Lançamento - O Deputado – ou o cinismo

Psicólogo lança livro sobre o 
cinismo na política brasileira


O psicólogo e professor José Ernesto Bologna bate um papo com Afonso Borges, nesta quinta-feira (9), às 19h30, no Auditório Mater Dei, em Belo Horizonte, sobre seu novo livro "O Deputado – ou o cinismo".

Dono de um intenso estilo pessoal, o autor propõe uma narrativa empolgante, que expõe o subterrâneo espaço moral do nosso tempo.

Na trama, um deputado, modelo do mais absoluto cinismo, é sequestrado e levado para uma caverna, onde seus únicos contatos são uma figura obscura, que se anuncia como condutor de um experimento psicológico e moral, e sua assistente, que possui o poder de ler pensamentos e sentimentos.

Da prosa ao verso, da psicologia à filosofia, da ética à política, da intolerância à compreensão, na obra Bologna analisa a necessidade do equilíbrio entre liberdades e limites, estimulando a educação para a cidadania e o aprimoramento do Estado de Direito.

Serviço
Lançamento do livro "O Deputado – ou o cinismo", de José Ernesto Bologna
Local: Auditório do Mater Dei
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 2.700
Data: quinta-feira, dia 09/11.
Horário: a partir das 19h30.


Sobre o autor
José Ernesto Bologna é psicólogo de formação e entre outras atividades atua como professor na Fundação Dom Cabral. Bologna é autor de livros como "O Mundo é um Palco – Shakespeare 400 anos: um olhar brasileiro" (2016, Edições de Janeiro), "Diálogos Criativos – Domenico De Mais; Frei Beto" (2008, Sextante), "Estação Desembarque – Referências Existenciais para o Jovem Contemporâneo" (1999, Aquariana), entre outros.



Ficha técnica
Número de páginas: 272

Preço: R$ 74,00
Ano de publicação: 2017
Editora: Edições de Janeiro
Área: Ficcção; Suspense; Política; Ética; Psicologia
Leia Mais ►

Continue lendo...

Cultura - Feira Miolinho(s)

Feira Miolinho(s) terá publicações independentes 
para crianças e espaço para leitura


Em sua 4ª edição, maior feira de publicações independentes do Brasil espera receber 10 mil pessoas no próximo sábado

Na expectativa de receber mais de 10 mil visitantes no próximo sábado, 11.11, a feira Miolo(s) expandiu seu público e está dedicando parte de seu espaço na Biblioteca Mário de Andrade para os pequenos.

As crianças que acompanharem seus pais ao maior evento de publicações independentes do país, contarão com uma seleção de editoras independentes voltadas ao público infantil e um espaço destinado especialmente aos pequenos. Serão almofadas e chão emborrachado para curtir as leituras e atividades direcionadas e eles durante todo o dia.

Além de dez editoras com trabalhos para os pequenos, haverá uma palestra às 15h sobre o que um livro pode despertar nas crianças pela arte-educadora Camila Feltre, que desenvolve pesquisa com livros que exploram a sua materialidade.
Às 11h30 acontece uma leitura para crianças com teatro de papel japonês, o BURTOPELO-no-KAMISHIBAI. Apresentação d tradicional teatro de papel japonês com duração de 22 minutos, contará a história do bicho-papão Bartolo Burtopelo, através de pranchas ilustradas.Durante o encontro, um breve histórico da técnica empregada por monges budistas, a partir do século VII a.C., a origem dos burtopelos espanhóis e comparação entre as imagens feitas para o livro e sua adaptação para um novo suporte.

Também às 15h acontece uma oficina de Pombos de Papel, a partir da leitura do livro ilustrado Os Pombos de Inês, que conta a história de uma senhora que detestava pombos, mas que se vê obrigada a conviver com dez deles. Com o passar do tempo, esse convívio acaba ajudando-a a lidar com seus medos e apreciar os pequenos afetos cotidianos.
A Miolo(s) reúne editoras, coletivos e artistas produtores de publicações que transitam entre artes visuais e literatura. O público tem a oportunidade de ter contato direto com pessoas envolvidas na criação dos impressos, que assumem forma de livro, pôster, fanzine, revista, jornal, entre muitos outros.

