Destaque - Jeremias - Pele

‘JEREMIAS – PELE’, 18º título do selo Graphic MSP, aborda o racismo na infância e na vida adulta
Obra foi escrita por Rafael Calça e desenhada por Jefferson Costa


Descrição: Previews_Jeremias Pele_011_bx

Uma das graphic novels nacionais mais aguardadas do ano chega às bancas e livrarias, pela Panini Comics. Trata-se de Jeremias – Pele, o 18º título do prestigiado selo Graphic MSP, que estreou em 2012 e se tornou referência no segmento, reunindo o melhor do traço nacional em HQs produzidas pelos mais diversos artistas, em estilos tão ousados quanto lindos.

Em uma reinterpretação ousada, porém necessária, como enaltece Mauricio de Sousa, em seu prefácio, o roteirista Rafael Calça e o desenhista Jefferson Costa dão vida a uma história forte, dura, emocionante, na qual Jeremias lidará, pela primeira vez, com o preconceito por causa da cor de sua pele. A história é recheada de dor, superação, aprendizado e preparação para a vida. A publicação, de 96 páginas, chega nas tradicionais versões capa dura, com preço de capa R$ 41,90, e brochura, por R$ 31,90.

Muito do que Jeremias e seus pais vivem em Pele veio das experiências pessoais de Rafael e Jefferson, o que torna a história ainda mais especial. “Logo que o roteiro e os esboços me iam sendo apresentados, tive uma sensação: os dois colocaram o coração naquelas cenas”, escreve Mauricio de Sousa em seu prefácio. “Pele me ajudará, inclusive, a corrigir uma injustiça histórica: apesar de ser um de meus primeiros personagens, o Jeremias nunca havia protagonizado uma revista sequer. E o faz, agora, em grande estilo.”

O belíssimo e emocionado texto da quarta capa é assinado pelo rapper Emicida: “A ausência de referências positivas nos rouba o direito de imaginar, estabelece um teto para nossos sonhos. Minhas lágrimas correram pelo rosto ao ler Jeremias – Pele. Eu a vivi inteira tantas vezes...

Os extras da edição trazem ideias, estudos e esboços do visual dos personagens e as diversas etapas do processo de desenho e cor, que Jefferson Costa faz totalmente no digital. Estudos da capa, um histórico dos personagens e a biografia dos autores complementam o material.

Graphic MSP

Graphic MSP é uma linha de publicações que derivou do projeto MSP 50 – Mauricio de Sousa Por 50 Artistas, que começou em 2009, para comemorar o cinquentenário de carreira do criador da Turma da Mônica. O sucesso de público e crítica foi tamanho, que vieram mais dois livros: MSP + 50 – Mauricio de Sousa por Mais 50 Artistas (2010) e MSP Novos 50 – Mauricio de Sousa Por 50 Novos Artistas (2011).

Como ficou claro que os personagens de Mauricio de Sousa permitiam voos ainda mais ousados, surgiu o projeto Graphic MSP.

A primeira Graphic MSP foi Astronauta – Magnetar, de Danilo Beyruth, lançada em outubro de 2012. Na história, o personagem criado por Mauricio de Sousa ganha uma releitura ousada, em que fica “náufrago” no espaço e luta, não apenas pela sua sanidade mental, mas principalmente pela vida.

A segunda, que saiu em junho de 2013, foi Turma da Mônica – Laços, de Vitor e Lu Cafaggi. Na trama, o Floquinho, o cachorro do Cebolinha, desaparece, deixando o garoto deprimido. É quando Cascão, Mônica e Magali decidem encontrar o cão. Juntos, eles vivem uma aventura em que superarão diversos perigos graças à amizade que os une.

Depois, vieram Chico Bento – Pavor Espaciar, de Gustavo Duarte; Piteco – Ingá, de Shiko; Bidu – Caminhos, de Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho; Astronauta – Singularidade, de Danilo Beyruth; Penadinho – Vida, de Paulo Crumbim e Cristina Eiko; Turma da Mônica – Lições, de Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi; Turma da Mata – Muralha, de Artur Fujita, Roger Cruz e Davi Calil; Louco – Fuga, de Rogério Coelho; Papa-Capim – Noite Branca, de Marcela Godoy e Renato Guedes; Mônica – Força, de Bianca Pinheiro; Bidu – Juntos, de Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho; Astronauta – Assimetria, de Danilo Beyruth; Chico Bento – Arvorada, de Orlandeli; Capitão Feio – Identidade, de Magno Costa e Marcelo Costa; eTurma da Mônica – Lembranças, de Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi.

