Reflexões rebeldes

José Olympio lança “Reflexões rebeldes”, de Cid Benjamin

Noite de autógrafos acontece no dia 2 de agosto, às 19h, na livraria da Travessa do Leblon


“Reflexões rebeldes”, de Cid Benjamin, estava sendo preparado quando o pedido de impeachment de Dilma Rousseff foi aceito pela Câmara Federal. O autor, então, escreveu um texto novo, que abre esta coletânea de artigos, no qual faz um balanço da situação da sociedade e da esquerda a partir do afastamento da presidente. Mesmo tendo feito oposição programática ao governo Dilma, o jornalista já combatia as tentativas de golpe ao governo da petista em textos anteriores, ora publicados nesta obra. Há mais dois inéditos e ainda uma coleção de artigos que saíram originalmente em jornais e outros que surgiram a partir de anotações para palestras e de editoriais lidos no programa de rádio Faixa Livre.

Militante e filiado a um partido de esquerda, Cid é considerado um intelectual crítico e independente. Seus textos nesta obra vão desde políticas públicas como a implementação das UPPs no Rio até questões do debate político, eleitoral, econômico e partidário. Cid tem posições claramente contrárias à direita, mas também algumas opiniões que incomodam a esquerda e setores progressistas. “Os artigos são voltados para o debate na sociedade e não para quem já tenha posições próximas às minhas. Não estigmatizam quem não pensa como eu. Ao contrário, buscam dialogar com essas pessoas, muitas vezes a partir de suas próprias convicções, buscando trazê-las para uma reflexão mais aberta. Aliás, o debate na sociedade me atrai mais do que a luta interna na esquerda – ainda que esta seja também necessária”, escreve o autor, na apresentação do livro.

Num momento em que há uma crise de representação na política, confusão ideológica e acirramento de posições que vão de encontro aos ideais democráticos, Cid diz desejar, com essas reflexões, reafirmar a “importância da política como a mais nobre das atividades humanas, se exercida com espírito público”. O livro chega às livrarias em agosto, pela editora José Olympio.

Sobre o autor: jornalista, Cid Benjamin foi dirigente estudantil nas jornadas de 1968 e, posteriormente, participou com destaque da luta armada contra a ditadura militar. Preso em abril de 1970, em junho daquele ano foi libertado em troca do embaixador alemão, sequestrado pela guerrilha. Esteve dez anos no exílio, tendo voltado ao país com a anistia. Foi dirigente do PT e esteve entre os fundadores do PSol, partido ao qual está filiado. É autor dos livros Hélio Luz, um xerife de esquerda (Relume Dumará, 1998) e Gracias a la vida (José Olympio, 2013)


Ficha Técnica:
Páginas: 238
Valor sugerido: R$ 39,90
Editora: José Olympio / Grupo Editorial Record

Fonte: assessoria de imprensa

Siga-me por Email