"Nas mãos de Benedita",
de Carlos Dala Stella


A Editora Positivo lança, neste mês de dezembro, "Nas mãos de Benedita", de Carlos Dala Stella. Trata-se de uma coletânea inédita de 22 contos e telas, que retrata, em 160 páginas, o processo criativo do autor.

Ao contrário da maior parte dos livros produzidos até hoje, Dala Stella criou primeiro as imagens - e depois os contos. O artista, que escreve e desenha cotidianamente em seus cadernos ilustrados há mais de 40 anos, retirou boa parte da inspiração de seus diários. "Consultando meus diários de ateliê, selecionei excertos de sonhos, reflexões sobre literatura, música, o tempo. E fui criando entrechos narrativos, cujos personagens estavam sempre a pensar pedaços de pensamentos, como fazemos tão frequentemente", conta.

A narrativa visual corre paralela à narrativa ficcional, mas de forma relativamente autônoma. "Em todos os contos, a referência à imagem é sempre periférica, o núcleo correndo alheio a ela", explica o autor. "Ainda que as imagens possam ser admiradas autonomamente em relação aos textos, é delicioso encontrar aqui e ali o alento comum do inventor que lhes deu forma e figura", descreve a poeta, ensaísta, cronista e crítica literária, Mariana Ianelli, na abertura da obra.

Segundo ela, na obra, os leitores vão encontrar armadilhas de espanto, ternuras acutilantes, finas membranas de mistérios, visões que brotam de demoras contemplativas, entre ressentimento e revelação, pesadelo e maravilha. "Cada imagem, cada conto, um corpo-cosmo, uma miragem palpável do pensamento, uma invenção mágica, que eu espero chegue a muitas mãos e muitos olhos", diz Mariana Ianelli.

As mãos aparecem em quase todas as imagens do livro: mãos que acarinham, revelam, advertem, plantam, afagam, debulham, fazem música, leem, esculpem, jogam, rezam, produzem ou, ainda, que contêm, nelas mesmas, outros signos, grafismos e gestos. O conto que dá nome ao livro começa pelo fim e traz um romance trágico que gira em torno de um mistério anotado no caderninho de uma quiróloga chamada Benedita.

Sobre Carlos Dala Stella

Carlos Dala Stella nasceu em 1961, no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba. É poeta, artista plástico e também contista. Formado em Letras pela Universidade Federal do Paraná, dedica-se ao desenho desde a década de 80, quando expôs na Itália. Publicou os livros “O caçador de vaga-lumes” (poemas, 1998), “Riachuelo, 266” (contos e crônicas, 2000), “Bicicletas de Montreal” (fotografia e outras artesvisuais,2002) e “Ogatosemnome” (poemas, 2007). Foi finalista do Prêmio Jabuti em 2012 na categoria Ilustração com o livro “Quer Jogar?” (livro ilustrado, 2011). Nas artes, o autor transita por murais de cimento e vidro, telas, retratos a lápis, nanquim e esculturas em papel, mas é nos cadernos de ateliê que cotidianamente escreve e desenha. Em 2018, estreou na poesia com a obra A arte muda da fuga, da Editora Positivo.


Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Luís Henrique Pellanda lança livro de crônicas 
com desenhos de Raro de Oliveira

Antologia inédita marca 10 anos de carreira do autor


"Calma, estamos perdidos" (Editora Positivo) é o título do quarto livro de crônicas do curitibano Luís Henrique Pellanda, que está celebrando dez anos de carreira literária com a publicação de sua primeira antologia. Com ilustrações de Raro de Oliveira, o livro reúne 58 crônicas urbanas. “É o olhar do autor para a própria obra, durante uma década de carreira”, destaca Cristiane Mateus, editora do livro.

As crônicas falam sobre todas as grandes metrópoles. "Acredito que a cidade, enquanto invenção humana, enquanto produto da criatividade do animal engenhoso que somos, foi um de nossos maiores sucessos, e nos fez prosperar enquanto espécie, mas, por outro lado, as cidades que inventamos para nos proteger da natureza, de onde aos poucos fomos nos retirando, se tornaram perigosas também para nós. E agora somos esse bicho que se sente perdido e inseguro na própria casa e já não pode retornar à natureza", reflete Pellanda. 

O autor discute a questão da alteridade a partir da convivência nas cidades. "Para se conviver com o outro, é preciso sobretudo respeitá-lo, considerá-lo em sua subjetividade, e aprender a ler aquilo que nos rodeia a todos, seja gente, bicho, árvore, automóvel, asfalto ou prédio. Tudo à nossa volta pode ser lido. Sou pedestre e leitor desde menino. E é a partir dessa experiência que faço minhas releituras de mundo", relata.