Todas foram sucesso de público e crítica e, em 2013, Astronauta – Magnetar foi publicado, pela Panini, em cinco países da Europa: Itália, França, Espanha, Portugal e Alemanha. Em 2017, Bidu – Caminhos e Penadinho – Vida foram lançados na França pela Vents D’Ouest e pela Glénat, respectivamente.

Além disso, Turma da Mônica – Laços está sendo adaptada para o cinema em longa-metragem em live-action dirigido por Daniel Rezende (Bingo – O rei das manhãs) e o Astronauta dasGraphics MSP ganhará uma série animada, que foi anunciada na Comic Con Experience, em dezembro de 2017.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções
A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é uma empresa que produz histórias em quadrinhos no Brasil há mais de 59 anos e é responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. Na área editorial, a empresa já lançou mais de 400 títulos até hoje, e detém mais de 80% do mercado de histórias em quadrinhos do Brasil. A companhia é responsável pela criação de 400 personagens, que já venderam mais 1,2 bilhão de revistas, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros. A MSP investe em tradição com inovação e produz conteúdos disponíveis em várias plataformas com a mais alta tecnologia, aliando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, a MSP trabalha com uma média de 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 3 mil produtos.

Sobre a Panini
O Grupo Panini, estabelecido há mais de 57 anos com  fábricas em Modena na Itália e no Brasil e subsidiárias em toda a Europa, América Latina e Estados Unidos, é líder mundial no setor de colecionáveis e líder em publicações de quadrinhos, revistas infantis e mangás na Europa e na América Latina. A empresa possui canais de distribuição em mais de 130 países e emprega uma equipe de mais de 1.200 pessoas.
Leia Mais ►

Continue lendo...

Dia Nacional do Livro

Dia Nacional do Livro Infantil

Data incentiva a literatura infantil na vida dos pequenos

Dia Nacional do Livro Infantil é comemorado amanhã, 18 de abril. A data não foi escolhida ao acaso: trata-se de uma justa homenagem a Monteiro Lobato, escritor que, como poucos, dedicou-se à literatura infantil no Brasil.

Monteiro Lobato foi o primeiro escritor da literatura infantojuvenil a perceber a necessidade de inserir nas histórias para as crianças e os jovens elementos da cultura nacional, como os costumes do povo do interior e as lendas de nosso folclore.

Mais do que lembrar e celebrar a data, é fundamental que a literatura infantil seja divulgada, para que possa, então, tornar-se uma realidade na vida dos pequenos.

Para este dia a autora Elisabete da Cruz , que acaba de retornar do maior evento literário de Bologna voltado aos segmentos infantil e juvenil, indica alguns livros que proporcionam além de viagens e aventuras para lugares que estão além da imaginação, muito aprendizado. 




BIOMILDA, DIÁRIO DE VIAGEM
Biomilda conhecia o mundo quase todo lá do alto, junto com seu inseparável modelo 14 Bis amarelo, que pilotava como ninguém.  
Nesta viagem, preparou um roteiro para visitar os primos Amazoneia, Caatinguelé, Cerradito, Pantaneiro, Matilda Atlantica e Pampaleão.  
Como de costume, registrou tudo em seu diário e juntos vamos dar uma espiadinha para saber como foram estes dias tão encantadores, regados a cores, sabores e uma infinidade de sensações. 
Temas disparadores: Biomas brasileiros, cultura regional, geografia, ciência e natureza. 
INDICAÇÃO: Leitor e leitor fluente.



EU E MEU AMIGO CURUMIM
Vê aquelas aves? Vê aquelas árvores? Vê as cores das flores? Vê os frutos nos pés? Vê ao seu redor? Nada é igual.   Mas, se nada é igual, por que nos incomodamos com as diferenças? 
Coragem e determinação não faltarão para Abyatá conhecer uma cultura diferente e principalmente aprender que somos muito mais do que nossos olhos podem enxergar. 
Temas disparadores: Bullying, diversidade cultural, inclusão, coragem e amizade. 
INDICAÇÃO: Pré-leitor e leitor.



