles costumam frequentar, o que fazer (ou não fazer), como se vestir, o que falar (ou não falar) como se portar com os amigos dele e como ser gentil e esperta para arrancar dele muitas informações e seguir em frente na conquista.




Como Amar um Lobisomen

Um guia próprio para as meninas que vivem o dilema de uma dúvida: saber se o melhor amigo fiel, presente em todas as horas, é só isso ou significa algo mais. Com muitos testes e questionários, o livro ajuda a elucidar essa questão e ainda mostra como fazer para mostrar o seu verdadeiro sentimento sem perder o melhor amigo. Dicas ensinam as formas de conviver com o bando do lobo em questão, saber se ele é o macho alfa ou só um garoto peludinho, e ainda, como apresentar um ser de outra espécie por quem a garota pode estar caidinha.



Editora Seoman

Como Conquistar Clientes e Fechar Negócios
Os Fundamentos da Persuasão

É um guia que documenta de maneira prática o papel vital que o dom de contar histórias desempenha no nosso cotidiano e na condução dos nossos negócios. Os autores, Richard Maxwell e Robert Dickman, mostram numa linguagem fluente como a habilidade de contar histórias pode promover melhor uma ideia, agilizar uma venda ou incrementar negócios e oferecem meios de se produzir uma fórmula capaz de gerar histórias vencedoras.


Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Livros sobre Ética Médica já estão disponíveis no Portal Médico



A biblioteca online do Conselho Federal de Medicina (CFM) disponibiliza dois novos títulos. O primeiro é o livro A Medicina para além das normas: reflexões sobre o novo Código de Ética Médica, organizado pela conselheira e integrante da pela Comissão Nacional de Revisão do Código (CNR-CEM), Nedy Neves. “O escopo da publicação é esclarecer, orientar e auxiliar os médicos brasileiros na busca de uma prática embasada em valores morais dignos da profissão”, explica a organizadora.

São 14 artigos produzidos pela Comissão que abordam temas como conflito de interesse, remuneração, terminalidade da vida, publicidade médica, direitos humanos e compromissos profissionais. Um total de 15 mil livros impressos foi disponibilizado para os Conselhos e Faculdades de Medicina. “Um ano após concluir a revisão, mais um trabalho da CNR-CEM é publicado auxiliando assessorar o crescimento da dignidade médica brasileira”, apontou o presidente do CFM, Roberto Luiz d’Avila.

O segundo livro é a versão de bolso do Código de Ética Médica. A entidade já distribuiu cerca de 300 mil exemplares entre os Conselhos Regionais e entidades, para que repassem para os médicos brasileiros. Os interessados podem fazer a solicitação pelo e-mail imprensa@portalmedico.org.br.

O CFM também se prepara para lançar em outubro – mês do médico - o Código de Processo Ético-Profissional que apresenta as normas processuais no que diz respeito à condução dos processos ético-disciplinares, quando do desrespeito de dispositivos contidos no Código de Ética Médica.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...


Patativa do Assaré - Porta-voz de um Povo


A poesia de Patativa me encantou desde a minha adolescência pela sua beleza natural, por sua sonoridade, por suas rimas, por seus temas alegres e tristes. Sua poesia nasce da simplicidade, do sofrimento e, sobretudo, da beleza do sertão. O sertão de Patativa é belo. Ele fala a variedade linguística de sua gente. Daí ele ser um poeta do povo, porta-voz dele. É um defensor ferrenho do sertanejo (...).”

Essas palavras são de Antonio Iraildo Alves Brito e confirmam sua admiração e interesse por esse grande escritor cearense, que resultaram no livro Patativa do Assaré: porta-voz de um povo – As marcas do sagrado em sua obra, lançamento da Paulus.

Motivado a apresentar um trabalho que refletisse sobre os aspectos do sagrado na obra do poeta sertanejo, o autor inicia sua abordagem partindo da oralidade, já que a poesia em questão é essencialmente oral. Em seguida, Brito traça um perfil do sertanejo e destaca os pontos mais relevantes de sua trajetória.

