Vida

A vida que vale a pena ser vivida



Apesar da idéia que o título pode dar este não é um livro de auto-ajuda, pelo contrário. Ele oferece aos leitores uma reflexão crítica sobre os critérios existenciais mais consagrados, exatamente para que possam desconfiar de fórmulas prontas para o bem viver

Os autores Clovis de Barros Filho e Arthur Meucci abordam questões fundamentais da existência humana, utilizando diferentes enfoques por meio da formulação do pensamento dos mais destacados nomes da filosofia, de Sócrates e Platão a Espinosa e Nietzsche, aplicados a situações do cotidiano, para que o leitor “possa resistir, cada vez melhor, contra todo tirano que pretenda empurrar-lhe goela baixo a vida que vale a pena”.

Esta intenção é explicitada logo no início, sem rodeios e com muito bom humor. Sem nenhum propósito de enganar seus potencias leitores, em lugar da tradicional “Introdução” a obra traz uma “Advertência”, na qual se estabelece um diálogo direto com o leitor (assim como ocorrerá até o final do livro), como no trecho: “Deixe este exemplar para outro leitor. Menos esperançoso. Mais desconfiado dos programas de excelência existencial. Que, se funcionassem, já teriam erradicado a tristeza do mundo. Ele talvez intua que o sucesso não tem fórmulas secretas. Que se a liderança passo a passo fosse eficaz, todos já seriam líderes. Ele provavelmente se dá conta de que fórmulas indiscutíveis escravizam. De que a soberania para deliberar sobre a própria vida – com todos os riscos – é nosso único verdadeiro patrimônio. Inalienável.”

Trata-se, portanto, de um interessante passeio pelo universo filosófico, de maneira leve, divertida e muito próxima da vida comum de todos nós. Este, sim, um trabalho de sucesso, já que entre as palestras que Clovis de Barros Filho realiza em todo o País, a “Vida que vale a pena ser vivida” passou a ser a mais solicitada nos últimos dois anos.

Sobre os autores

Clovis de Barros Filho – graduado em Direito pela Universidade de São Paulo e em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, doutorou-se na Universidade de Paris III e em Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), com créditos realizados na Universidade de Navarra. É professor livre-docente da ECA/USP e conferencista pelo Espaço Ética. É considerado, pelas revistas especializadas, um dos melhores palestrantes corporativos do Brasil, sendo que de 2007 até o início de 2010 mais de 150 mil pessoas assistiram suas palestras.

Arthur Meucci – Bacharel, licenciado pleno e mestre em Filosofia pela Universidade de São Paulo, com formação em psicanálise pelo Instituto Brasileiro de Ciências e Psicanálise (IBCP). É professor, conferencista e consultor do Espaço Ética, trabalhando diretamente com setores de capacitação e treinamento em Recursos Humanos e Compliances de grandes corporações.

Serviço:
A Vida que vale a pena ser vivida
Editora Vozes
208 páginas
Preço sugerido: R$ 22,00

Siga-me por Email