MEU AMIGO FLIP
Nem tudo acontece do jeitinho que a gente quer... Mas, quer saber? Sinceramente, acho que cada momento é valioso e eterno em nossas vidas, e que o mais importante é cultivar verdadeiros amigos, assim como meu amigo Flip. 
Temas disparadores: Perdas, superações, resolução de conflitos, educação socioemocional, amizade. 
INDICAÇÃO: Leitor fluente.  



MÃOS NA TERRA
Godoberto sentou-se embaixo do pé de manga e, de repente, uma fruta madura caiu em sua cabeça. No susto, deu um pulo que chacoalhou suas ideias e pensou em como poderia ajudar as crianças a descobrir os sabores de uma alimentação nutritiva.  
Com certeza foram experiências inesquecíveis, e a visita à fazendinha fez toda a diferença. E você? Quer contribuir com o Godô? Então comece colocando suas mãos na terra. 
Temas disparadores: Alimentação saudável, valorização do trabalho, educação ambiental, agricultura familiar, leguminosas e amizade.   
INDICAÇÃO: Pré-leitor e leitor fluente.  

 Livros a venda no site da autorawww.ecruz.com.br

Sobre a Autora
Elisabete da Cruz é pedagoga, especializada em educação transdisciplinar e mais uma porção de cursos sobre o prazer de aprender. Hoje diretora da Eloin, empresa de projetos pedagógicos, carrega a educação pela experimentação como seu principal ingrediente.   
Em sala de aula, sempre buscou maneiras criativas de ensinar. Gostava de se fantasiar, provocar a curiosidade e aguçar o prazer do aprendizado nos alunos de forma lúdica e divertida.  
E ao tornar-se autora, procurou transmitir em suas histórias esta mesma essência do aprender brincando.
Leia Mais ►

Continue lendo...

Bordeaux e seus Grands Crus Classés

Livro brasileiro “Bordeaux e seus Grands Crus Classés” é premiado na França e vai disputar a final do Gourmand Awards na China

 O livro, editado pela Labrador, é do médico e apaixonado por vinhos Leonardo Baruki, que visitou 56 vinícolas de Bordeaux


11 de abril, São Paulo, Brasil - Publicado pela editora Labrador, o livro Bordeaux e seus Grands Crus Classés - a história dos melhores vinhos do mundo, do autor brasileiro Leonardo Baruki, se prepara para disputar a final do prêmio Gourmand Awards, da Gourmand International, em Yantai, na China, depois de receber o prêmio, na França, como melhor livro sobre vinhos franceses lançados no Brasil, em 2017.

O livro nasceu a partir do interesse de Baruki pelos vinhos da região Bordeaux, que são seus favoritos. Para escrever Bordeaux e seus Grands Crus Classés - a história dos melhores vinhos do mundo, Leonardo Baruki visitou, entre 2014 e 2015, 56 das 61 vinícolas de Bordeaux, durante cinco viagens para a região. “Sempre gostei muito de ler, e percebi que não existia um livro que contasse a história dos ‘Grands Crus Classes’. Por isso tive a ideia de escrever um livro que abordasse a história destas vinícolas”, comenta o autor, que levou para o livro os aspectos atuais de produção, suas impressões sobre as safras provadas por ele e indicações dos cinco melhores Châteaux para se visitar em Bordeaux.

Após a sua publicação, em agosto de 2017, o livro foi indicado para disputar o prêmio Gourmand Awards, da Gourmand International - associação baseada na França que todos os anos premia livros, blogs, sites, revistas e programas de tv relacionados à gastronomia.

Sobre Leonardo Baruki:
Médico apaixonado por vinhos, se dedica há mais de uma década em estudos, viagens, visitas à vinícolas e, claro, em tomar grandes vinhos em boas companhias.