Para o escritor mineiro Luiz Ruffato, Pellanda é um raro legítimo descendente do escritor capixaba Rubem Braga.  "Em  suas  mãos,  tudo,  literalmente  tudo, transforma-se em motivo para reflexão: um corpo estendido na calçada, encontros e desencontros fortuitos, o surgimento da lua entre as nuvens, invisíveis mendigos e prostitutas, decepções da infância, agruras da adolescência, amores natimortos, urubus, garças, sabiás, araucárias e, até mesmo, coisa alguma", completa Ruffato.

Profundo conhecedor do trabalho de Pellanda, Raro de Oliveira apresenta no livro belíssimas aquarelas da cidade, que faz da obra uma união perfeita da linguagem verbal e a linguagem visual sobre o mesmo tema. Ele faz parte do grupo dos Urbans Sketchers, considerados, entre desenhistas e ilustradores, artistas da mesma família dos cronistas literários. "Estamos nas ruas, registrando o que se passa – e às vezes o que não se passa, o que já deixou de se passar e o que gostaríamos que se passasse", comenta Pellanda.

Para o autor, Raro de Oliveira conseguiu, com a paleta de cores que escolheu, com a interpretação quase nebulosa que fez das cenas descritas e dos cenários em que elas se desenrolam, aumentar ainda mais uma sensação de mistério, ou mesmo de artifício, que os textos de Pellanda por vezes despertam no leitor. "Não gosto de 'esclarecer' as coisas quando escrevo, e o Raro percebeu isso, criando ilustrações delicadas e cobertas pelo mesmo véu de dúvida que gosto de tecer", finaliza o autor.

Sobre o autor

Luís Henrique Pellanda nasceu em Curitiba, em 1973. Escritor, jornalista e músico, é autor dos livros de crônicas Nós passaremos em branco (2011), finalista do Prêmio Jabuti 2012, Asa de sereia (2012) e Detetive à deriva (2016); e dos livros de contos O macaco ornamental (2009) e A fada sem cabeça (2018). Também organizou os dois volumes da antologia de entrevistas As melhores entrevistas do Rascunho (2010 e 2012). O autor trabalhou na Gazeta do Povo e na revista Veja. Foi subeditor e colunista de Rascunho (jornal literário), coeditor e cronista do site de crônicas e ilustrações Vida Breve.

Sobre o ilustrador

Raro de Oliveira nasceu no Rio de Janeiro em 1968 e vive há 28 anos em Curitiba. Estudou Comunicação Visual na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 2014, entrou no movimento de desenho de rua (Urban Sketchers), que existe em diversas cidades do mundo. É coautor do livro Sketchers do Brasil (2016). Ilustrou livros de poesia e realizou uma série de desenhos para a exposição Volta ao Centro Histórico em 80 dias, em 2019.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Livraria da Vila oferece programação cultural 
diversificada e gratuita em outubro
  
Uma imagem contendo edifício, grama, ao ar livre, cena

Descrição gerada automaticamente

Lançamentos, bate-papos, palestras e atividades infantis fazem parte da agenda do mês


Para promover a aproximação do público geral com o universo literário - e cativar os urbanoides interessados em eventos culturais -, a Livraria da Vila apresenta uma programação diversificada e repleta de eventos gratuitos neste mês de outubro.

Logo nesta segunda-feira (07), a Livraria da Vila realiza o lançamento exclusivo do livro Nada menos que tudo, do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. O evento será realizado na unidade Alameda Lorena, a partir das 19h.

Já a unidade do Shopping JK Iguatemi recebe o publicitário e empresário Carlos Domingos, na terça-feira (08). Redator e diretor de criação de alguns dos anúncios mais famosos do Brasil, o ex-colunista do jornal Valor Econômico lança o livro Oportunidades disfarçadas 2, que conta histórias reais de pessoas e empresas que transformaram problemas em grandes oportunidades.

Na unidade da Lorena, o Monge Satyanatha lança o livro Seja Monge – a arte da meditação na quarta-feira (9). Na obra, o ex-engenheiro da computação e consultor de estratégia conta como ocorreu a sua imersão na religião budista e relata como é viver no monastério Kauai Aadheenam, no Havaí, um dos mais importantes do mundo. 

Dando sequência à programação, a Livraria da Vila na Lorena recebe, na quinta-feira (15), o lançamento do livro E se você viver mais de cem anos?, do Dr. Cláudio Ambrósio. Médico endocrinologista, especialista no estudo do metabolismo e referência no mundo das celebridades, o autor apresenta em sua obra as novidades no campo da saúde para envelhecer da melhor maneira possível.