“Sinto-me muito feliz em divulgar o poeta. Patativa não é só do Assaré. Ele é do Brasil, é do mundo. Sua poesia é universal. Conhecer Patativa é saber um pouco mais do nosso país, do ‘Brasil de baixo’, como ele mesmo declamava; é conhecer mais de nossa cultura, sobretudo a cultura que nasce da vida e resistência dos simples”, afirma o autor.

No decorrer das páginas, o leitor encontrará análises de poemas feitas de modo interdisciplinar por meio de múltiplos instrumentos metodológicos, como a teoria da literatura, a sociologia do conhecimento, a filosofia e a teologia, que mostram como a existência humana está entrelaçada com os desígnios de Deus.

“Neste globo terrestre
apresento os versos meus
porém eu só tive um mestre
e esse mestre é Deus.”


A obra também conta com ilustrações feitas em xilogravura, todas produzidas por Nireuda Longobardi, também autora da Paulus.

Patativa do Assaré: porta-voz de um povo – As marcas do sagrado em sua obra é fruto da dissertação de mestrado do autor, apresentada ao programa de pós-graduação em Letras, Cultura e Regionalidade da Universidade de Caxias do Sul – RS, em julho de 2009.

Antonio Iraildo Alves de Brito é natural de Iguatu – CE. Passou a infância e a adolescência na zona rural (Sítio Angico, Quixelô – CE), onde teve seus primeiros contatos com a poesia de seu povo e foi marcado por ela. Formou-se em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo; é bacharel em Filosofia e mestre em Letras, Cultura e Regionalidade pela Universidade de Caxias do Sul – RS.



Serviço
Título: Patativa do Assaré: Porta-voz de um povo
Autor: Antonio Iraildo Alves de Brito
Paginas: 200
Preço: R$ 20,00


Fonte: Assessoria de Imprensa







Leia Mais ►

Continue lendo...

Quero ter avós!


Para a alegria dos fãs de ‘A Menina e seus Pontinhos’, que também ficaram com saudades e vontade de saber mais a respeito das emoções da garotinha, a partir de agora poderão acompanhar mais uma nova história divertida, lúdica e envolvente sobre ela. Chega às livrarias ‘Quero ter Avós!’, de Silmara Rascalha Casadei, com ilustrações de Lisie De Lucca, pela Cortez Editora, que narra a vontade da garotinha de ter avós.

Com uma linguagem simples e romantizada, o conto nos comove e traz ao leitor a questão da solidariedade e o carinho para com os idosos, que muitas vezes são esquecidos ou deixados de lado na sociedade. Trata-se de um exemplo do que podemos fazer para melhorar a condição de alegria destas pessoas, que ao chegarem à Terceira Idade precisam de muito carinho e amor de todos.


Sinopse:
A menina descobriu que o seu coração é cheio de pontinhos e que cada um deles possui uma história. Um desses pontinhos nos traz uma pergunta: será que é possível uma criança adotar avós, da mesma forma que adultos adotam crianças?


Ficha Técnica
Título: Quero ter avós!
Autor: Silmara Rascalha Casadei
Ilustração: Lisie De Lucca
Editora: Cortez Editora
Nº de páginas: 39
Preço de referência: R$ 22,00


Fonte: Assessoria de Imprensa


Leia Mais ►

Continue lendo...

 "Filosofia do direito"



A obra resume os pensadores centrais na filosofia do direito e fornece uma discussão meticulosa das principais divisões e movimentos na filosofia jurídica

São Paulo, setembro de 2010 - O livro "Filosofia do direito - Conceitos-chave em filosofia", de David Ingram é lançamento da Artmed, editora do Grupo A, e resume, de forma simples e objetiva, a obra de pensadores centrais na filosofia do direito, entre os quais Tomás de Aquino, Rousseau, Hobbes, Kant, Bentham, Austin, Hegel, Habermas, Arendt, Kelsen, Schmitt, Foucault, Mil, Marx, Dworkin, Hart, Ely e Ackerman.

