ECA!



Na hora de comer, é sempre aquele fuzuê. Vegetais, frutas, cereais, carnes, pães, leite... São tantas comidas diferentes neste mundo para nos ajudar a crescer e a nos manter saudáveis, mas algumas crianças nem experimentam e já dizem que não gostam. O personagem desse livro é exatamente assim e diz "eca!" pra quase tudo. Mas sua tática de rejeitar comida vai acabar em susto, mas também em diversão!


Ficha técnica:

Autor(es): Rosinha

Ilustrador(es): Rosinha

Faixa etária: A partir dos 5 anos

Edição: 1ª edição - 2021

ISBN: 9786558179146

Páginas: 32 / Formato: 18 x 18 cm

Editora: Editora do Brasil 


Opnião da redação:

Recebemos o exemplar aqui na redação. O acabamento é em capa dura, com layout "fofo" que apresenta aos leitores mirins a importância de alimentar-se com escolhas saudáveis. Excelente para trabalhar novas opções para as crianças. 



Leia Mais ►

Continue lendo...

Água fonte da vida



A água é fonte permanente da vida e da sobrevivência de todos os seres vivos neste nosso planeta azul. Esse livro explora não só a importância da água para o bom funcionamento de todo o ecossistema da Terra, mas vai além, nos mostrando a importância de cuidarmos desse recurso tão precioso e finito. Uma reflexão prática sobre a água e o papel que precisamos desempenhar para preservar esse recurso tão essencial, agora em nova edição.


Ficha técnica:

Autor(es): Leonardo Mendes Cardoso

Ilustrador(es): Camila Teresa

Faixa etária: A partir dos 8 anos

Edição: 2ª Edição/2022

ISBN: 9788510086264

Páginas: 40 / Formato: 23,5 x 20,5 cm

Editora: Editora do Brasil


Opnião da redação:

Recebemos aqui na redação e indicamos a leitura. O livro aborda em primeira pessoa as temáticas que envolvem o uso consciente da água e como nos beneficiamos com o seu consumo em todos os campos. 

Leia Mais ►

Continue lendo...

Planeta Terra – nossa casa


A Terra é um planeta cheio de vida, diversidade e beleza. Ela abriga incontáveis espécies animais, incluindo o ser humano. Até onde sabemos, ela é o único planeta com as condições propícias para a vida neste vasto universo. Mas seus recursos não são infinitos. O uso em larga escala e muitas vezes indevidos destes recursos está causando estragos irreversíveis ao nosso lar e é preciso agir agora para garantir a vida na Terra para as futuras gerações. Uma reflexão importantíssima sobre nosso papel na preservação daquela que é a nossa casa, agora em nova edição.


Ficha técnica:

Autor(es): Leonardo Mendes Cardoso

Ilustrador(es): Camila Teresa

Faixa etária: A partir dos 8 anos

Disciplina: Língua Portuguesa, Ciências

Tema: Meio Ambiente, Trabalho e Consumo

Assunto: Meio ambiente, Reciclagem

Edição: 2ª Edição/2022 / ISBN: 9788510085700

Páginas: 40 / Formato: 23,5 x 20,5 cm

Editora: Editora do Brasil


Opnião da redação:

Recebemos o exemplar na redação e indicamos a leitura. Na obra, o leitor pode entender como são realizados os processos de reciclagem, como podemos contribuir para o Planeta não "adoecer" e ao mesmo tempo se torna uma leitura obrigatória para todos - adultos e crianças, com um olhar diferente!


Leia Mais ►

Continue lendo...

 Almanaque sustentável dos contos de fadas


Certamente você já ouviu falar do patinho “feio” que se descobre um belo cisne, ou de três porquinhos que enfrentam problemas com um lobo persistente, ou até um rei com medo de parecer bobo que acaba andando sem roupa por aí. Mas você pode esquecer tudo que conhece sobre esses contos de fadas, porque este livro coloca todo esse universo de cabeça para baixo para explorar questões muito atuais, como ecologia, reciclagem, sustentabilidade e cidadania. E tudo isso por meio de gêneros textuais diversos. Um almanaque criativo e divertido para um leitor curioso, moderno e engajado!


