Leia e se apaixone pela literatura
de Marina Carvalho


Como falar de Marina Carvalho sem pensar em literatura? A autora conta que tudo começou em 2011, onde encorajada pela sua amiga começou a escrever e colocar vida para sua imaginação, “Não foi um processo fácil, tive que adaptar um tempo da minha semana para me dedicar a escrita e também esperar o processo criativo que pode vir a acontecer a qualquer hora”, destaca. Atualmente Marina tem 10 livros publicados com diversas narrativas para agradar a todos os gostos e agora no último semestre de 2019 lançará mais uma obra. Enquanto não temos esse lançamento em mãos deixaremos um compilado com todas as sinopses para você se encantar e se prender na leitura.

O primeiro livro intitulado “Simplesmente Ana” traz a história de Ana que descobre que seu pai é um rei! E ainda mais que quer a preparar para assumir seu lugar como herdeira e entre fortes decisões e conflitos internos a personagem desenrola seu enredo para um final feliz.

Marina logo em seguida partiu para o lançamento do seu segundo livro em 2013 “Ela é uma Fera!” que é uma releitura do clássico de William Shakespeare “A Megera Domada”, onde ela apresenta o grupo de personagens decisivos para a história, Clara, menina muito bonita que tem como admirador o sagas Henrique que quer ter sua chance com a menina, porém o pai de Clara só deixa a menina namorar se a filha mais velha Carolina estiver em um relacionamento. Henrique com suas artimanhas arruma um namorado para a menina chamado Pedro, o badboy da turma, porém os dois não dão certo juntos e traz mais confusão para a vida do jovem casal Clara e Henrique que querem estar juntos. Trazendo uma pitada de comédia e personalidades marcantes de cada personagem é um livro para devorar história por completo e torcer por todo mundo.

Mal o segundo livro foi lançado, em 2014 Marina ressurge com “Azul da cor do mar” que retrata histórias mal resolvidas no passado que surtem efeito no presente. Acaso? Destino ou Loucura? são as perguntas que nos fazemos quando é apresentada a dupla de jornalistas Rafaela e Bernardo que entre brigas e matérias tem que aprender a trabalhar juntos.

Você pensa que a autora iria ficar sem história para contar após esses enredos? A resposta é não! No mesmo ano Marina retorna com “De repente, Ana” continuação de seu primeiro livro que foi muito pedido pelos fãs, afinal a história de Ana não cabia só em um livro.

No meio desses contos de fadas da atualidade, em 2015 foi publicado “Elena - Filha da Princesa” onde nos é apresentado Elena, filha de Ana (SPOILER) que tem que lidar com os cargos da realeza em um mundo atual, com preocupações voltadas ao século XXI e também com o processo de crescer e se tornar alguém importante que orgulhe sua mãe.

Em 2016 trouxe mais uma novidade, “O amor nos tempos de ouro” trazendo desta vez o romance de época e os conflitos que os cercavam, “Como ser uma mulher independente? Como ter liberdade de escolha? Como viver algo maluco sendo que é proibido?” são questões levantadas ao decorrer da narrativa, podemos perceber que Marina englobou temas como igualdade de gênero e empoderamento feminino em uma obra que nos faz refletir e querer agir.

No mesmo ano houve uma publicação surpresa “A menina dos olhos molhados” que traz novamente a história de Rafaela e Bernardo, só que desta vez no ponto de vista do jornalista fechado e antipático para alegrar todos os fãs que gostariam de entender mais sobre o ponto de vista de cada um.

Chegamos agora em 2017, que também tem lançamento? TEM SIM. Marina apresenta “Ao gosto do Chef” onde nos apresenta a protagonista Fernanda, que teve  o melhor dia de sua vida quando tomou posse da diretoria das empresas de sua família e o pior, quando descobriu que não estava se alimentando direito. Astrid, sua secretária, e seu médico a tratam como uma criança voluntariosa que precisasse ser lembrada da hora do lanchinho da tarde. Arrasada, mas disposta a mudar seus hábitos, ela decide ouvir Astrid e contrata um personal cuisine para facilitar sua vida, mal sabendo que tudo iria se embolar mais do que espaguete à bolonhesa.

Logo em seguida a autora apresenta “A história de Malikah” que conheceu muito cedo toda a crueldade de que o ser humano é capaz. Escravizada e trazida ainda criança da África ao Brasil, sofreu as mais diversas formas de violência, especialmente depois de ter engravidado de Henrique, o filho do dono da fazenda onde trabalhava. Mesmo sendo resultado de uma relação de amor, estar grávida de um de seus senhores era uma afronta aos homens da casa-grande, por isso Malikah foi duramente castigada e quase morta. Malikah e seu bebê, Hasan, só conseguiram escapar com a ajuda de Cécile e Fernão, que lhes deram abrigo na Quinta Dona Regina, um lugar novo onde todos, brancos e negros, poderiam viver em liberdade. Porém, mesmo com a relutância de Malikah, Henrique continua por perto, arrependido por não ter protegido sua amada e tentando se aproximar de Hasan, fazendo assim que rendesse altas brigas. O livro também é conhecido como o “O amor nos tempos de Ouro 2” pois além de retornar a história de Cécile e Fernão, traz consigo todo o contexto histórico da época e o discurso de lutar para conquistar o direito à liberdade.