Já na sexta-feira (18), a unidade da Fradique Coutinho promove o lançamento de Raul Seixas: por trás das canções, biografia inusitada do pai do rock brasileiro, com relatos exclusivos de amigos e parceiros do músico. Com direto a bate-papo com o autor e jornalista pós-graduado em cinema, Carlos Minuano, o evento também recebe uma exposição de fotos do eterno ídolo.

Ainda em outubro, o público infantil poderá acompanhar o lançamento do livro A vida seria mais fácil se eu fosse um monstro, do autor, educador e jornalista, Marcelo Jucá. A obra conta a história do menino Miguel, que depois de sofrer chacota dos amiguinhos deseja se tornar outra pessoa, apenas para depois descobrir que todos os seres enfrentam dificuldades no decorrer da vida. O evento será realizado no domingo (20), na unidade da Lorena.

Na penúltima semana do mês, destaque para os lançamentos e bate-papos que envolvem o debate político. Na segunda-feira (21), o jornalista André Vizeu marca presença na unidade da Lorena para o lançamento do livro Os presidentes, que conta a história dos que mandaram e desmandaram no Brasil, de Deodoro a Bolsonaro

Já na terça-feira (22), é a vez da jornalista Laura Mattos Soares Quintas lançar a obra Herói mutilado, que revela os bastidores da censura à TV no período da ditadura. O evento e bate-papo também acontece na Livraria da Vila da Lorena.
O autor Joca Reiners Terron, um dos grandes nomes da literatura brasileira, estará na quarta (23), na unidade da Fradique Coutinho, para o lançamento da obra A morte e o MeteoroUma aventura macabra e surpreendente combina segredos ancestrais, índios anarquistas e uma viagem sangrenta pelos lugares mais sombrios do passado e do futuro.

No sábado (26), a criançada está convidada para o lançamento do livro Tantãs, de Eva Furnari, na unidade da Fradique Coutinho. Criadora de personagens como o coelho Felpo Filva, a família Gorgonzola e a Bruxinha Zuzu, a escritora traz em sua obra pequenos contos surpreendentes, com cada narrativa contendo um pequeno absurdo: psicólogos que tratam de eletrodomésticos, gênios que mudam penteados e meninos que querem ser dorminhólogos. Além do lançamento, haverá também uma série de atividades infantis para alegrar os pequenos.

Para encerrar o mês, na segunda-feira (28) a unidade da Fradique recebe a presença da ex-deputada e ex-candidata à vice-presidência do país Manuela d’Avila, para o lançamento de seu primeiro livro. Em Por que lutamos? Um livro sobre amor e liberdade, um livro sobre feminismo. A autora propõe uma escrita mais descontraída, em tom de conversa propõe um acolhimento generoso às mulheres e um esclarecimento de que o feminismo é um assunto de todos.

Por fim, na quarta-feira (30) a Livraria da Vila da Fradique Coutinho recebe mais uma edição do Russos na Vila, série de encontros mensais idealizados para debater a literatura russa. Na oportunidade, o romancista e tradutor brasileiro, duas vezes ganhador do Prêmio Jabuti de Literatura, Rubens Figueiredo, encontra o editor da Editora 34 e de títulos como Almas Mortas, Danilo Hora, para discutir as obras do renomado escritor, Nikolai Gógol.

Todos os eventos são gratuitos, mas é preciso reservar ingressos para algumas das atividades especiais. Para conferir a programação completa do mês de outubro, basta acessar o site https://livrariadavila.com.br/eventos/.

SERVIÇO | PRINCIPAIS ATIVIDADES DE OUTUBRO NA LIVRARIA DA VILA

Livraria da Vila - Fradique
Rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena – São Paulo

18/10
Raul Seixas: por trás das canções
Lançamento e bate-papo com o autor, Carlos Minuano
19h às 21h30

23/10
A morte e o meteoro
Lançamento e bate-papo com o autor, Joca Reiners Terron
19h30 às 21h30

26/10
Tantãs
Lançamento com a autora, Eva Furnari, e atividade infantil
15h às 18h

28/10
Por que lutamos? Um livro sobre amor e liberdade
Lançamento com a autora, Manuela D’Ávila
18h30 às 21h30

30/10
Russos na Vila
Bate-papo com Ricardo Ramos e Mecelino Freire
19h30 às 21h30

Livraria da Vila - Lorena
Av. Alameda Lorena, 1731 - Jardim Paulista

07/10
Nada menos que tudo
Lançamento com a presença do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot

09/10
Seja Monje
Lançamento com o autor, Monge Satyanatha
18h30 às 21h30

10/10
Black Friday: conheça e se prepare para a ação comercial que mais cresce no país
Lançamento com Alberto Guerra
18h30 às 21h30