A obra, dividida em sete capítulos, fornece uma discussão meticulosa das principais divisões e movimentos na filosofia jurídica, cobrindo o direito penal, direito civil, direito social, direito constitucional, direito internacional, jusnaturalismo, positivismo, formalismo, realismo, direito e economia e Estudos Críticos Jurídicos (CLS).

Segundo Ingram, o título também trata de questões-chave na filosofia contemporânea do direito, incluindo direitos humanos, ação afirmativa, pena de morte, direitos dos homossexuais, desobediência civil e racismo institucional, sexismo e classismo.

Serviço:
Filosofia do direito - Conceitos-chave em filosofia
Autor: David Ingram
Páginas: 248
Preço sugerido: R$ 46,00

Sobre o autor:
David Ingram é professor de Filosofia na Loyola University, Chicago.

Público-alvo:
Alunos e professores de filosofia, direito e ciências humanas em geral.


Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

O Bê-a-bá DO CONSUMIDOR
 Entenda seus direitos de forma prática e simples


Quantas vezes você se sentiu perdido, enganado ou lesado em alguma operação de compra,
venda ou consulta em suas compras de rotina, que abrangem roupas e sapatos,
 alimentação,  lazer, educação e saúde, além de outras?


Pensando nisso e para evitar novos imprevistos e desacordos entre clientes, empresas e sociedade, chega às livrarias o ‘O Bê-a-bá DO CONSUMIDOR - Entenda seus direitos de forma prática e simples’, do professor Rizzato Nunes, pela Editora Cia. dos Livros.

É necessário um bom aprendizado para comprar produtos e serviços sem cair nas armadilhas do mercado. São centenas de situações em que o consumidor, pode estar sendo enganado e, sem saber, acaba comprando “gato por lebre”, ou então assina contratos que não devia assinar, paga valores sem precisar, aceita imposições abusivas, sofre danos morais, além de perdas em seus bens, etc.

 A boa notícia é: este verdadeiro manual de auto-ajuda ensina o consumidor a se prevenir para evitar perdas e o auxilia a tomar providências para se ressarcir dos danos sofridos, pois é também um texto de consulta que indica as medidas que devem ser adotadas para fazer reclamações e pedir indenização em função de prejuízos. Se for parar para pensar, não há dedos suficientes para descrever quantas vezes nos sentimos perdidos ou alienados ao realizar uma simples compra no supermercado.

Tais situações podem ter acontecido em inúmeras ocasiões e, em diversas, ficamos impotentes de reagir. De fato, às vezes, por falta de conhecimento ou mesmo por falta de tempo, deixamos de lado vários constrangimentos e seguimos a diante.

O livro O Bê-a-bá DO CONSUMIDOR - Entenda seus direitos de forma prática e simples busca ensinar e dar dicas de como agir em situações do dia-a-dia. De fácil leitura, torna a rotina menos exaustiva, principalmente porque saber lidar com a má fé será um grande aliado e conciliador financeiro. É uma excelente obra para evitar que uma parte dos empresários, aprendizes e praticantes de métodos irregulares, burlem regras e que não sigam determinações impostas pelos Governos, o que provoca desrespeito e falta de ética para com os consumidores.

Ficha Técnica

Livro: O Bê-a-bá DO CONSUMIDOR - Entenda seus direitos de forma prática e simples
Autor: Professor Rizzato Nunes
Editora: Editora Cia. dos Livros
Nº de páginas: 369
Preço: R$ 39,90

Leia Mais ►

Continue lendo...