Chegamos ao último livro (até o momento) lançado por Marina Carvalho em parceria com a escritora Laura Conrado que trata sobre a história de Gabi e Lívia, duas apaixonadas por livros, se conheceram em uma comunidade sobre literatura em uma extinta rede social e não imaginavam que se tornariam melhores amigas e que criaram um blog de resenhas literárias, o Literalmente Amigas, que as renderiam altas histórias para contar e viver.

Fique de olho! A autora ainda tem muitas histórias para contar, trazendo um pouco da atualidade, um pouco da história de vida, uma pitada de criatividade e muitos personagens apaixonantes.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila

Resultado de imagem para Moracy do Val Show!

Amanhã, 07 de agosto, das 18h30 às 21h30, a Livraria da Vila realiza o lançamento do livro Moracy do Val Show!  (Independente, 192 pp, R$59,90), dos jornalistas Celso Sabadin eFrancisco Ucha. O evento será realizado na unidade Livraria da Vila da Fradique (Rua Fradique Coutinho, 915) em Pinheiros.

Em Moracy do Val Show!, Sabadin e Ucha mostram a trajetória de um dos maiores produtores culturais da era de ouro da música brasileira. Jornalista, repórter, produtor e agitador cultural, Moracy do Val sempre esteve no centro dos grandes acontecimentos artísticos do Brasil, descobrindo talentos, produzindo espetáculos e divulgando nossa cultura. Mais conhecido como o “inventor” e descobridor do grupo Secos & Molhados, Moracy também transitou sempre com muita liberdade e criatividade pelos palcos, musicais, espetáculos teatrais, casas noturnas e produções cinematográficas brasileiras. Moracy do Val Show! é um mergulho pela música, pelo teatro e pelo cinema de um Brasil que fervilhava artisticamente.

O livro Moracy do Val Show! está à venda em todas as unidades da Livraria da Vila. Para mais informações, acesse o site https://livrariadavila.com.br/event/moracy-do-val-show/

Serviço - Lançamento do livro “Moracy do Val Show!”
Data do evento: 07 de agosto, quarta-feira
Hora: das 18h30 às 21h30
Local: Livraria da Vila - Fradique
Endereço: Rua Fradique Coutinho, 915 - Pinheiros - São Paulo /SP

Sobre a Livraria da Vila
Há 33 anos no mercado, a Livraria da Vila possui oito lojas na Grande São Paulo e mais três unidades no Paraná. Consolidada como referência no cenário editorial, busca cada vez mais apresentar-se como um local acolhedor, receptivo e democrático, tornando-se ponto de encontro dos amantes dos livros, da literatura, da música e das artes. Muito mais do que um lugar que reúne grandes obras da literatura – são mais de 200 mil títulos em seu acervo, continuamente atualizado –, a Livraria da Vila se preocupa em participar ativamente das comunidades que cercam suas unidades. Todos os dias, os mais variados eventos são oferecidos gratuitamente ao público: palestras, rodas de conversa, pocket shows, clubes de leitura e atividades infantis diversas compõem uma programação para lá de especial.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Livro: E se eu não existisse?


Neste sábado, dia 27 de julho, a escritora Mayara Vellardi realizará o lançamento do livro "E se eu não existisse?" em São Paulo, na Livraria Martins Fontes da Av. Paulista, das 15h às 18h.

Ao publicar o livro infantojuvenil pela editora Chiado tanto no Brasil, quanto em Portugal, a escritora Mayara Vellardi compreendeu que não bastava imprimir a obra e colocá-la à disposição do mercado, existia todo um trabalho a ser desenvolvido, algo que transcendesse a história do personagem Gustavo.

“E se eu não existisse?” aborda a questão problemática das crianças e adolescentes nos dias atuais, em que pais, professores, psicólogos e todos que lidam com esse público precisam estar atentos à depressão, à crise existencial e ao suicídio nessa faixa etária, pois sabe-se que os traumas da infância são muito fortes e que eles podem afetar uma vida inteira de um indivíduo, por isso, deve ser despertado um olhar especial para o tema.

Ao fazer a leitura do livro, os adultos devem compreender que crianças e adolescentes enfrentam problemas, sentem depressão e podem ser vítimas do suicídio. Deve-se gerar empatia entre as gerações. Já o público infanto-juvenil deve compreender que problemas existem, mas podem ser superados, que eles não estão sozinhos e que o suicídio não é a melhor saída.

Abordar temas tabu que precisam ser trabalhados é um dos interesses da autora. Neste livro, Mayara trata temas pesados com sutileza e leveza, sem precisar falar diretamente sobre os assuntos ao longo da jornada do  personagem.


Além disso, a escritora está desenvolvendo alguns projetos relacionados ao livro, que mesmo sendo infantojuvenil tem feito sucesso entre o público adulto, como:

Conscientização
Serão realizadas sessões de bate-papo em escolas, universidades, hospitais, clínicas e demais locais que apresentarem interesse. São dois tipos de conversa: uma voltada aos pais, professores, psicólogos e demais interessados; outra voltada a crianças e adolescentes. Além disso, a autora desenvolveu materiais de apoio para aguçar reflexões e para conscientizar os leitores de que todos possuem um papel importante e que se não existissem fariam falta no mundo.