Sobre a Editora Labrador:
Com a missão de incentivar e assessorar as pessoas a tornarem públicas suas ideias e histórias por meio de livros, nasceu a Editora Labrador em julho de 2016. Idealizada e fundada pelo sócio-diretor da editora Contexto, Daniel Pinsky, a Labrador é uma editora de autopublicação que atende o autor em todas as etapas do processo de publicação de um livro, contemplando a publicação, divulgação e distribuição, que são realizadas por profissionais especializados em edição, marketing e gestão. A Editora Labrador distribui os livros físico e digital em lojas como Amazon, Livraria Cultura, livraria Saraiva, Google Livros, IBook e Kobo.
Leia Mais ►

Continue lendo...

Dia Nacional do Livro Infantil

http://cpanel0114.hospedagemdesites.ws/~editoradobrasil/wp-content/uploads/e_doce_mesmo_capa_aluno-1-copy-2z24hackyp64slc26cqhoq.jpg

 No dia 18 de abril é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil, dia que marca o aniversário de nascimento do precursor do gênero no país, o escritor Monteiro Lobato, autor da famosa frase que sintetiza quão fundamental pode ser a literatura no desenvolvimento das crianças - “Ainda acabo fazendo livros onde as nossas crianças possam morar”.

Para a ocasião, selecionamos uma opção de livro da Editora Brasil como sugestão de pauta para o tema.Trata-se de É Doce Mesmo, da autora Renata Bueno. Na obra, a autora mostra que até mesmo os personagens mais doces têm um lado amargo.

Renata Bueno é arquiteta e artista plástica. Já participou de exposições coletivas e individuais em galerias de São Paulo e da França. Como autora e ilustradora já lançou diversos livros. Pela Editora do Brasil publicou as coleções Não é a mesma coisa?,em parceria com Sinval Medina, e Recortando Histórias, em parceria com Fernando de Almeida e Mariana Zanetti, e também o livro Poemas Problemas, com o qual foi vencedora do Prêmio Jabuti 2013 na categoria Didático e Paradidático.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Autopublicação

Editora Labrador se diferencia no mercado de autopublicação 
com serviços de edição, divulgação e distribuição

Com o foco na qualidade de suas publicações e no atendimento ao autor, 
a editora completa dois anos em 2018




Primeira editora de autopublicação premium do Brasil, a Labrador oferece a autores das mais diversas áreas a possibilidade de publicar seu livro com qualidade editorial e ainda vê-lo disponível em grandes lojas físicas e digitais, como Cultura, Saraiva, Livraria da Vila, Amazon, Travessa e Apple.

Fundada em julho de 2016 por Daniel Pinsky, sócio da Editora Contexto, a Labrador veio para suprir uma carência do mercado editorial brasileiro. “Conheci muitos autores que, sem querer depender do interesse e do prazo de uma editora comercial, me pediam indicação de uma editora de autopublicação. Mas a verdade é que eu não me sentia confortável para indicar nenhuma empresa”, conta Pinsky.

O motivo disso era simples: nenhuma oferecia uma solução completa aos autores, com serviços editorial e gráfico de qualidade, além de ampla divulgação e distribuição.

E assim nasceu a Labrador e seu modelo de autopublicação premium. Nela, o autor encontra um atendimento de alto nível desde o primeiro contato. Ao solicitar um orçamento para seu livro, seja ele de ficção ou de não ficção, recebe um projeto editorial personalizado, tendo em vista as características da obra e seus objetivos específicos.

A partir daí, o livro vai para as mãos do departamento editorial e recebe todos os cuidados relacionados a texto e a arte. O autor pode acompanhar de perto cada etapa da produção de sua obra, participando da escolha da capa, do projeto gráfico do livro e até mesmo do tipo de papel a ser utilizado.

Com o livro publicado, divulgado e devidamente distribuído para as maiores livrarias físicas e digitais do país, a Labrador continua cuidando da reposição do estoque e pensando em novas parcerias que melhorem a divulgação e alavanquem a venda dos exemplares. Em 2017, por exemplo, as publicações foram inscritas em diversos concursos literários e disponibilizadas na Biblioteca Virtual.