O Crime Quase Perfeito

Percival de Souza avança mais um passo em sua carreira, desta
vez com o ineditismo de lançar um livro de ficção



Com mais de 40 anos dedicados ao jornalismo, a maior parte deles na crônica policial, Percival de Souza agora avança mais um passo em sua carreira. Depois de publicar 16 livros em que se debruçou sobre o misterioso crime da Rua Cuba, retratou personagens polêmicos da ditadura militar (o delegado Sérgio Paranhos Fleury e o Cabo Anselmo), investigou o PCC e o narcotráfico (Society Cocaína e Narcoditadura e o Caso Tim Lopes) entre outros assuntos pinçados da realidade, eis que vem uma ficção.

O Crime Quase Perfeito, da Idea Editora, é a sua nova aventura, como ele mesmo prefere descrever. “Achei que era o momento de um recomeço, via ficção. É preciso certa dose de coragem. A empreitada é desafiante na arte de construir histórias. Esse “Crime quase perfeito”, planejado, abre uma série de novelas. Vamos tentar – da mesma maneira que eu, timidamente, comecei a enfrentar o cotidiano da realidade”, afirma Percival de Souza na introdução do livro.

Seus personagens trazem consigo um pouco desse “laboratório humano” encontrado na crônica policial. Eustáquio Campos é o jovem que se rebela contra a própria mãe, deixa o interior para reconstruir a vida na capital como estudante de direito e funcionário público. Ambicioso e arrivista, leva à risca seu lema de que tudo na vida é um jogo de interesses.

Paralelamente somos apresentados às dependências do 4º DP, onde um suicídio em pleno banheiro da delegacia deixará intrigados os experientes escrivão Clovis e o delegado. E por fim, o leitor segue os passos de Percy, uma espécie de alter-ego do autor, “o espectador privilegiado que examina a sociedade por uma espécie de buraco de fechadura”.

Os ingredientes que o gênero policial exige e os bastidores da crônica criminal estão, boa parte deles, reunidos em O Crime Quase Perfeito - desde os mecanismos usados na execução de um crime, as gírias pronunciadas nas delegacias e redações a citações reais como o caso de Suzane Von Richthofen. Além de uma singela homenagem ao mestre jornalista Mino Carta, que incumbiu Percival de Souza a dar novos ares ao jornalismo policial paulista no Jornal da Tarde dos anos de 1960.

O resultado é uma ficção que pode ser lida, por que não, como uma reportagem policial, densa e envolvente, já que o autor organiza fatos e hipóteses como tal, injetando em seus personagens muito do que viu e contou no jornalismo em 40 anos de profissão. Com uma narrativa direta e objetiva, Percival cria particularmente um personagem Percy como sendo o seu espelho, em toda sua completitude de um dos mais completos repórteres especializados na área policial.

Percy, assim como o autor, conhece como poucos da sua função os meandros que regem a justiça, com ótimo tramite entre suas fontes, capaz de achar brechas nos inquéritos e processos, desconfiar das fontes oficiais para, habilidosamente, formar suas opiniões. Munido de argúcia, perspicácia e sensibilidade, ele será destacado para cobrir o suicídio na delegacia, o qual cumprirá papel determinante na solução do crime.

Como o título propõe, e o próprio Percival deve ter se perguntado ao longo de sua carreira - existe crime perfeito?. Talvez o famoso Caso da Rua Cuba, que também lhe rendeu um livro, tenha chegado perto dessa alcunha, apesar de todas as provas deixadas pelo caminho, mas com o seu principal suspeito seguindo livre.

As centenas de crimes que ele acompanhou não deixam dúvidas - “As razões são sempre as mesmas, só mudam os nomes dos personagens – ódio, ciúmes, ambições desenfreadas, ganância, frustração sexual. Ingredientes que agora ele reúne em O Crime Quase Perfeito. E, assim como no “laboratório humano da realidade” a que estamos acostumados acompanhar nas páginas policiais do dia a dia, esse “recomeço” de Percival de Souza leva o leitor a uma decisiva e intrigante questão - decifrar o enigma.

FICHA TÉCNICA
Livro: O Crime Quase Perfeito
Autor: Percival de Souza
Nº de páginas: 96
Preço: R$ 19,90
Leia Mais ►

Continue lendo...