Ficha técnica:

Autor(es): César Obeid

Ilustrador(es): Evandro Marenda

Segmento: Fundamental I - Anos Iniciais

Faixa etária: A partir dos 9 anos

Edição: 1ª Edição/2022

ISBN: 9788510086134

Páginas: 64 / Formato: 24 x 24cm

Editora: Editora do Brasil


Opinião redação: 

Recebemos o livro aqui na redação e recomendamos a leitura. É composto de várias histórias que despertam a curiosidade dos leitores e ao mesmo tempo desenvolve o senso crítico. 

Leia Mais ►

Continue lendo...

 Carolina Nalon estreia na literatura infantojuvenil com livro sobre Comunicação Não Violenta

 
Especialista no tema, a autora aborda conceitos como Círculo Restaurativo e Escuta de Girafa em linguagem fluida e acessível, a partir dos relatos em primeira pessoa de Lara, protagonista da história
 
Lara é uma menina curiosa, que adora aprender e conversar sobre os mais variados assuntos. Desde muito cedo, descobriu que as palavras podem ser muros ou pontes e passou a amá-las. Não à toa, será com as próprias palavras que Lara contará sua história, que se complica quando Martim, seu melhor amigo, começa a agir de modo estranho.

O círculo: conversando a gente se entende, lançado em outubro pela Escarlate, apresenta ferramentas da Comunicação Não Violenta – como o Círculo Restaurativo e a Escuta de Girafa – para jovens leitores a partir de situações cotidianas e do ponto de vista de crianças e adolescentes. A autora, Carolina Nalon, mediadora de conflitos, especialista e referência na técnica, conta que sempre foi bastante demandada para produzir conteúdos específicos para crianças.

A Comunicação Não Violenta é o nome que se dá a um conjunto de conceitos e ferramentas sistematizado por Marshall Rosemberg visando a cooperação, a comunicação eficaz e a empatia nas relações.

Este livro é o primeiro a abordar o tema para essa faixa etária. Nele, a protagonista conversa diretamente com o leitor e o convida a participar de seu dia a dia em casa e na escola e a conhecer de perto sua relação com Martim. Depois que Lara passa a estudar na mesma escola que ele, a amizade é perturbada pelo comportamento estranho do menino. 

Caloroso fora da escola, Martim é distante de Lara no ambiente escolar, preferindo passar tempo com outros amigos, sobretudo Lucas. Lara vai se chateando, sem confrontar o amigo, até que um dia ela deixa cair uma quantia que havia recebido da tia, e Lucas pega o dinheiro para si, mesmo sabendo que era de Lara. 

“E eu saí chorando pelos corredores para falar com a diretora, porque não aguentava mais aquela situação. O Lucas simplesmente não gostava de mim, e eu não sabia por quê. E o Martim não me defendia, mesmo eu sendo a melhor amiga dele! Eu queria que ela soubesse como o Lucas estava sendo malvado comigo e lhe desse uma advertência!”

Ficha técnica:

O círculo: conversando a gente se entende
Texto: Carolina Nalon
Ilustração: Lila Cruz
Selo: Escarlate
Formato: 27 cm x 20 cm
Acabamento: brochura
Preço: R$ 54,90
Idade recomendada: a partir dos 6 anos
Data de lançamento: outubro de 2022

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

 Mauricio de Sousa é homenageado em evento da Cátedra UNESCO de Leitura em São Paulo


Desenhista brasileiro recebe reconhecimento por seu trabalho em 
prol da alfabetização e do estímulo de crianças à leitura

 
Em cerimônia realizada neste dia 21 de outubro, no Theatro São Pedro, em São Paulo, o desenhista Mauricio de Sousa foi homenageado pela Cátedra UNESCO de Leitura PUC Rio em reconhecimento ao seu trabalho nestes mais de 60 anos de vida profissional como autor de quadrinhos que, por gerações, vem estimulando a leitura e a alfabetização de milhões de crianças. 