Na sua quarta edição, a Feira Miolo(s), uma das mais tradicionais feiras de editoras alternativas do País, vai receber em torno de 160 editores - número 50% maior que o ano anterior - e ocupará novos espaços da Biblioteca. Somado às áreas do térreo, haverá expositores no 1º e 2º andares.

O editor-impressor-artista inglês Morris Cox (1903-1998) ganhará uma mostra inédita no Brasil durante a Feira. Criador da Gogmagog Press, o artista fez ousadias gráficas ao longo de sua vida, como usar crânio de passarinhos para imprimir. Com entrada gratuita, a exibição é organizada por Gustavo Piqueira, autor e designer com mais de 400 prêmios internacionais.

Serviço Feira Miolo(s)
Data: Sábado, 11 de novembro de 2017
Horário: Das 11h às 23h
Local: Biblioteca Mário de Andrade (BMA)
Endereço: Rua da Consolação, 94 - Centro - São Paulo/SP (Acesso pelas estações Anhangabaú e República do Metrô)
Entrada: Gratuita
Não possui estacionamento
Classificação Etária: Livre
Serviço Miolinho(s)

11/11/2017, durante todo o dia:
- Leitura para crianças com teatro de papel japonês às 11:30.Duração: 22 minutos e não há limite de participantes
- Oficina de Pombos de Papel às 15h. 10 vagas, por ordem de chegada
- Palestra com a arte-educadora Camila Feltre às 15h. Tema: "O que um livro desperta nas crianças?"

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Cultura - 2ª edição do Prêmio IPL - Retratos da Leitura

Instituto Pró-Livro apresenta os finalistas da 
2ª edição do Prêmio IPL - Retratos da Leitura


Premiação acontece no dia 04 de dezembro, em São Paulo, 
e reunirá vencedores, especialistas e representantes das entidades do livro

Instituto Pró-Livro - IPL criado pelas entidades do livro – ABRELIVROS, Câmara Brasileira do Livro (CBL) e Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), que desde o início das suas atividades, em 2007, propõem iniciativas exitosas visando fomentar a leitura, difundir o livro e transformar o Brasil em um país de leitores, tem o prazer de apresentar os finalistas da segunda edição do Prêmio IPL - Retratos da Leitura.

O principal objetivo da premiação é promover e difundir experiências para que ganhem amplitude e investimentos, orientem políticas públicas e inspirem outras iniciativas pelo Brasil. O Prêmio tem por finalidade, também, reconhecer e homenagear organizações que promovem práticas de fomento à leitura.

 “De acordo com a Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, o país é constituído por 56% de leitores com cinco anos ou mais* – ou seja, 104,7 milhões de leitores”, comenta Zoara Failla, coordenadora da pesquisa. “Temos ainda muito a fazer para que os 44% de não adeptos possam descobrir o prazer de ler. Além desse amplo diagnóstico sobre a situação da leitura no país, o IPL espera, com o Prêmio, identificar e  criar soluções para ampliar o número de leitores no Brasil”.

Embora o prêmio seja muito novo - ainda não completou um ano desde o seu lançamento – já tem mostrado bons resultados para o Instituto Pró-livro: atingindo na Plataforma Pró- Livro (site que mapeia e recebe os cadastros dos projetos) mais de 10 mil acessos durante o mês de inscrições; 300 usuários com projetos cadastrados na Plataforma e 114 projetos HABILITADOS (atenderam ao Regulamento e às Categorias definidas) para concorrer ao Prêmio.

A Comissão de avaliadores que selecionou os finalistas foi formada por especialistas representando as categorias do Prêmio: Dolores Prades (Revista Emília - premiada 1ª edição), Iracema Santos do Nascimento (USP- Literatura/formação Leitora e consultora do Prêmio UNICEF), Janine Durand (colaboradora do Instituto C&A), Roberto Catelli (Ação Educativa), Alex Criado (jornalista- professor universitário -USP), Volnei Canônica (Instituto Quindin) e Zoara Failla (coordenação do IPL).

“Nesta segunda edição também serão homenageados os projetos que, segundo os especialistas, atenderam aos principais critérios que orientaram essa indicação, como: reconhecimento, relevância, abrangência, continuidade, história e inovação”, afirma Zoara Failla.