Livro de Roberto Bolonhini traz alternativas para portadores de necessidades especiais



O objetivo da obra é apresentar tanto para o deficiente, quanto para a sociedade, os direitos e os deveres das pessoas com necessidades especiais

Para provar que deficiência não é empecilho a ninguém, o professor universitário Roberto Bolonhini, deficiente visual há mais de 36 anos, acaba de lançar o livro Portadores de Necessidades Especiais (R$ 55,00, 352 págs.) pela Editora Atlas, sua mais nova parceira.

Com o objetivo de atender a todos os leitores, sejam eles deficientes ou não, Bolonhini apresenta as principais prerrogativas das pessoas deficientes e as legislações que os auxiliam na jornada.

Segundo o professor, a idéia de fazer este livro não veio, apenas, da necessidade de inclusão social, mas, também, da vontade de mostrar aos portadores de necessidades especiais que podem ser independentes, ou seja, que têm vida própria e podem vencer, tal como ele.

Para se ter uma ideia, a obra traz um panorama completo, como um manual, para os deficientes de toda natureza. Assuntos como a família, o ambiente de trabalho, isenções de impostos em compras de patrimônio, o transporte coletivo, o rodízio dos veículos, os deficientes mentais e o Código Civil brasileiro, e muitos outros, são tratados com uma linguagem puramente simples e acessível a qualquer parcela da população, seja ela leiga ou não.

Por conta disso, o livro é destinado para as famílias, para os profissionais de qualquer área, para os estudantes, para os deficientes e para qualquer um que tenha interesse em se aprofundar no assunto.

De acordo com o professor, que já virou uma referência para os portadores de necessidades especiais, os deficientes estão cada vez mais interessados em saber e exigir seus direitos. Para se ter uma ideia, recebe telefonemas e e-mails de pessoas de todo o Brasil para sanarem suas dúvidas e pedir conselhos de como proceder em determinado fato.

Visto esta demanda, Bolonhini lançou em conjunto com a Universidade São Judas o projeto SOS Direito, que visa atender gratuitamente a população especial que precisa de orientação e ajuda para praticar cidadania. Este projeto existe há mais de oito anos.

Saiba mais sobre Roberto Bolonhini

Aos 10 anos, Roberto Bolonhini sofreu um descolamento de retina e perdeu totalmente a visão. Roberto passou por diversas cirurgias para tentar solucionar o problema, mas não teve êxito.

De volta aos estudos, sua luta foi encontrar uma escola pública que o aceitasse e tivesse a estrutura necessária para ele estudar, alguém tinha que ler o conteúdo do livro, pois na época, não existia material adaptado em braile e nem computadores especiais para cegos.

Roberto se formou aos 21 anos e entrou no curso de Direito da Universidade Prebisteriana Mackenzie, em São Paulo, foi aprovado na OAB sem cursinho, e no ano seguinte, ingressou no Mestrado na PUC, pois era seu sonho se tornar professor. Sem dinheiro para continuar os estudos, obteve ajuda de um jurista que financiou seu curso.

A meta seguinte passou a ser trabalhar em uma universidade. Não foi aceito em algumas Instituições pela deficiência visual. Após a dura batalha à procura de uma oportunidade, há 15 anos ele foi contratado pela Universidade São Judas para dar aulas de Direito Civil. Atualmente, Roberto realiza o curso de Doutorado na PUC.

Serviço
Livro: Portadores de Necessidades Especiais
Editora Atlas
Páginas: 352 páginas
R$ 55,00

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

“Engravidar – Sim é possível”



Livro aborda as causas da infertilidade masculina e feminina, os avanços dos métodos de reprodução assistida e os aspectos que podem interferir na fertilidade do casal.

A Editora Alaúde, com o apoio da Bayer Schering Pharma, divisão da Bayer HealthCare, lança o livro “Engravidar – Sim é possível”, do ginecologista José Bento. Segundo o especialista, muitos casais encontram dificuldades quando decidem aumentar a família, sendo variadas, e nem sempre evidentes, as causas de impedimento para uma gravidez.