No evento, apresentado por Zezé Motta, a professora doutora em Comunicação e pesquisadora internacional na área dos quadrinhos, Sonia Bibe Luyten, falou da importância da linguagem dos quadrinhos na sala de aula como ferramenta de ensino de grande poder para o aprendizado em qualquer disciplina na escola. O escritor e presidente da Academia Paulista de Letras, José Renato Nalini, reforçou em sua fala a importância de Mauricio de Sousa, que compõe a academia desde 2011, ser o primeiro desenhista a ser convidado para integrar uma Academia de Letras e colocar os quadrinhos em local nobre na literatura.

Por fim, a representante da Cátedra UNESCO de Leitura PUC Rio, Gilda Maria de Almeida Rocha Borges de Carvalho, entregou a placa da homenagem e falou sobre o processo de formação do leitor e sobre como as histórias em quadrinhos estão presentes na composição de acervos de projetos de leitura.  A UNESCO iniciou parceria com o Instituto Mauricio de Sousa para campanhas de estímulo à leitura. A primeira veio a público no último dia 8 de setembro, no Dia Mundial da Alfabetização, com uma história em quadrinhos da Turma da Mônica ressaltando a alfabetização como forma de inclusão e direito de todos.

Emocionado, Mauricio de Sousa falou de sua infância, quando teve seu interesse pela leitura despertado devido aos quadrinhos que seus pais levavam para casa, tendo se alfabetizado aos cinco anos de idade, e que hoje sua “medalha no peito” é saber que milhares de crianças também fazem o mesmo caminho por meio de suas revistas nestes 63 anos de carreira.

O reconhecimento se torna mais importante para a linguagem dos quadrinhos e seus milhões de leitores que, ao começarem a ter gosto pela leitura, logo se encantam pelos livros e mantêm essa corrente de conhecimento em evolução entre as várias gerações de leitores.

Na cerimônia, a Orquestra Municipal de Santa Isabel, cidade natal do desenhista, no interior de São Paulo, apresentou versões instrumentais dos temas dos principais personagens do autor, alguns dos quais se juntaram ao homenageado no palco durante o evento.

 
Sobre Mauricio de Sousa
Mauricio Araújo de Sousa, o mais famoso e premiado autor brasileiro de histórias em quadrinhos, nasceu em Santa Isabel, no estado de São Paulo, no dia 27 de outubro de 1935. Viveu parte de sua infância em Mogi das Cruzes, desenhando nos cadernos escolares. Aos 19 anos mudou-se para São Paulo e, durante cinco anos, trabalhou no jornal Folha da Manhã (atual Folha de S.Paulo) escrevendo reportagens policiais. Em 1959, criou seu primeiro personagem – o cãozinho Bidu, na Folha da Tarde. A partir de uma série de tiras em quadrinhos com Bidu e Franjinha, publicadas na Folha da Manhã, Mauricio de Sousa iniciou sua carreira. Nos anos seguintes, criou mais tiras, outros tabloides e diversos personagens — Cebolinha, Piteco, Chico Bento, Penadinho, Horácio, Astronauta etc. Sua personagem mais famosa, a Mônica, apareceu pela primeira vez em 1963, numa tira de jornal do Cebolinha. Até que, em 1970, lançou a revista Mônica, com tiragem de 200 mil exemplares, pela Editora Abril. Entre quadrinhos e tiras de jornais, suas criações chegaram a cerca de 30 países. Suas revistas figuram há mais de cinco décadas entre as mais vendidas do Brasil. Em toda sua carreira, Mauricio ultrapassou o extraordinário número de 1 bilhão de exemplares vendidos. Não à toa, é considerado o maior formador de leitores do Brasil. Aos quadrinhos, juntam-se centenas de livros ilustrados, revistas de atividades, álbuns de figurinhas, espetáculos teatrais, desenhos animados e longas-metragens produzidos pela Mauricio de Sousa Produções. Em 2008, o incansável e prolífico artista revolucionou novamente o mercado com o lançamento da Turma da Mônica Jovem, uma revista mensal em estilo mangá com os personagens adolescentes e vivendo aventuras diferenciadas. Desde 2011, Mauricio de Sousa ocupa a cadeira número 24 da Academia Paulista de Letras.
Leia Mais ►

Continue lendo...