Conheça os finalistas (em ordem alfabética) por Categoria:

Cadeia Produtiva:
ü  A Literatura no Cárcere – A formação do eu – Giostri Editora LTDA - São Paulo/SP;
ü  Programa de leitura Adote um Escritor - Câmara Rio-Grandense do Livro - Porto Alegre/RS;
ü  Carrinho de livros – Solisluna Design Editora - Lauro de Freitas/BA;
ü  Festa da palavra – Caleidoscópio - Lagoa dos Gatos/PE;
ü  Jornal Joca – Editora Magia de Ler Ltda - São Paulo/SP;
ü  Ler pra ver – formação e ampliação de público - LER & CULTIVAR Editora Ltda. ME - Niterói/RJ;
ü  No caminho tem um livro, Editus - Editora da UESC, Ilhéus/BA;
ü  Rodas de conversa – Cortez Editora e Livraria LTDA – São Paulo/SP

Categoria ONGs:
ü  Círculos da leitura - Instituto Fernand Braudel - São Paulo/SP
ü  Coleções regionais – A Cultura brasileira em suas expressões - Fundação Dorina Nowill para Cegos - São Paulo/SP
ü  Conecta Biblioteca – Recode - Rio de Janeiro/RJ
ü  Espaço de leitura – razão social: Instituto Nova União da arte – São paulo/ SP
ü  Festa Literária de Minas Gerais – FLIMINAS - Associação Cavaleiros da Cultura - Rio Novo/MG
ü  Passaporte para o futuro - Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais / Banco de Livros - Porto Alegre/RS
ü  Programa loucos por leitura - Associação Clube Osquindô - Mariana/MG
ü  Projeto trilhas - Instituto Natura - São Paulo/SP
ü  Sábado literário - Instituto Cultura Queremos Fazer - Rio de JaneiroRJ
ü  Tô na rede Pará - Instituto de Políticas Relacionais - São Paulo/SP
ü  Viagem literária - SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e leitura - São Paulo/SP

Categoria Mídia:
ü  A menina que indica livros – São Paulo/ SP
ü  A Taba - Leitura em rede livros - São Paulo/SP
ü  Blog do Galeno - Instituto Ideall - Ribeirão Preto/SP
ü  Era outra vez - Folha de S.Paulo - São Paulo/SP
ü  Programa autores e livros - Rádio Senado - Senado Federal - Brasília/DF
ü  Quarta Capa - PUC TV Minas - Belo Horizonte/MG
ü  Revista Quatro Cinco Um - Associação Quatro Cinco - São Paulo/SP

Categoria Bibliotecas:
ü  Anjos da leitura – Centro Comunitário de Brejo Santo / CE
ü  Bibliotecajuda – Associação Multiculti Arraial d’Ajuda – Porto Segura/BA
ü  Desabrochar – Biblioteca Municipal Miguellina Bittencourt de Araújo – Abaetetuba/ PA
ü  Escola de escritores – Biblioteca Municipal Murilo Mendes – Juiz de Fora/ MG
ü  Leitores e mediadores em ação – Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage – Juiz de Fora/ MG
ü  Lendo com os olhos da alma - Biblioteca Municipal "Dr. Abelardo Vergueiro César" - Espírito Santo do Pinhal/SP
ü  Ler é legal – Ministério Público do Distrito Federal e Territórios – Brasília/ DF
ü  Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura - Prefeitura Municipal de Parnamirim/ Parnamirim/RN
ü  Programa Prazer em ler - RNBC - Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias- Salvador/BA
ü  Projeto remição da pena pela leitura – Biblioteca Pública Municipal Professor Romeu Ulysséa – Laguna/SC
                                                                                                         
O evento de Premiação para entrega de Selo a todos os finalistas e de Troféu a três premiados por Categoria, vai acontecer dia 04 de dezembro de 2017, no Unibes Cultural, em São Paulo. Agende!

Serviço:
Prêmio IPL Retratos da Leitura (www.prolivro.org.br e www.plataforma.prolivro.org.br)
Data: 04 de dezembro
Horário: 19h00
Local: UNIBES CULTURAL -SP


Fonte: assessoria de imprensa Jô Ribes
Leia Mais ►

Continue lendo...

Dia das crianças

Que tal presentear os pequenos com livros no 
Dia das Crianças?

Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil aponta que quase 50% dos leitores afirmam terem sido presenteados com livros pelos familiares



            O Dia das crianças está chegando e os pedidos dos pequenos já começaram. As listas estão recheadas de nomes de brinquedos, não é mesmo? E os livros? Entrou algum pedido de livro na lista? Claro que as crianças podem ganhar brinquedos, mas temos estimulado o potencial leitor de nossos filhos?
            A quarta edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil – encomendada pelo Instituto Pró-Livro ao Ibope Inteligência e considerada o maior e mais completo estudo sobre o comportamento do leitor brasileiro, aponta que 33% dos leitores respondentes sofreram a influência de alguém para começar a gostar de ler. Destes 33%, 19% dos entrevistados alegaram que algum dos responsáveis ou parente influenciou seu desejo pela leitura. Percebe-se a partir destes dados que a família tem grande relevância na formação de leitores.


Retratos da Leitura no Brasil – IPL – Base: Amostra (5.012) – Pessoas que influenciaram no gosto
pela leitura.
           
            A pesquisa aponta ainda que, em relação ao hábito de leitura dos pais, 17% dos entrevistados leem com frequência, 24% leem às vezes e 53% nunca leem. Os resultados também demonstram que a relação entre a maior escolaridade dos pais de leitores quando comparada à escolaridade dos pais de não leitores. Nesta última pesquisa, apenas 12% das mães e 11% dos pais dos leitores são analfabetos. Já em relação aos não leitores, 28% das mães e 25% dos pais são analfabetos.
            A pesquisa informa que as principais formas de acesso ao livro são: compra em loja física ou pela internet 43%, presente 23% e empréstimo de algum familiar ou amigo 21%. Entre os leitores, 48% afirmam receber livros como presentes da família. Entre os que compraram livros nos últimos 3 meses, esse percentual cresce para 56%.
            Dentre os fatores que influenciam na escolha de um livro para a leitura, foram citados: tema ou assunto (30%), dicas de outras pessoas (11%) e o autor (12%). Já as principais razões para a leitura, foram citados: gosto (25%), atualização cultural ou conhecimento geral (19%) e distração (15%). O “tema ou assunto” influencia mais a escolha dos adultos e daqueles com escolaridade mais elevada, atingindo 45% das menções entre os que têm Ensino Superior. Já a “capa” de um livro é o principal motivo de escolha na faixa etária entre 5 e 13 anos. Nas faixas etárias correspondentes aos ciclos da escolarização básica (Ensino Fundamental e Médio), as “dicas dos professores” são as de maior peso para aqueles que estão entre os 5 e os 10 anos de idade.


Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil – IPL – Base: Leitores (2798) – Fatores que influenciam na leitura de um livro.

            De acordo com o estudo, ter um influenciador de leitura dentro de casa faz bastante diferença para criar novos leitores, crianças que crescerão com o hábito de ler. Os índices que se referem aos pais ainda são baixos, há muito a se melhorar. As políticas de fomento à leitura que o IPL promove têm como intuito proporcionar momentos literários e de estreitamento das relações entre os pais e filhos.  
            Então, que tal aproveitar o Dia das Crianças e presentear com um livro? Escolha temas que sejam do interesse do seu filho, reserve tempo para ler com ele e ajude-o a descobrir novas aventuras e aprendizados por meio da leitura.

Sobre o Instituto Pró-Livro: Instituto Pró-Livro (IPL), foi criado no final de 2006 pelas entidades do livro – Abrelivros, CBL e SNEL, com o objetivo principal de fomento à leitura e à difusão do livro. Iniciou suas atividades em 2007. Atualmente é  mantido pelas entidades fundadoras e por contribuições voluntárias de editoras.  As entidades do livro, representando a cadeia produtiva, fundaram o Instituto Pró-Livro assumindo o compromisso de responsabilidade social junto a representantes do governo e sociedade civil, para a promoção de ações de fomento à leitura, orientado pela missão de transformar o Brasil em um país de leitores. O IPL realiza periodicamente a pesquisa Retratos da Leitura do Brasil, maior e mais completo estudo sobre o comportamento do leitor brasileiro, para avaliar impactos, orientar políticas públicas do livro e da leitura, promover a reflexão e estudos sobre os hábitos de leitura do brasileiro e, desta forma, melhorar os indicadores de leitura e o acesso ao livro. www.prolivro.org.br

Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamento: Geni e o Zepelin

Zeppelin, história em quadrinhos inspirada na música "Geni e o Zepelin”, será lançada na Escola Panamericana de Arte

O lançamento do livro do ilustrador e designer gráfico,
 Ricardo Antunes, acontecerá no dia 29 de setembro

Descrição: Descrição: E:\RICARDO ANTUNES\imagens baixa\capa zep.jpg

O livro em quadrinhos “Zeppelin” será lançado no dia 29 de setembro, em São Paulo (SP), na Escola Panamericana de Arte (Unidade Groenlândia). A história é inspirada na música "Geni e o Zepelin", e conta com uma narrativa exclusivamente visual, toda em preto e branco e sem texto. A obra marca a estreia do ilustrador e designer gráfico, Ricardo Antunes no mundo dos quadrinhos.