Acesse:

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamento

Livro Espiritismo Judaico será lançado
 na livraria da Vila no dia 28 de março 

A obra, editada pela Labrador, é da autora e pesquisadora 
Andréa Kogan orientada por Luiz Felipe Pondé



Judeu também pode ser espírita? Esta é uma entre dezenas de reflexões impressos no livro Espiritismo Judaico, escrito por Andréa Konga e editado pela Editora Labrador.

Doutora em ciência da religião, sob a orientação de Luiz Felipe Pondé, Andréa escreveu Espiritismo Judaico a partir de um percurso teórico e empírico, revelando o encontro entre o judaísmo e o espiritismo na cidade de São Paulo. 

Estes judeus, mais precisamente ashkenazim do Leste Europeu, chegaram ao Brasil a partir da Segunda Guerra Mundial e, algum tempo depois, tiveram contato com o espiritismo a partir de uma sensível experiência pessoal. Praticaram periodicamente uma tradição kardecista, que é o “evangelho no lar”, e Andréa Kogan frequentou muitas destas reuniões a fim de construir sua fundamentação empírica. 

A autora discorre desde o início do livro, sobre suas primeiras reflexões sobre “o que é espiritismo”, como judeus podem ser espíritas e expõe o momento em que percebeu a necessidade de um estudo aprofundado sobre o judaísmo não somente com um viés histórico, antropológico ou sociológico, mas sim filosófico. Para Luiz Felipe Pondé, “trata-se de um exemplo do que há de melhor em estudos de religião no Brasil nos últimos anos”.

Sobre Andréa Kogan: é pesquisadora do Núcleo de Estudos em Mística e Santidade (NEMES) da PUC-SP, no qual desenvolve pesquisas sobre judaísmo contemporâneo há 4 anos. Formada em Língua e Literatura Inglesa pela PUC-SP, é mestre em Turismo pela Unibero e doutora em Ciência da Religião pela PUC-SP, sob orientação de Luiz Felipe Pondé. É tradutora e proprietáriada BK Idiomas, que presta serviços de tradução e revisão e oferece cursos de português e inglês sob medida.

Sobre a Editora Labrador: com a missão de incentivar e assessorar as pessoas a tornarem públicas suas ideias e histórias por meio de livros, nasceu a Editora Labrador em julho de 2016. Idealizada e fundada pelo sócio-diretor da editora Contexto, Daniel Pinsky, a Labrador é uma editora de autopublicação que atende o autor em todas as etapas do processo de publicação de um livro, contemplando a publicação, divulgação e distribuição, que são realizadas por profissionais especializados em edição, marketing e gestão.

A Editora Labrador distribui os livros físico e digital em lojas como Amazon, Livraria Cultura, livraria Saraiva, Google Livros, IBook e Kobo.

Serviço:
Lançamento do livro Espiritismo Judaico
Quando: 28/03/2018
Horário: 18h30 às 21h30
Onde: Livraria da Vila do Shopping Higienópolis
Endereço: Avenida Higienópolis, 618.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamento

Paula Valéria Andrade lança livro de poemas “Amores, líquidos e cenas”

Lançamento terá sessão de autógrafos e sarau de poesia e música na Livraria da Vila


No dia 28 de março acontecerá o lançamento do novo livro de poemas de Paula Valéria Andrade, “Amores, líquidos e cenas”. Além da sessão de autógrafos, o evento também conta com um sarau de leituras dramáticas da obra e show musical de voz e violão. Encontro será na Livraria da Vila, na Alameda Lorena, 1731 – São Paulo – SP, a partir das 19h.

Em seu livro, Paula Valéria faz uma compilação de seus poemas desde 2009 até 2016, juntando poesia, filosofia e cinema, com uma temática pessoal e inspirada em suas experiências. Do título, “Amores” se refere à poesia, a percepção da autora perante o universo de outros autores e as fusões de suas vivências íntimas e amorosas. “Líquidos” traz na palavra, a simbologia plena da filosofia de Zygmunt Bauman, na qual para ele: vivemos tempos líquidos. E “Cenas” são referências, retratos, fotografias, sombras, contornos e imagens das vivências das relações, e traz junto, o lado de diretora de arte de cinema e áudio visual da artista.