 15 profissionais lançam obra que traz histórias negativas e positivas do sistema corporativo

"Olhares para os sistemas", obra que tem como propósito ajudar à 
evolução de pessoas, ambientes e sistemas.

 
"Olhares para os sistemas", obra coletiva que traz a vivência de 15 profissionais em sistemas pessoais e corporativos, será lançada em São Paulo no dia 20 de outubro, às 18h30, no Círculo Militar, na cidade de São Paulo. As cidades do Rio de Janeiro e Curitiba também receberão o evento, que ainda não tem datas marcadas.
 
O livro foi organizado por Viviane Ribeiro Gago, que tem mais de vinte anos de experiência trabalhando no mundo organizacional e empresarial. Autora da obra "Biografia de uma pessoa comum", publicada em 2021 pela editora Scortecci, é dela a apresentação que inicia a obra.
 
"Quando tive a ideia do livro, como obra coletiva, sempre tive dentro de mim o desejo de contar com várias pessoas que aprecio pessoal e profissionalmente, com rica experiência na carreira e na vida para contribuírem nas reflexões, no desenvolvimento e, quem sabe, na evolução de outras pessoas, ambientes e sistemas -- em especial o organizacional", explica a organizadora na apresentação de Olhares sobre os Sistemas.
 
Já o prefácio foi escrito por Rosa Maria Barreto Borriello de Andrade Nery, professora de Direito Civil da PUC-SP, advogada e escritora de livros jurídicos. Uma das principais personalidades do Direito Civil brasileiro, é dela também uma profunda reflexão sobre meias-verdades, retratada em formato de poesia.
 
Olhares para os Sistemas está dividido em 6 partes e 15 capítulos e, somando a experiência dos autores, são mais de 340 anos de vivência profissional. A prática no mercado de trabalho em vários sistemas reúne muito conhecimento real a ser compartilhado.
 
E é exatamente esse o objetivo de Olhares para os Sistemas: a partir da abordagem de assuntos importantes construir cenários melhores para o futuro.
Conheça mais sobre os temas e autores que participam de Olhares para os Sistemas:
 
PARTE 1. REFLEXÕES SOBRE OS SISTEMAS, PESSOAS, ÉTICA, VALORES, AMBIENTE E PRÁTICAS
 
CAPÍTULO 1. Os sistemas somos nós!
Autora: Viviane Ribeiro Gago
Neste capítulo, a autora conta que o sistema familiar, a administração pública, a sociedade, o país, o mundo etc. são sistemas. E as empresas refletem o nível de consciência das pessoas que as compõem, principalmente a liderança. Tanto que, empresas e pessoas, aquelas que querem melhorar e se desenvolver, devem estar permanentemente atentas para a busca de conhecimento, evolução e adaptação.
 
CAPÍTULO 2. Conjuntura de meias-verdades (só a poesia nos salva)
Autora: Rosa Nery
Aqui a autora escreve em forma de poesia, faz uma reflexão de que nada incomoda mais que a meia-verdade, sendo que essa permeia todos os sistemas. Comportada e desprovida do poder de escândalo da mentira, é um argumento hipócrita e um atalho para se chegar a um resultado conveniente.
 
CAPÍTULO 3. Convivência com o mundo corporativo
Autora: Luciana Kapitaniec
A autora começa uma reflexão: Qual a influência exercida pelo ambiente quando se convive com o mundo corporativo? Como conduzir a vida em relação ao trabalho de uma maneira fluida? Este capítulo mostra um olhar sobre o indivíduo imerso no mundo corporativo e sua exposição a situações que não controla e que colocam valores à prova.
 