"Zeppelin" narra a vida de uma prostituta hostilizada pelos moradores da cidade onde vive, mas que um dia poderá salvar essa cidade da destruição vinda de um zepelin. A história é uma grande metáfora sobre preconceito, ingratidão e redenção.

Durante o lançamento, o público poderá participar da sessão de autógrafos com o artista. Em dezembro, Ricardo também estará presente na ComicCon, em São Paulo, com uma mesa especial no Artist's Alley.

Publicado pela editora Reference Press/Ricardo Antunes, o projeto foi um dos vencedores do Programa de Apoio à Cultura do Governo do Estado de São Paulo (PROAC), em 2016.

O álbum em quadrinhos conta com 68 páginas e formato 30 cm X 21,5 cm em papel couché 170g.

Sobre o livro:

Zeppelin, Ricardo Antunes
Páginas: 68
Formato: 30 x 21,5 cm
Papel: couché 170gr
Preço: R$ 35


Serviço:

Lançamento na Escola Panamericana de Arte
Data:29 de setembro de 2017
Horário: a partir das 18h
Local: Escola Panamericana de Arte, unidade Groenlândia

Sobre Ricardo Antunes:

Ricardo Antunes é ilustrador, designer gráfico e editor nascido em São Paulo (SP). Durante cinco anos foi professor na Escola Panamericana de Arte e hoje é moderador no maior fórum de ilustração do País, “Ilustragrupo”. Como editor criou duas importantes publicações sobre a área, “Guia do Ilustrador” e “Ilustrar Magazine”. Em 2011 criou sua editora, a Reference Press, focada em livros de arte e ilustração. O artista já ganhou dois prêmios na HQMIX, premiação mais importante de design gráfico no Brasil.

Para outras informações:

Fonte: Way Comunicações - assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamento: O Vendedor de Sapatos

Ex- Onu lança livro “O Vendedor de Sapatos” em São Paulo

Bruno Peres, palestrante que também já atuou na Discovery Channel, 
estreia na literatura no dia 20 de outubro.

Que o sapato é indispensável no nosso dia a dia já sabemos, mas fazer dele um meio de transformar as pessoas é algo difícil de imaginar. Mas não é que o senhor Alberto consegue?

Em o Vendedor de Sapatos, conhecemos o jovem Ricardo, que depois de diversas frustrações pessoais acaba indo parar em uma viagem de carro com o seu tio-avô Alberto, um carismático senhor que vende calçados a bordo de uma Caravan 1982 .

Desacreditado que essa viagem poderia ser divertida, Ricardo caminha o tempo todo desconfiado, mas vai mudando de ideia ao compreender o que realmente vale a pena na vida e quais são os valores imprescindíveis que devemos levar em consideração, como ajudar uma criança a voltar a estudar ou ainda socorrer uma mulher em trabalho de parto no meio da estrada!

“Eu espero que esse livro seja uma viagem também para o leitor. Que ele comece de um jeito e termine de outro. Que assim como o Ricardo eles consigam refletir que todos nós somos passíveis de erros e de aprendizagem” – Bruno Peres.


Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamento: O mar de Cecília

Navegando pelo mar de Cecília

Livro da Editora do Brasil convida público infantojuvenil a navegar por labirinto de imagens, que se conectam com estrofes curtas e revelam um mar em homenagem à poesia de Cecília Meireles





Cecília Meireles, um dos grandes nomes da poesia em língua portuguesa, acaba de ser homenageada com o livro O mar de Cecília, da escritora e ilustradora Rosinha, lançamento da Editora do Brasil. “Minha intenção é convidar o leitor a conhecer a obra de Cecília e homenageá-la com um poema visual”, conta Rosinha.