Cada poema ainda conta com ilustrações feitas pelos artistas visuais convidados, Guto Lacaz, Bete Nobrega, Celso Gitahy e Simone Siss. E a caricatura de Paulo Caruso, e a fotografia de Marcelo Navarro. O projeto gráfico é de Guto Lacaz.
Lançado pela Editora Laranja Original, o livro tem prefácio do poeta e doutor em Literatura na USP, Claudio Willer.

Durante o sarau, a leitura dramática será feita por: Claudio Willer (poeta), Suia Legaspe (atriz), Marcelo Navarro (fotógrafo), Bebel Ribeiro (atriz), Flavio Marin (ator e diretor), Bete Nóbrega (grafiteira), Paulo Caruso (cartunista) e Paula Valéria. As apresentações musicais serão realizadas por Branca Lescher, na voz, e Edinho Almeida, no violão.

Sobre Paula Valéria de Andrade
Professora de Pós Graduação no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e autora de livros. Paula tem o total de 17 obras publicadas, entre poesia, antologias, livros infantis e um livro didático sobre arte e tecnologia. A autora tem prêmios Jabuti, APCA e conquistou o 1º lugar na categoria Literatura Infantil do concurso internacional Amor & Amore, da Associação Cultural Internacional Mandala (A.C.I.MA), da Itália em 2016. A escritora também foi premiada durante o Salão Internacional do Livro de Turim, na Itália.

Serviço:
Amores, Líquidos e Cenas
De Paula Valéria Andrade
Editora Laranja Original
ISBN: 978-85-92875-24-4
Formato: 20 x 1 x 25 cm
Número de páginas: 128
Preço: R$ 30,00
Onde Encontrar: Livraria da Vila

Lançamento:
Dia: 28 de março de 2018
Horário: a partir das 19 horas
Local: Livraria da Vila


Leia Mais ►

Continue lendo...

Feira Internacional

Autora Brasileira participa da “Bologna Children's Book Fair”

Na ocasião serão divulgados seus livros e o projeto Expedição Literária



A autora Elisabete da Cruz embarca esta semana para Itália para visitar a Feira de Bolonha, importante evento anual do setor literário voltado aos segmentos infantil e juvenil, que será realizado de 26 a 29 de março.

A autora marcará presença no evento divulgando seus livros. O primeiro livro chamado Meu Amigo Flip, aconteceu a convite da Editora Trilha das Letras, em 2015, e foi  um verdadeiro sucesso. Em 2016 vieram  “Crianças de cá e crianças de lá”, com pré-lançamento na Frankfurt Book Fair, a maior feira literária do Mundo e  em 2017 “Mãos na terra” viajou para a Bologna Children´s Book Fair, ambos pela  Cria editora. “Biomilda- Diário de viagem”, “Eu e meu amigo curumim” e “Cor de pele”  em 2017, chegaram preparados cuidadosamente pelas mãos habilidosas da  editora Suinara e conquistaram alunos e educadores. Ainda nesta editora para 2018, as temáticas relevantes para o processo de educação em edição: “Cor de pele”“Família monetária”, “Ninho de cobra” (abraçando os valores) e “Quem sou eu” (sobre as profissões). Em preparação: “Muzunga” “Bolas do mundo”.

Elisabete faz questão de transformar seus livros em “projetos”, o mais recente, “Expedição Literária”, possui uma maneira diferente de trabalhar o incentivo a leitura e será apresentado  por ela na Feira, aproveitando a presença de editores, agentes literários, bibliotecários, autores e ilustradores de todo mundo. 

Queremos fomentar o despertar do hábito pela leitura e incentivar a formação de leitores acompanhados de orientação, para isso, mensalmente selecionamos livros cuidadosamente para os educadores utilizarem em diferentes faixas etárias”, conta a autora e pedagoga.

Sabendo do grande desafio dos professores da educação básica em ensinar a leitura para os alunos, não só a decifrar letras, e sim a ter o hábito de ler, o projeto proporciona um repertório diferenciado para os educadores. Elisabete da Cruz realizará visitação a livrarias, escolas e bibliotecas também.