15/10
E se você viver mais de cem anos?
Lançamento com o autor, Carlos Ambrósio
18h30 às 21h30

20/10
A vida seria mais fácil se eu fosse um monstro
Lançamento com o autor, Marcelo Jucá e atividade infantil
15h às 18h

21/10
Os presidentes
Lançamento e bate-papo com o autor, André Vizeu
19h às 21h30

22/10
Herói mutilado
Lançamento mais bate-papo com autora, Laura Mattos Soares Quintas
18h30 às 21h30

29/10
Melancolia
Lançamento e bate-papo com Antonio Cicero e José Miguel Wisnik.
18h30 às 21h30

Livraria da Vila - Shopping Pátio Higienópolis
Av. Higienópolis, 618 - Piso Pacaembu - Higienópolis

08/10
Em busca da alma brasileira
Sessão de autógrafos com Jason Tercio
19h30 às 21h30

Livraria da Vila - Shopping JK Iguatemi
Av. Juscelino Kubitschek, 2041 - Piso 2 - Itaim Bibi

08/10
Oportunidades disfarçadas 2
Lançamento com o autor, Carlos Domingo
19h às 21h

Confira a programação completa em: https://livrariadavila.com.br/eventos/

Sobre a Livraria da Vila
Há 33 anos no mercado, a Livraria da Vila possui oito lojas na Grande São Paulo e mais três unidades no Paraná. Consolidada como referência no cenário editorial, busca cada vez mais apresentar-se como um local acolhedor, receptivo e democrático, tornando-se ponto de encontro dos amantes dos livros, da literatura, da música e das artes. Muito mais do que um lugar que reúne grandes obras da literatura – são mais de 200 mil títulos em seu acervo, continuamente atualizado –, a Livraria da Vila se preocupa em participar ativamente das comunidades que cercam suas unidades. Todos os dias, os mais variados eventos são oferecidos gratuitamente ao público: palestras, rodas de conversa, pocket shows, clubes de leitura e atividades infantis diversas compõem uma programação para lá de especial.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Livro mostra como lidar
 com crianças desafiadoras


Com o objetivo de mostrar como é possível vencer o Transtorno Opositivo-Desafiador, o neurologista infantil Clay Brites e a psicopedagoga Luciana Brites lançam o livro “Crianças desafiadoras”. A proposta é apresentar as melhores estratégias para acabar com a guerra dentro de casa.

O neurologista comenta que o TOD, geralmente, é associado à birra ou confundido como apenas “falta de limites” em crianças e adolescentes. “Isso provoca sofrimento nos pais, pois não conseguem entender o porquê das atitudes do filho e não sabem que o transtorno está além do controle da pessoa”.

Ele ainda comenta que é possível identificar algumas características observando as atitudes no dia a dia. Por exemplo, a desobediência, as constantes confusões que se envolve, é agressivo, violento e possui um jeito ríspido de lidar com as pessoas, demonstra dificuldade na interação social. “Esses fatores são indícios de que é possível que o filho tenha o Transtorno Opositivo-Desafiador”.

A psicopedagoga Luciana Brites reforça ainda que apenas pais e cuidadores sabem da preocupação de não estar criando um filho da maneira correta. “Muitos se sentem frustrados com as dificuldades que enfrentam dentro de casa”.

-  O livro vai servir para esclarecer todas as suas dúvidas e saber diferenciar o que é uma simples birra do TOD. Em caso positivo, os pais também vão saber como lidar com esse transtorno. Queremos ajudar as famílias a cuidar bem dos filhos e terem uma vida mais tranquila e feliz - conclui.

Sobre os autores
Clay Brites é pediatra e Neurologista Infantil, Doutor em Ciências Médicas e Membro da ABENEPI-PR e SBP. Luciana Brites é especialista em Educação Especial na área de Deficiência Mental, Psicopedagogia Clínica e em Psicomotricidade, além de ser coordenadora do Núcleo Abenepi em Londrina.

Luciana e Clay têm três filhos e são confundadores do Instituto NeuroSaber (www.neurosaber.com.br), que tem como objetivo compartilhar conhecimentos sobre aprendizagem, desenvolvimento e comportamento da infância e adolescência.

Livro Crianças Desafiadoras
Kindle: R$24,90
Capa Comum: R$33,16
Capa comum: 160 páginas
Editora: Gente
Idioma: Português
ISBN-10: 8545203616
ISBN-13: 978-8545203612
Dimensão: 23 cm x 16 cm
Leia Mais ►

Continue lendo...

Siga-me por Email