Inclusão
Ao estudar Letras na Universidade Estadual de Londrina e conhecer a realidade dos surdos por meio de sua professora de Libras e dos cegos por meio de seu amigo acometido pela cegueira desde a infância, Mayara sensibilizou-se e decidiu que algo deveria ser feito. Então convidou sua professora e seu amigo para traduzirem a obra para Libras e para o Braile e assim que o projeto estiver concluído disponibilizará o vídeo em Libras no seu canal do Youtube e tentará encontrar institutos que disponibilizem o livro em Braile para todo o país.


Literatura e arte
Como o cinema traz mais vida à obra, traduzindo as palavras em imagens e sons, a autora está roteirizando o livro, pois sua pretensão é torna-la um filme.


A autora que reside em Londrina, no Paraná, estará na capital paulista entre os dias 26 e 28, com agenda disponível para entrevistas.

Sinopse:
Aos 12 anos, a vida de Gustavo estava um tanto quanto complicada: problemas na escola, conflitos familiares e uma imensa crise existencial – itens perfeitos para uma receita desastrosa. Cansado de tudo, no auge de seu desespero, ele fez um pedido inusitado a Deus: deixar de existir. Será que ele teve o seu desejo realizado? Como seria se ele nunca tivesse existido? Mergulhe nessa história e acompanhe a jornada do Gu na maior descoberta de sua vida!


Sobre a autora:
Mayara Vellardi é jornalista, escritora e se preocupa com os rumos que a sociedade vem trilhando nos últimos tempos, portanto escreve suas mensagens com bastante afinco, pois acredita que a arte e a literatura são capazes de tocar almas e sensibilizar corações.



Conheça mais seu trabalho em:
WhatsApp: (43) 9.9607.7585



Evento: Tarde de autógrafos
Data: 27 de julho de 2019
Horário: 15h às 18h
Local: Livraria Martins Fontes
Endereço: Av. Paulista, 509 – Bela Vista – São Paulo - SP

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

O armarinho mágico está aberto,
 entre nesse mundo repleto de magia
Aqui, o leitor encontra maravilhas e muitas coisas que parecem impossíveis. 
Tudo isso está lá, é só buscar. Ah, e pode ir a pé ou de bicicleta voadora

Poesia rima com magia. Foi isso que a autora Roseana Murray pensou quando escreveu Armarinho Mágico, obra publicada pela Editora Estrela Cultural. Ela se inspirou no pequeno armário de seu pai, que estava presente em quase toda sua infância. Lá havia de tudo que poderia imaginar: brinquedos, tecidos, carretéis de linhas, espelhos, cartas e mais um montão de coisas.
O livro traz poemas lúdicos carregados de amor, doçura, humor e um toque de magia. Aqui, cada prosa retirada do armarinho traz poemas únicos, que leva o pequeno leitor para um mundo de fantasia e aventuras.
A cada página um novo item é descoberto: um pote dos desejos, cartas perdidas, brilho da felicidade, vaga-lumes, uma bicicleta voadora e uma infinidade de coisas. Os objetos encontrados parecem até impossíveis, mas neste lugar tudo pode acontecer, basta soltar a imaginação!
Com uma narrativa cativante, a obra é repleta de descobertas e diversão, traz lindas mensagens para crianças e adultos. O livro encanta a todos quem o lê e não deixa ninguém ficar de fora das aventuras mágicas que possuí.
As ilustrações de Christiane Mello e Fernanda Morais dão um toque fantástico e fazem com que todos se apaixonem pela diagramação repleta de cores em aquarela. As imagens dão vida ao texto e deixa a leitura ainda mais prazerosa. Uma narrativa para todas as idades e perfeita para estimular a criatividade infantil.
Escritora de livros de poesia e contos para crianças, jovens e adultos, Roseana Murray soma cerca de cem obras publicadas ao longo de sua carreira e recebeu vários prêmios, dentre eles, é possível destacar: o troféu APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte; por quatro vezes como A Melhor de Poesia da FNLIJ, além de ganhar como livro de poesia Altamente Recomendável na FNLIJ 2019, com o “Armarinho Mágico”, e o prêmio ABL de melhor livro infantil. Além disso, trabalha com o projeto “Leitura Café, Pão e Texto”, por meio do qual recebe alunos de escolas públicas em sua casa para um café da manhã literário.

Sobre as ilustradoras:
 Christiane Mello é formada em Programação Visual pela EBA/UFRJ, como bolsista da Capes, realizou mestrado em Communications Design no Pratt Institute, em Nova York. Desde o início de sua carreira investiu no próprio negócio, desenvolvendo diversos projetos na área cultural e editorial. Em 2010, abriu o Estúdio Versalete, onde dedica-se a projetar livros e publicações. Leciona Design Gráfico em cursos de graduação e pós-graduação.
Fernanda Morais é formada em Desenho Industrial pela PUC-RJ, com pós-graduação em ilustração e técnicas de comunicação visual na Escola de Disseny i Arts (EINA), em Barcelona. Começou a ilustrar livros infantis em 2010. Atualmente, é sócia do Estúdio Versalete e pesquisa sobre o tema do livro ilustrado para crianças no mestrado em Design da Escola de Belas Artes da URFJ.