Sobre a Feira:
A Feira Internacional do Livro infantil e juvenil de Bolonha (Bologna Children's Book Fair) é um evento literário realizado anualmente em Bolonha, na Itália, e é dedicada à literatura infantojuvenil.  Reúne editores, agentes literários, bibliotecários, autores e ilustradores de todo mundo. Durante o evento, a cada dois anos, são anunciados os ganhadores do Prêmio Hans Christian Andersen e do Prêmio Memorial Astrid Lindgren. A edição de 2014 teve o Brasil como país homenageado, apresentando a exposição Brasil: Incontáveis Linhas, incontáveis histórias.

Sobre Elisabete da Cruz : é educadora, autora, empresária e produtora executiva na área de projetos culturais, educativos e de entretenimento, envolvendo públicos de todas as idades. Destaca-se em sua carreira pela concepção, produção e apresentação do programa “Educação que Bicho é esse?”, da TV UOL, um dos pioneiros do segmento via web. Também foi responsável pela criação e implementação do Parque de Vivências Explora Mundi, onde realizou Festivais multiculturais de relevância ímpar para a educação. Projetos  renomados como  os Festivais  Indígena  Ymãguaré Ayguá e África Mundi,  Viajando pelo Mundo que Brinca, Uma viagem pelos Biomas brasileiros, O folclore nos cinco cantos do Brasil,  Sustentabilidade e Literatura & Brincadeiras, também fazem parte de seu currículo.  Com formação acadêmica em Pedagogia e especialização em Educação Transdisciplinar, atualmente presta consultoria de negócios para várias regiões do Brasil e é diretora executiva da Eloin – Educação pela Experimentação, uma empresa especializada em roteiros e projetos pedagógico. 

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Inovação

Mauricio de Sousa Produções ilustrará nova 
revista de Osamu Tezuka, grande mestre do universo mangá

“A noite da princesa”, inspirada nas histórias “A Princesa e o Plebleu” e “A Princesa e o Cavalheiro”, fará parte de uma nova série de mangá em homenagem aos 90 anos do desenhista japonês

Mauricio de Sousa Produções (MSP) participará da nova coleção de revistas de mangá Tezuka Mix, que será lançada no Japão, no dia 30 de abril, em homenagem aos 90 anos do desenhista japonês Osamu Tezuka. A MSP ilustrará a nova série intitulada “A noite da princesa”, que é a junção de duas narrativas: do filme “A Princesa e o Plebeu” e do mangá “A Princesa e o Cavalheiro”.

Na nova história, a princesa Anne, protagonista do filme, atua como a princesa Safiri, e se envolverá em batalhas com o anjo Tink e a diabólica Heckett, personagens do mangá.

Essa será a segunda colaboração entre Mauricio e Osamu, ideia que nasceu de uma amizade e promessa entre eles de trabalharem juntos. Em 2012, a MSP lançou uma revista na qual os personagens da Turma da Mônica e do Astro Boy (criação de Osamu) se unem para proteger a floresta Amazônica do desmatamento e da destruição do meio ambiente.

Idealizada pela Tezuka Productions e lançada pela Editora Micromagazine, a série “A noite da princesa” contará com seis volumes, com capítulos lançados a cada dois meses, começando em maio.

A revista Tezuka Mix também contará com a participação de outros cartunistas japoneses e franceses, como Hiroyuki Takei, que criará uma nova obra com base no AstroBoy, e Shiriagari Kotobuki, que fará uma paródia de ¨Embaixador Magma - Vingadores do Espaço¨ (Magma Taishi), cada qual com uma história completa. Ainda haverá publicação em série de uma coluna sobre mangá de Takafumi Horie.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções
A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é uma empresa que produz histórias em quadrinhos no Brasil há mais de 59 anos e é responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. Na área editorial, a empresa já lançou mais de 400 títulos até hoje, e detém mais de 80% do mercado de histórias em quadrinhos do Brasil. A companhia é responsável pela criação de 400 personagens, que já venderam mais 1,2 bilhão de revistas, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros. A MSP investe em tradição com inovação e produz conteúdos disponíveis em várias plataformas com a mais alta tecnologia, aliando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, a MSP trabalha com uma média de 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 3 mil produtos.


Fonte:assessoria de imprensa 
Leia Mais ►

Continue lendo...

Siga-me por Email