CAPÍTULO 4. Fazer o que é conveniente: por que isso não está certo?
Autor: Adriano Magalhães
No capítulo 4, Adriano narra que na vida, como no ambiente profissional, todos são expostos a situações que testam os valores pessoais. Momentos que trazem mais do que a possibilidade de ganho ou perda, mas uma chance de fazer o certo ou o que é conveniente. Fazer a coisa certa é sempre mais importante e esse texto explica o porquê.
 
PARTE 2. LIDERANÇA, COLABORADORES E POTENCIALIDADES
 
CAPÍTULO 5. Os desafios da nova liderança. O que o mercado quer de um líder?
Autora: Claudia Nassif
Claudia Nassif conta que ao começar sua carreira em 1982, o seu sonho era ingressar em uma grande empresa, tornar-se chefe e trabalhar nela até a aposentadoria. Uma carreira de sucesso! Os tempos mudaram e hoje responsabilidades muito diferentes são esperadas de um líder. No texto, a autora compartilha lições aprendidas, trazendo pontos de reflexão sobre liderança.
 
CAPÍTULO 6. Potencialidades que restauram sua autoconfiança
Autora: Sonia Carapunarlo Sens
Neste capítulo, a autora explica que é comum, no mundo corporativo, deparar-se com pessoas competentes, mas que não reconhecem em si suas forças e potencialidades. Traz ainda uma reflexão sobre a maneira de se colocar a serviço da essência e talento natos. O reconhecimento e a apreciação das capacidades e habilidades são um caminho promissor em prol de mais realização e satisfação.
 
PARTE 3. HUMANIZAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES
 
CAPÍTULO 7. É possível promover o ser humano nas organizações?
Autora: Meire Panzini
Em sua trajetória profissional, a autora sempre teve como “Promover o Humano” o seu propósito. Neste capítulo, Meire Panzini conta a importância desse objetivo pessoal em sua carreira e como é possível promover o ser humano nas organizações.
 
CAPÍTULO 8. Quem está olhando?
Autora: Claudia O. Rezende
A intenção da autora, com o capítulo, é questionar o olhar de quem olha, reconhecendo que o olho é o objeto que tudo vê, menos a si mesmo, convidando a presença consciente vir à tona dentro e fora do sistema. Será que as pessoas reconhecem seus principais padrões de pensamentos, sentimentos e visão de mundo? Quais são as historinhas contadas para si mesmo sobre como o mundo funciona e o que pode esperar dele?
 
PARTE 4. O FEMININO E O MASCULINO NO SISTEMA ORGANIZACIONAL
 
CAPÍTULO 9. Carreira de sucesso e maternidade: o que realmente importa?
Autora: Marina Moreno
No início da sua carreira, a autora acreditava que uma carreira de sucesso era começar como estagiária, subindo até (quem sabe) chegar à presidência. A vida profissional seguiu o seu curso e, após algumas surpresas, o desafio maternidade x carreira surgiu. O que é então uma carreira de sucesso? Como conciliar a vida pessoas e a maternidade? Marina Moreno responde a essas perguntas a partir da sua experiência pessoal.
 
CAPÍTULO 10. Conectando pontos
Autor: Carlos Pedote
O capítulo Conectando os pontos é uma maneira encontrada pelo autor de compartilhar um olhar de como os acontecimentos ao longo da sua vida pessoal e profissional fizeram e ainda fazem sentido da forma que aconteceram, mesmo que naquele instante ele não tivesse essa clareza. A lição que fica é que a mudança é interna, de dentro para fora e depende de cada um.
 
CAPÍTULO 11. O olhar para si mesmo: a coragem de ser autêntico e integral no sistema corporativo
Autora: Camila Oki
Para a autora, um dos maiores desafios da vida é ser quem ela é, na mais pura essência. O que, por si só, já é a jornada de uma vida inteira -- um incômodo e dificuldade, e que em muitos anos foi encarado como algo de errado. O famoso “não pertenço ao sistema, mas, na prática, faço de tudo para me encaixar”. No capítulo, Camila Oki conta sua história e como foi capaz de atingir a maturidade profissional sendo quem realmente é.
 