Ficha Técnica:
Título: Armarinho Mágico
Editora: Estrela Cultural
Autora: Roseana Murray
ISBN-10: 8545559178 
ISBN-13: 978-8545559177
Páginas: 48
Dimensões do produto: 25,8 x 19,2 x 0,6 cm
Categoria: Infantil e Infantojuvenil

Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►

Continue lendo...

Leitura em família


Por Carina Gonçalves 

Fazer a geração de hoje sair da frente das telas - seja do celular, notebook, tablet ou TV - é uma tarefa difícil para muitas famílias. Embora os pais e muitas escolas incentivem a leitura, alguns jovens e crianças, ainda são irredutíveis ao hábito de ler. Como resultado, o vocabulário tende a ser reduzido e ou induzido com linguagens contemporâneas, de maneira errada. 

A frase "olá pessoal" é algo que muitos de nossos filhos ouvem ou já viram em algum momento, como se fosse um mantra... tanto que as crianças sonham em se tornar influencer digitais e não mais estudiosos como em gerações passadas. Parece velho, falar em gerações passadas, mas não. Há dez anos, por exemplo, as crianças e jovens liam mais do que as de hoje. 

Infelizmente, vivemos a era tecnologica e emburrecedora, no meu ponto de vista. Afirmo isso frente as evidências do cenário ao qual presenciamos dia a dia. Basta falar com alguns jovens e ou adolescentes que o papo sempre é o mesmo e até a linguagem truncada. Infelizmente os repertórios musicais também contribuem. 

Como saída, creio que a leitura em família é uma ótima opção para os pais despertarem o interesse de seus filhos à conteúdos diferentes, com mais substâncias. Vale iniciar com a literatura infanto juvenil, mais leve e com títulos divertidos. Com o tempo, assim como a prática de exercícios físicos, pegam gosto e a busca por novas histórias será natural. 

Minha dica, para as famílias, se puderem me permitir isso, é separarem um dia da semana e reunir todos para uma leitura em grupo. Cada um pode ler um trecho e depois discutir a respeito - como em um clube de livros - respeitando os diferentes pontos de vista e agregando conhecimento para todos. Eu sou ativista à leitura e ao conhecimento, sempre! Portanto, saiam da frente da tela de seus celulares e outros, abusem do universo infinito do livro, que além de magnífico, pode ser "consumido" em qualquer ambiente e não precisa ser recarregado na tomada! Boa leitura!



Leia Mais ►

Continue lendo...

Edições Sesc São Paulo participam do Flipoços 2019 

Editora realiza atividades especiais gratuitas durante o
 Festival Literário de Poços de Caldas



As Edições Sesc São Paulo participam do Festival Literário de Poços de Caldas 2019, o Flipoços, realizado na cidade de Poços de Caldas (MG) de 27 de abril a 5 de maio. Além de contar com estande de vendas na Feira Nacional do Livro, que acontece simultaneamente ao Flipoços, a editora promove uma programação especial gratuita em torno dos livros Patrimônio colonial latino-americano, de Percival Tirapeli; Tarsila do Amaral, a modernista, de Nádia Battella Gotlib; e Abecedário de personagens do folclore brasileiro, de Januária Cristina Alves.

No dia 03 de maio (sexta-feira)às 15h, o professor Percival Tirapeli participa de bate-papo sobre seu livro Patrimônio colonial latino-americano: urbanismo, arquitetura, arte sacra, seguido de uma visita à Basílica Nossa Senhora da Saúde. Fruto de extensa pesquisa, a obra ricamente ilustrada abrange três séculos de arte colonial e é dividida em três partes: “Urbanismo colonial”, “Arquitetura eclesiástica” e “Arte sacra – mobiliário e ornamentação”.

No dia 04 (sábado)às 11h, é a vez da professora e ensaísta Nádia Battella Gotlib participar de bate-papo e sessão de autógrafos deTarsila do Amaral, a modernista. O livro é uma biografia que recria a trajetória libertária de Tarsila do Amaral, debruçando-se sobre sua vida privada, sua formação artística, o circuito modernista, o movimento Pau-brasil e a Antropofagia, detalhando o empenho e a resistência da pintora em prol de sua diversidade tanto artística quanto afetiva-pessoal. Modelo de ruptura nas artes visuais e na literatura, Tarsila do Amaral influenciou a produção artística brasileira e teve um papel de vanguarda na ascensão social feminina.

Já entre os dias 03 e 05 de maio, o Grupo Osquindô realiza, em diversos horários, uma contação de histórias baseada no livroAbecedário de personagens do folclore brasileiro, de Januária Cristina Alves, que reúne 141 personagens significativas e recorrentes do nosso folclore, com um recorte que busca contemplar a diversidade de origens – indígena, africana, europeia e oriental – como elemento constituinte da cultura brasileira. Cada personagem é apresentada em forma de verbete ilustrado, que descreve suas características físicas e psicológicas, sua origem e as narrativas em que aparece. Voltada ao público infantil, a atividade é realizada no Espaço Sesc Flipocinhos, uma parceria com o Sesc Minas.

Sobre o Flipoços
Conhecido pela diversidade da programação e por promover novos escritores, o Festival Literário de Poços de Caldas (Flipoços) movimenta a agenda cultural da cidade de Poços de Caldas (MG) desde 2006. Com atividades gratuitas para todos os tipos de públicos, o Festival tem como missão oportunizar a todos acesso facilitado ao mundo dos livros e contato com os escritores. Em 2019, o Festival é realizado junto com a 14ª Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas.