Cecília escreveu três livros para os pequenos e foi considerada a responsável pela maturidade da poesia infantojuvenil. Rosinha leu um destes livros, Isto ou Aquilo, com nove anos de idade e desde então passou a conviver com os poemas de Cecília.

Para a homenagem, Rosinha criou um conceito no qual expôs suas emoções usando estrofes curtas com referências da poetisa e ilustrações apaixonantes em grafite e lápis de cor sobre papel, que pudessem ser um labirinto para levar o leitor de uma página à outra.

O processo criativo fez com que a escritora, para chegar ao texto, lesse toda a obra e percebesse a importância do mar na poesia de Cecília. “A intenção foi apresentar para a criança, os poemas que me marcaram”, diz Rosinha, que fez o texto antes das ilustrações. “Depois desse mergulho na obra, busquei um conceito que juntasse meu sentimento dessa leitura com o que estava vivendo naquele momento de criação”, conta.

Foi a partir daí que Rosinha passou a criar imagens como se fossem uma espécie de labirinto que se conecta com o texto. Segundo Rosinha, a última imagem de cada página tem uma ligação com a primeira da página seguinte, fazendo com que o leitor navegue, com suas visões, pelo Mar de Cecília.

“Assim busquei criar um poema visual que não repetisse literalmente o texto, mas que criasse uma poética que possibilitasse a imaginação do leitor”, revela Rosinha, que deixa claro: “É uma visão muito particular da obra de Cecília”.

“Faz parte do meu desejo de ilustrar alguns poetas que gosto e são importantes demais, sob meu ponto de vista. Cecília foi a primeira e espero conseguir homenagear outros”, diz a autora.

Texto e ilustrações: Rosinha
Formato: 30 cm × 15 cm
Número de Páginas: 32 páginas
ISBN: 978-85-10-06549-8
Preço sugerido: R$ 51,70

Sobre a autora:
Rosinha nasceu em Recife. Formou-se em Arquitetura, pela Universidade Federal de Pernambuco, mas depois de se apaixonar pela literatura para crianças e jovens, fechou o escritório e passou a se dedicar à ilustração. Iniciou-se na arte em 1992. Fez cursos de arquitetura, desenho e pintura, além de Literatura Infantil. Em 1994 lançou seu primeiro livro, Som Coração. Desde então, procurou pretextos para caminhar entre imagens e palavras. Em destaque, a coleção Palavra Rimada com Imagem, que ganhou vários prêmios da FNLIJ, prêmio Açorianos e o prêmio Jabuti.

Sobre a Editora do Brasil: Fundada em 1943, a Editora do Brasil atua há mais de 70 anos com a missão de mudar o Brasil por meio da educação. Como empresa 100% brasileira, foca a oferta de conteúdos didáticos, paradidáticos e literários direcionados ao público infantojuvenil. Foi fundadora da CBL, SNEL, FNLIJ, IPL e da Abrelivros. Os títulos estão disponíveis para comercialização por meio da loja virtual da Editora Brasil (http://www.editoradobrasil.com.br/lojavirtual/) ou nas lojas físicas, em São Paulo (Rua Conselheiro Nébias, 887 – Campos Elíseos, São Paulo - SP), Rio de Janeiro (Rua do Bispo, 150 - Rio Comprido-RJ) e Natal (Rua dos Caicós, 1533 – Alecrim, Natal- RN).


Fonte: Jô Ribes Comunicação - Assessoria de Imprensa 
Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamento:Que amores de sons

Que amores de sons


A Editora do Brasil acaba de lançar a obra infanto-juvenil Que amores de sons, parceria entre o escritor português Alexandre Honrado e a escritora brasileira Penélope Martins. Uma narrativa sobre uma linda história de amor recheada de onomatopeias divertidas e diferentes, que trata de forma sensível sobre o encontro de dois personagens que amam os sons, a música e as coisas simples da vida. Os cenários deslumbrantes criados pela ilustradora espanhola Nívola Uyá complementam a beleza desse livro feito para pequenos e grandes que amam singelas histórias de afeto.

No dia 23 de setembro, das 15h às 18h, na livraria NoveSete (R. França Pinto, 97 - Vila Mariana, São Paulo - SP, 04049-020) Penélope Martins apresentará a obra. O evento será aberto ao público.

Sugerimos a obra também como opção de leitura para o dia 01 de outubro, Dia internacional da música.
Leia Mais ►

Continue lendo...