PARTE 5. APRENDIZADOS COM O SISTEMA ORGANIZACIONAL
 
CAPÍTULO 12. Quando a inquietude é maior, há um despertar que gera transição
Autora: Cristiane Rodrigues Abrahão
Neste capítulo, a autora explica que no começo da carreira, é muito mais normal pensar com a cabeça do que com o coração. Buscar oportunidades como ter carteira assinada mesmo antes de se formar na faculdade, por exemplo. Mas nem sempre essa é a escolha correta. Se apaixonar pelo que faz é o principal mote do capítulo escrito por Cristiane Rodrigues Abrahão. Essa é a verdadeira essência da vida pessoal e profissional.
 
CAPÍTULO 13. Como construir e gerenciar uma startup dentro do sistema?
Autor: Alexandre Castanha
No mundo atual, a tecnologia não é uma escolha, mas uma estratégia de negócio que deve estar entrelaçada em uma organização. Por isso as startups ganham cada vez mais importância dentro dos sistemas das grandes empresas. A partir da sua experiência pessoal, Alexandre Castanha dá o caminho das pedras para quem deseja empreender dentro de uma grande companhia.
 
PARTE 6. VISÃO SISTÊMICA, O COMPARTILHAR CONHECIMENTOS E UMA VISÃO SOCIAL NO SISTEMA
 
CAPÍTULO 14. Um olhar sistêmico para as empresas
Autora: Alessandra Bomura
Com uma carreira profissional brilhante, Alessandra Bomura apresenta neste capítulo sua trajetória profissional e os três presentes que o mundo corporativo lhe deu, encerrando o texto com uma reflexão sobre como as empresas não são ilhas isoladas. É necessária a integração dos departamentos, sob pena de se criar um ambiente tóxico que só prejudicará a todos.
 
CAPÍTULO 15. A cultura de compartilhar
Autora: Vanessa Lisboa
Neste capítulo a autora fala sobre o compartilhamento de conhecimento e suas experiências no ambiente organizacional. Como incentivar na prática o compartilhar dentro de uma empresa? De que maneira ampliar a cultura da organização, incluindo trabalhos voluntários e os stakeholders? Essas e outras perguntas fundamentais são respondidas no texto.
 
Serviço:
Obra: Olhares para os sistemas
Lançamento: 20/10/22
Link para compra na Amazon: Link
 
Sobre Viviane Ribeiro Gago
Mentora, coach nível sênior, consultora e facilitadora pela VRG Desenvolvimento Humano, autora do livro “Biografia de uma pessoa comum” e de outras obras coletivas, Advogada e Mestre em Relações Sociais pela PUC/SP.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

 As mais lindas histórias da Bíblia 

por Aline Barros (Autor)

 


Todo mundo sabe que Aline Barros gosta muito de cantar ― é uma das maiores artistas da música cristã brasileira. Acontece que ela também adora contar histórias, principalmente as que estão no livro mais sensacional do mundo, a Bíblia. Quer ver Aline contente? 

É só pedir para ela falar de como Deus criou o mundo, da entrada do povo na Terra Prometida, das conquistas de Davi, do ministério dos profetas, da vida e dos milagres de Jesus Cristo e dos feitos dos apóstolos, entre outras passagens maravilhosas que ela reuniu nos três livros da série As mais lindas histórias da Bíblia. 

Neste primeiro volume, Aline fala da Criação de todas as coisas; de Adão e Eva, o primeiro homem e a primeira mulher; da Grande Chuva, também chamada de Dilúvio; de Moisés, o grande líder que ajudou a libertar o Povo de Deus; dos Dez Mandamentos que o Senhor deu para todos nós; e de Josué, o guerreiro que marchou até derrubar a Muralha de Jericó. 

Para ajudá-la a contar essas histórias lindas, ela convocou uma turminha muito animada e bonita: Alininha, Quaquito, Robozinha, Tico Pinguim e Blue Dog vão acompanhar você na descoberta dos maiores tesouros da Palavra de Deus.