Sobre o Espaço Sesc Flipocinhos
O Espaço Sesc Flipocinhos é pensado para a valorização da criança e seu aprendizado, de forma lúdica, despertando o interesse para a leitura no público infanto-juvenil. Durante os noves dias da Feira Nacional e o Festival Literário de Poços de Caldas, além da decoração atrativa e colorida, o espaço conta com uma programação especial envolvendo escritores, artistas, contadores de histórias, entre outros.

SOBRE AS EDIÇÕES SESC SÃO PAULO
Pautadas pelos conceitos de educação permanente e acesso à cultura, as Edições Sesc São Paulo publicam livros em diversas áreas do conhecimento e em diálogo com a programação do Sesc. A editora apresenta um catálogo variado, voltado à preservação e à difusão de conteúdos sobre os múltiplos aspectos da contemporaneidade. Seus títulos estão disponíveis nas Lojas Sesc, na livraria virtual do Portal Sesc São Paulo, nas principais livrarias e em aplicativos como Google Play e Apple Store.

Serviço
Edições Sesc São Paulo no Flipoços 2019
De 27 de abril a 04 de maio de 2019, das 9h às 21h
Dia 05 de maio de 2019, das 9h às 18h

Local: Espaço Cultural da Urca
Endereço: Praça Getúlio Vargas, Centro - Poços de Caldas (MG)
Entrada franca
Informações: http://www.flipocos.com

Dia 03 de maio, sexta-feira, às 15h
Bate-papo com Percival Tirapeli sobre o livro Patrimônio colonial latino-americano: urbanismo, arquitetura, arte sacra, seguido de visita à Basílica Nossa Senhora da Saúde.

Dia 04 de maio, sábado, às 11h
Bate-papo com Nádia Battella Gotlib seguido de sessão de autógrafos do livro Tarsila do Amaral, a modernista.

Dia 03 de maio, às 10h, 14h30 e 16h30
Dia 04 de maio, às 10h e 15h30
Dia 05 de maio, às 10h, 15h30 e 16h30
Contação de histórias com o Grupo Osquindô, baseada no livro Abecedário de personagens do folclore brasileiro, de Januária Cristina Alves, uma coedição Edições Sesc São Paulo e Editora FTD.


Leia Mais ►

Continue lendo...

Troca de cartas entre serial killers condenados
 é trama densa de "Cartas no Corredor da Morte"
Livro, sucesso em formato digital, promete ser também um sucesso em formato físico. 
Lançamento acontece em todo o Brasil.

Cláudia Lemes e Paula Febbe, dois dos mais fortes nomes da literatura policial e de suspense da atualidade escreveram juntas: Cartas no corredor da morte – pela Monomito Editorial –, uma obra epistolar focada numa intensa troca de cartas entre dois criminosos condenados à morte. A obra, que chegou a ser publicada de forma independente na Amazon, sendo sucesso de venda, agora ganha sua versão reeditada em formato brochura.

O processo de escrita do livro se deu antes das autoras se conhecerem pessoalmente. Elas mantiveram trocas de e-mails, onde cada uma assumiu a voz e a personalidade de seus personagens. Steve Gurniak – gerado por Paula Febbe – é russo, está na Califórnia, assexuado, metódico e pouco sociável. Johnny Love – criado por Cláudia Lemes – é do Tennessee, carismático, vaidoso, ingênuo e promíscuo.

Diferentes de todas as formas possíveis, um laço de cumplicidade nascerá entre eles quando numa intensa troca de cartas confessarem seus crimes, suas motivações e a distorção doentia de suas mentes. Mas esse laço se tornará um nó quando um estranho pacto for firmado.

Essa novela literária expõe a personalidade grotesca de criminosos cruéis, mas não apenas isso. Ela carrega uma trama cheia de dualidades, que segura o leitor até a última página.

Sucesso no YouTube
Paula e Cláudia ficaram conhecidas por produzirem uma literatura densa, onde expõem a violência cotidiana com personagens psicopatas. Desse sucesso nasceu o canal no YouTube Serial Chicks – atualmente em sua segunda temporada – onde em cada episódio elas contam a história por trás dos mais famosos assassinos em série do mundo.

Ficha Técnica: 
Livro: Cartas no corredor da morte
Páginas: 128   Formato: Brochura
Editora: Monomito Editorial
Preço: final: R$ 32,90    
Onde comprar: www.livrariamonomito.com.br 
Fonte: assessoria de imprensa 
Leia Mais ►

Continue lendo...

Livros ajudam no desenvolvimento pessoal das crianças

Desenvolver o hábito pela leitura desde a infância é fundamental para formar cidadãos mais conscientes e críticos, então, nesse Dia do Livro conheça a obra que ensina as crianças a cuidar dos animais

As crianças são consideradas o futuro da nação, e para ajudar a prepara-las para o mundo, nada melhor do que aguçar o gosto pela leitura. A importância da literatura na infância é muito grande, pois tem a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica.

Por isso, desenvolver o hábito pela leitura desde o período infantil é fundamental, e a influência de pais e educadores nesse estágio é imprescindível. Pois, a leitura é uma das formas de que dispõe a interação com o ambiente em que estão inseridos e ajuda na compreensão de mundo. Por conta disso, é necessário que a criança se familiarize com os livros desde seus primeiros anos de vida.