Lançamento: Grandes Crimes

Livro “Grandes Crimes” lança novo olhar sobre eventos que mudaram história brasileira

Capa Grandes Crimes

A história de um país também é feita dos crimes cometidos pelos cidadãos eque provocam forte impacto na opinião pública, elevado apelo midiático e, até mesmo, influenciam nos rumos do país. São os segredos mais bem guardados de 12 crimes com grande repercussão nacional que têm os detalhes revelados no livro Grandes Crimes. A nova leitura é apresentada por alguns dos nomes mais importantes do direito nacional, entre advogados, juízes, ministros e integrantes do Ministério Público. Os autores recontam alguns dos principais crimes ocorridos no Brasil desde o início do século XX até hoje. A obra é organizada por Pierre Moreau com textos de Alice Luz, Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, Arnaldo Malheiros Filho, Celso Lafer, Eduardo Muylaert, Eros Roberto Grau, José Alexandre Tavares Guerreiro, José Paulo Cavalcanti Filho, José Renato Nalini, Luiza Nagib Eluf e René Ariel Dotti.



  

O livro Grandes Crimes será apresentado e debatido no INSPER SP, em 05 de outubro, quinta, com abertura 18h30, seguido de debate e sessão de autógrafos (Rua Quatá, 300, Vila Olímpia, SP).

São atentados políticos, como o Riocentro, ou homicídios de grande repercussão midiática, como o da atriz Daniella Perez. Há crimes de racismo, canibalismo ou de natureza passional, como o assassinato de Ângela Diniz por Doca Street, cujo julgamento mudou para sempre o modo como o direito brasileiro entende a liberdade da mulher. Os episódios de Grandes crimes são apresentados em narrativas que, sem desviarem dos fatos, lançam sobre eles um novo olhar, na qual a dimensão trágica dos eventos é observada à luz conscienciosa do direito.


CASOS E AUTORES

Doutor Smith
Por Arnaldo Malheiros Filho, criminalista e professor de Direito Penal, representou políticos e empresários em grandes casos de repercussão nacional, in memoriam.

Imigrações, mortes e malas
Por Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, criminalista, mestre em Direito Processual, presidente da OAB-SP (1987-91), atuou como secretário de Justiça (90) e de Segurança Pública de São Paulo (90/91)

Os crimes dos dois Euclides
Por Eros Roberto Grau, ministro do Supremo Tribunal Federal (04-11), doutor e livre docente pela USP, doutor honoris causa em diversas universidades e membro da Academia Paulista de Letras.

Os três canibais
Por José Paulo Cavalcanti Filho, jurista, ex-secretário-geral do Ministério da Justiça, ex-presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), consultor da Unesco e do Banco Mundial.

Choque emotivo na província
Por José Renato Nalini, jurista, desembargador aposentado e ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, atual secretário de Educação do Estado de SP.

Madrugada de agosto
Por José Alexandre Tavares Guerreiro, mestre e doutor em Direito Comercial pela USP, membro do Instituto Brasileiro de Direito Comercial Comparado e árbitro da Câmara Brasil – Canadá.

O assassinato do deputado Rubens Paiva
Por Pierre Moreau, sócio fundador do Moreau Advogados e da Casa do Saber. Membro do Conselho do Insper Direito e professor visitante da Universitat St Gallen-CH. 

Doca Street: o preço do machismo
Por René Ariel Dotti, professor de Direito Penal da UFPR, ex-presidente do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, ex-magistrado do Tribunal Regional Eleitoral do PR e coautor de anteprojetos de lei.

Investigação sobre o atentado do Riocentro
Por Eduardo Muylaert, membro do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional, ex-secretário da Justiça e da Segurança Pública do Estado de São Paulo, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de SP.

O assassinato de Daniella Perez
Por Alice Luz, criminalista especializada em Direito Penal Econômico, sócia do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) e do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD).

O caso PC Farias
Por Luiza Nagib Eluf, procuradora de Justiça do Ministério Público Paulista, ex-secretária dos Direitos da Cidadania do Ministério da Justiça e integrante da Academia Brasileira de Direito Criminal.

O caso Ellwanger
Por Celso Lafer, jurista, ex-ministro das Relações Exteriores, doutor honoris causa em diversas universidades e membro da Academia Brasileira de Letras.

Fonte: assessoria de imprensa 
Leia Mais ►

Continue lendo...

Siga-me por Email