Em “Engravidar – Sim é possível”, o Dr. José Bento reúne as principais informações sobre os atuais métodos de reprodução assistida, além dos tratamentos disponíveis e aspectos de saúde e comportamento que podem interferir na fertilidade do casal. O especialista também aborda os principais problemas reprodutivos masculinos e femininos, além das consequências de engravidar em idade avançada. “O caminho até a gravidez pode ser longo, exigir empenho, paciência e persistência, mas tudo vale a pena quando se deseja ter um filho”, afirma Dr. José Bento. O ginecologista ressalta ainda que, atualmente, os especialistas dispõem de muito conhecimento, experiência e recursos médicos para transformar em realidade o desejo de se ter um bebê.

Dicas do Dr. José Bento:

· Pense positivo! – Atualmente estão disponíveis muitos recursos, conhecimento e experiência para transformar em realidade o sonho de engravidar.

· Procure um especialista – No momento em que se inicia a tentativa de engravidar, é que o casal começa a notar como está a sua fertilidade. Até então, as preocupações eram com os métodos de contracepção e, com raras exceções, a paciente procura verificar a sua fertilidade antes de utilizar quaisquer contraceptivos. A dificuldade de conceber não significa incapacidade de gerar filhos, procure um especialista, faça exames e veja qual o melhor tratamento para o casal.

· Sintonia sexual do casal – A atividade sexual precisa ocorrer nos períodos propícios para a gravidez. Para não perder a espontaneidade e tudo parecer uma obrigação e não um prazer, o casal precisa usufruir da sua intimidade, namorar sem compromisso de gravidez e nutrir o relacionamento a dois.

· Enfim, grávidos! – Quando a gravidez se concretiza, é chegada o momento do pré-natal. O acompanhamento médico cuidadoso até a 40ª semana de gestação permite a garantia de que tudo está tranquilo com o bebê e com a mãe. A mulher também deve se preocupar com os cuidados com a beleza, utilizando produtos específicos para gestantes, além de manter uma alimentação balanceada.

· Uso de vitaminas - Durante a gravidez, assim como no período da amamentação, a demanda por vitaminas aumenta bastante, por isso, a alimentação adequada e a suplementação vitamínica são importantes. A maioria dos médicos recomenda o uso diário de suplementos vitamínicos que contenham ácido fólico, ferro, vitamina C, cálcio, entre outros oligoelementos. Os polivitamínicos e poliminerais ajudam a manter os níveis adequados de nutrição da mãe e contribuem para a melhor formação do feto.

“Engravidar – Sim é possível”
Autor: Dr. José Bento
Nº de páginas: 128
Preço: R$ 45,00
Editora: Alaúde


Sobre o autor
Dr. José Bento de Souza é ginecologista e obstetra, formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes e pós-graduado pela Universidade de São Paulo (USP). Trabalha há mais de 25 anos nos hospitais Albert Einstein e São Luís, em São Paulo, está ligado às maternidades dos hospitais Santa Joana e Santa Catarina, além de atender semanalmente dezenas de pacientes em sua clínica na capital paulista. Atua como palestrante e médico visitante em diversas maternidades da França, Inglaterra e Estados Unidos, e participa constantemente de congressos e seminários dentro e fora do país. Comprometido e consciente de seu papel social no País, Dr. José Bento é presença constante em programas de televisão e rádio, e em matérias de jornais, revistas e sites da internet, respondendo a dúvidas e esclarecendo a população sobre saúde, principalmente da mulher. É autor do guia Mulher & Saúde, e dos livros Mulher e Contracepção (2004), Sexualidade (2007), TPM Sob Controle (2009) e Parabéns! Você está grávida (2009) todos pela Editora Alaúde.

Fonte: Assessoria de imprensa


Leia Mais ►

Continue lendo...

Siga-me por Email