A literatura desperta diferentes habilidades nas crianças, como a linguagem, a ampliação de vocabulário, a criatividade e a descoberta do mundo imaginário, além de fomentar o gosto pela escrita também. Então, a educação deve resgatar o repertório que toda história infantil oferece para apresentar ás crianças as diferenças entre as culturas e os indivíduos, para ensiná-las a lidar com questões de forma ética, e para ajuda-las a lidar com as emoções durante seu desenvolvimento.

Lembrando que, a leitura deve ser introduzida de forma natural no dia a dia dos pequeninos, não deve ser algo imposto. Então, deve-se levar em consideração o tempo de atenção que a criança dedica à leitura e respeitar esse limite, mas nunca deixando de incentivar o contato com as obras literárias.

E com o propósito de estimular a leitura entre as crianças, no dia 18 de abril comemora-se o Dia Nacional do Livro Infantil, essa data – em especial – foi escolhida em homenagem ao Monteiro Lobato, já que ele foi um dos percursores da literatura infantil e infanto-juvenil aqui no Brasil. Neste dia, lembram à todos como é importante deixar meninos e meninas em contato com os livros desde cedo, para crescerem apegados a literatura.

E como uma ótima indicação de leitura infanto-juvenil, o livro “O Diário Do Erasmo”, escrito pelo autor Robson Cuer, já em sua segunda edição pela Editora Coerência, narra a história do Erasmo, um cachorrinho que é resgatado e adotado, assim, passa a ser bem tratado e recebe muito amor de seu novo “papai”. Inspirada na vida real, essa obra é perfeita para os amantes dos animais, sejam eles crianças ou adultos. Suas mensagens, aparentemente simples, encantam com a sutileza e com a moral que a história carrega por si só, esse livro é perfeito para ajudar os pequenos a aprender sobre o cuidado com os animais e o respeito com os seres vivos.

 O diário do Erasmo
Erasmo é um cachorro de sorte. Junto com seus amigos vive aventuras e conhece o mundo com a curiosidade de uma criança, sem preconceitos e atento a tudo. Descobre um mundo mágico que por vezes não percebemos e emociona, ensina e diverte os leitores. Leve, poético e sensível, nos lembra que a vida é muita mágica e que a amizade é um lindo sentimento.
Ficha TécnicaTítulo: O diário do Erasmo
ISBN: 978-85-92572-24-2
Edição: 2ª - Autor: Robson Cuer
Páginas: 167 - Preço: R$ 30,00

 Sobre a autor: Eu sou só um cara querendo que você saiba que ler é o maior barato! Tenho mais de 40 anos, amo os animais e sempre fui incentivado pela vida a ser o melhor que pudesse. Tenho uma memória afetiva muito intensa e sou capaz de descrever com detalhes momentos e situações passadas. Observador, converso com as plantas e os bichos e eles me respondem. A natureza está viva, se você não acredita é só tentar. Minhas personagens são as grandes paixões da minha vida, e as aventuras que criei usando fatos reais e faz-de-conta me surpreendem a todo momento pela receptividade de adultos e crianças. É emocionante saber que dentro de todos nós habita uma criança que a tecnologia não conseguiu destruir. Gosto de cinema, teatro, livros e quero andar de disco voador. Tenho muitos planos, alguns sonhos e muitas histórias para contar.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

 O poder do Amor


Por meio da obra O Profeta, de Khalil Gilbran,
Osho nos faz refletir sobre a importância
desse sentimento em nossa vida

Em Acredite no Amor, lançamento da editora Alaúde, Osho, considerado o guru do século XX, nos ensina a estar livres e preparados para compreender o amor. Tendo como base a obra O profeta, do filósofo e poeta libanês Khalil Gibran, Osho fala sobre paixão, prazer, casamento, filhos e liberdade – um dos aspectos mais importantes do amor –, e nos encoraja a ver o sentimento como música, algo que surge do equilíbrio e da harmonia entre todas as pessoas.

Logo no começo da obra, Osho afirma que “livros como O profeta são mais sagrados do que os assim chamados livros sagrados” porque não criam uma religião em torno de si, e sim oferecem lampejos de iluminação que provocam uma busca por uma consciência mais ampla e plena da existência. Osho ainda declara que “Khalil Gibran é um grande poeta, talvez seja o maior que tenha nascido nesta Terra” e lembra que “O profeta, de Khalil Gibran, proporciona uma dimensão totalmente nova à filosofia, dando crédito e respeito às pequenas coisas da vida, pois a vida é feita de coisas pequenas, e, se você não consegue resolvê-las, esqueça os grandes problemas”.

Em O profeta, Gibran conta a história de Al-Mustafá, sábio que está prestes a deixar a cidade onde morou por muito anos. Nesse momento, um grupo de pessoas pede que ele fale sobre as coisas da vida pela última vez. Usando as falas do profeta como ponto de partida, Osho reflete sobre o amor em suas mais variadas formas e, ao comentar sobre as ideias de Al-Mustafá, o guru indiano nos mostra que o pensamento do profeta de quase um século atrás continua atual e cada vez mais necessário no mundo de hoje.

Com uma linguagem simples e sem rodeios, Osho convoca cada um de nós a se render ao sentimento e a se entregar sem medo à aventura do amar e do viver.

Ficha Técnica: 
Título: Acredite no amor
Subtítulo: Reflexões inspiradoras sobre O profeta, de Khail Gilbran
Autor: Osho
Formato: 14 x 21 cm
Nº de Páginas: 208
Acabamento: brochura, orelhas, miolo PB
ISBN: 978-85-7881-585-1
Preço: R$ 34,90

Sobre o autor:
Osho já foi descrito como um dos “mil realizadores do século XX”, como “o homem mais perigoso desde Jesus Cristo” e como “uma das dez pessoas que mudaram a história da Índia, ao lado de Gandhi, Nehru e Buda”. Seus ensinamentos desafiam categorizações, abrangendo desde buscas individuais por significado até os urgentes temas sociais e políticos da atualidade. O conteúdo de seus livros são transcrições de gravações em áudio e vídeo de falas proferidas de improviso a plateias de várias partes do mundo ao longo de 35 anos. Osho também é conhecido por sua revolucionária contribuição à ciência da transformação interior, com uma abordagem de meditação que leva em consideração o ritmo acelerado da vida contemporânea. Ele também desenvolveu várias técnicas de meditação ativa, que são estruturadas de modo a primeiro aliviar tensões acumuladas no corpo e na mente, para que então fique mais fácil experimentar o estado de meditação relaxado e livre de pensamentos.

Sobre  editora: 
Com mais de quinze anos de tradição no mercado editorial, a Alaúde vem desenvolvendo um catálogo sólido e diversificado, com títulos de destaque na área de gastronomia, saúde, filosofia prática, espiritualidade, automobilismo, desenvolvimento pessoal e profissional. Para mais informações, visite o site www.alaude.com.br.

Fonte: assessoria de imprensa 
Leia Mais ►

Continue lendo...

Seu filho não gosta de ler? 
Confira as dicas de educadores e se jogue 
nessa aventura com seus jovens leitores!


No mundo cada vez mais acelerado, com crianças capturadas por tablets e vídeos curtos, abrir um bom livro e se entregar a uma história pode ser um hábito cada vez mais raro. Estimular a boa leitura é uma tarefa desafiadora para as famílias quando se trata de escolher um livro que seja atraente e divertido e, ao mesmo tempo, tragam uma chance para reflexão. Que histórias podemos apresentar para essa nova geração? Para ajudar nessa questão, a equipe de Língua Portuguesa e Literatura da Escola Nova, com duas unidades no Rio de Janeiro, elaborou uma lista com 14 livros para crianças e adolescentes inspirados em valores humanos essenciais para os dias de hoje: empatia, trabalho em equipe, verdade, não violência, respeito ao meio ambiente, amor e solidariedade. Entre memes engraçados, com pouquíssima profundidade, ainda existem leitores buscando boas histórias que nos fazem pensar.

“Leitura é hábito, por isso, dedique, todos os dias, um momento para essa prática. Desconecte-se do mundo digital e conecte-se no universo da leitura. O exemplo vem de casa: pais leitores, certamente, terão filhos apaixonados pela leitura”, diz Mariana Deles, professora de português da Escola Nova.

Abaixo, a lista elaborada de acordo com cada faixa etária. A maior parte desses livros, inclusive, está à venda na Estante Virtual (www.estantevirtual.com.br), com descontos que podem chegar a 50%, se comparado ao preço pago em livros vendidos nas livrarias convencionais.  

Para crianças entre 9 e 11 anos:

  1. Malala, a menina que queria ir para a escola – Adriana Carranca

livro mostra a coragem e a luta de uma menina que queria estudar e foi proibida pelo grupo Talibã, mas isso não a impediu de frequentar a escola e de denunciar violações de direitos. A obra também trata da importância da educação, da intolerância religiosa e da desigualdade de gênero.

  1. A árvore generosa – adaptação de Fernando Sabino

O título é uma reflexão sobre o homem e a natureza, que vão desde a preservação e dos recursos que ela oferece, até valores, como o cuidado com o outro e a amizade sem interesses. A trama mostra a relação entre um menino e uma árvore. Ela sempre amorosa, disposta a agradar o menino. Ele muito egoísta, sempre exigindo que a árvore oferecesse recursos que atendessem seus desejos.


  1. Se liga, Charles! – Vicente Cuvellier

A obra mostra a amizade que surge por acaso entre Charles e Benjamim. Quando Charles sofre um acidente, Benjamim é o escolhido para levar as lições para ele, e dessa convivência forçada surgem descobertas, amizade e solidariedade. Charles, um menino branquelo, asmático com manias de velho. “Se ele não existisse, daria na mesma”, pensa Benjamim, que por sua vez é um menino “invisível” e que não tinha amigos. De uma maneira sutil e velada, o autor aborda um tema delicado, o bullying.


  1. O diário de Anne Frank em quadrinhos – Ari Folman e David Polonsky   

Anne Frank é uma adolescente judia que viveu por dois anos escondida dos nazistas com a família e outras quatro pessoas no anexo secreto de uma fábrica. Nesta biografia, temos o relato de tudo que passou durante a Segunda Guerra Mundial sob o ponto de vista de Anne, que também registra em seu diário cotidiano seus medos, inseguranças, sentimentos e vontades. Esta versão em quadrinhos é uma leitura mais leve e divertida de apresentar esse importante fato histórico para crianças e adolescentes sobre o nazismo e a segregação. 


  1. Doze lendas brasileiras – Clarice Lispector

Neste livro, podemos reler doze contos do folclore brasileiro recontados por Clarice Lispector. A maioria das lendas são de tribos indígenas. A autora nos relembra os enredos que transformaram seres humanos em estrelas e animais, e os acontecimentos que levaram os bichos a perderem a fala – restando-lhes apenas cantar e grunhir. São contos vindos de várias regiões do país mostrando um pouco da nossa cultura de maneira leve e divertida.


  1. O Mistério da fábrica de livros – Pedro Bandeira

Uma história que mostra o processo da produção de um livro, desde quando uma árvore é derrubada para extrair matéria prima até chegar às editoras de livros. Paralelo a esta trama, ocorre a emoção do primeiro amor de uma menina, a Laurinha, uma adolescente que tem suas inseguranças, angústias e descobertas. O autor transmite em diversos momentos da história que é possível driblar as adversidades para viver intensamente.


  1. O Mário que não é de Andrade – Luciana Sandroni

Os dois protagonistas desta história são xarás. Mário, um o garoto que vive num mar de prédios. Mário de Andrade, que morava numa cidade pequena e gostava de viajar para redescobrir o Brasil, era poeta, romancista e pesquisador. Deixou uma obra de importância capital para a cultura brasileira. Os dois se encontram neste livro a partir de cartas, poemas, romances e outros textos de Mário de Andrade. Através dessa leitura, conhecemos a vida e obra de Mário de Andrade, além de vários acontecimentos importantes, como a Semana de Arte Moderna e o movimento modernista no Brasil.

Para pré-adolescentes e adolescentes entre 12 e 15 anos:

  1. A Ilha Perdida – Maria José Dupre

Eduardo e Henrique convidam o leitor a realizar uma viagem geoliterária pela Ilha Perdida. O livro ilustra, de forma instigante e subjetiva, as paisagens naturais, permitindo ao leitor desenvolver o gosto pela leitura e o cuidado com a natureza.


  1. Anjo linguarudo - Walcyr Carrasco: trabalha a ideia da mentira, verdade, delação.

Felipe tinha todas as qualidades de um bom menino e aluno. Após passar por algumas dificuldades como a morte dos pais e problemas financeiros, o protagonista se vê na seguinte situação: falar ou não toda a verdade? Tudo isso em nome da amizade que ele tinha com a Raquel. Valia a pena deixar de ser o queridinho para contar tudo que sabia?


  1. Pollyana – Eleanor Porter

Pollyanna, uma menina de onze anos, após a morte de seu pai, um missionário pobre, se muda de cidade para ir morar com uma tia rica e severa que não conhecia anteriormente. Por lá, a menina consegue ver algo de bom e positivo em tudo que acontece, mesmo nas situações mais desagradáveis. No mundo da psicologia e sociologia, essa forma de viver a vida em paz e de forma positiva também ficou conhecida como “Princípio de Pollyanna”.


  1. Feliz ano velho - Marcelo Rubens Paiva

Partindo de uma experiência autobiográfica, Marcelo relata ao leitor o momento trágico que marcou sua vida para sempre: o acidente após um mergulho que o deixou tetraplégico. Com humor, franqueza e coragem, sem autopiedade, ele nos leva pela trajetória de sua vida, iluminando pontos conturbados e obscuros. Um livro inspirador, forte e envolvente, "Feliz ano velho" ensina, sobretudo, que a vida é uma batalha que precisa e merece ser lutada.


  1. 1968: o ano que não terminou - Zuenir Ventura

Um dos jornalistas mais prestigiosos do país, Zuenir Ventura retrata em “1968: o ano que não terminou”, episódios que ajudam a sintetizar um momento único em nossa história, complexo e efervescente cultural e socialmente. De uma época turbulenta para o Brasil Zuenir soube capturar episódios e personagens emblemáticos para a construção de nossa identidade e capacidade de resistência como nação.


  1. Ladeira da saudade - Ganymédes José

No livro, vamos conhecer dois jovens que se amam acima de tudo, de todos e do preconceito. “Ladeira da saudade” fala sobre o amor de uma adolescente do século XX, que vai morar com a tia em Ouro Preto, e sobre os preconceitos raciais. Um livro de leitura fácil, que consegue agradar ao público jovem para o qual é designado. Ademais, narra alguns fatos históricos, e representa o Barroco e o Arcadismo.


  1. Os da minha rua – Ondjaki

Ndalu, ou Dalinho, o narrador de "Os da minha rua", nos leva para sua infância e adolescência em sua Luanda natal, em plena guerra civil angolana. Contando eventos de sua passagem para o mundo adulto junto a seus amigos, familiares e conhecidos, Ndalu pinta um cenário de uma terra feliz e rica, ainda que desassossegada. O amadurecimento dos personagens envolve partidas, perdas e despedidas, no processo difícil e bonito que é crescer. Com "Os da minha rua", Ondjaki brinda o leitor com uma narrativa à base de memória, humor e puro afeto.
Leia Mais ►

Continue lendo...

Siga-me por Email