Ficha técnica: 

Autora: Aline Barros

Ilustrações: José Paschoal da Silva

Editora: Ediouro - Selo Novo Céu

R$ 40,90 / Páginas: 64


Opinião da redação:

Recebemos o exemplar na redação e recomendamos a leitura. A obra traz histórias e ilustrações para narrar passagens da Bíblia e se torna essencial para as crianças compreenderem passagens como a de Adão e Eva, do Dilúvio, de Moisés, o líder do povo hebreu, dos Dez Mandamentos e de Josué, que marchou em torno das Muralhas de Jericó.





Leia Mais ►

Continue lendo...


livros que ajudam os pais na hora de educar os filhos

Especialista indica obras que analisam comportamentos infantis, com dicas e orientações práticas de como agir em casa 

 

Dizem que os filhos refletem as atitudes dos pais e não à toa pais e mães estão cada vez mais interessados em conteúdos relacionados à parentalidade. Até mesmo na hora de educar um filho, as reações e decisões do adulto terão impacto na formação da personalidade da criança. 

 

“Uma boa educação demanda paciência, persistência e abertura para novos conhecimentos, que possam tornar o cuidado com os filhos algo mais leve, prazeroso, além de bem-sucedido”, comenta Bruno Piva, CEO da Piva Educacional, startup que ajuda crianças e adolescentes a criarem autonomia para estudar.

 

Para ajudar os pais que se encontram nessa jornada, Piva separou cinco livros que abordam comportamentos infantis, com dicas e orientações práticas sobre como agir em diferentes situações. Confira:

 

1- Por dentro da cabeça do seu filho - Nigel Latta


A obra aborda como os pais podem dar atenção da maneira e na quantidade certas. Orienta também como falar com a criança, melhorar o relacionamento e a resolução de problemas relacionados à alimentação e ao sono.


2- Meu filho me enlouquece! - Isabelle Filliozat


Voltado à educação de crianças entre 6 e 11 anos, a autora aborda questões do comportamento infantil e o que existe por trás de atitudes consideradas más.


3- Educando crianças geniosas - Dr. James Dobson


James Dobson é um psicólogo que já atendeu diversas famílias e seu livro é a soma dessas experiências, com orientações para que pais consigam lidar com filhos rebeldes e torná-los adultos responsáveis. A obra aborda também temas como autoestima, hiperatividade e dislexia.



4- Como educar no século XXI? O guia antipânico para pais e mães - Pati Curi, Patricia Chaccur, Tiago Tamborini


livro reúne 21 questionamentos para ajudar pais a lidarem com seus filhos, da infância até a maioridade. Alguns assuntos abordados são bullying, nudes, uso do celular, consumo de álcool, sexo e escolha da profissão.


5- 20 regras de ouro para educar filhos e alunos - Augusto Cury


Autor de diversos best-sellers, Augusto Cury dedica esse livro a pais e professores. Entre as regras de ouro abordadas na obra, estão: compreender o “eu” maduro e imaturo, colocar limites, pacificar a mente, não criticar excessivamente, prevenir a intoxicação digital e não piorar a outra pessoa. 

Sobre a Piva Educacional

Piva Educacional, fundada em 2011 por Bruno Piva, é uma consultoria educacional que ajuda crianças e adolescentes a criarem autonomia para estudar. A startup possui um método próprio de ensino que garante que em até 6 semanas os alunos aprendam e gostem de estudar sozinhos. Destinado não só para estudantes, mas também para pais e responsáveis, a Piva já atendeu mais de 60 mil famílias que vivem dentro e fora do Brasil com seus cursos, vídeos no YouTube e com a Semana do Filho Estudioso, um evento de conteúdo educacional gratuito que ocorre algumas vezes ao ano.


Fote: Assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

 Criação de filhos baseada na graça 

de Tim Kimmel, com prefácio de Max Lucado



Criar filhos na atualidade não é uma tarefa fácil. Muitas pessoas oferecem dicas e sugestões para os pais, estabelecendo regras e dando conselhos que, em muitos casos, não são factíveis. Tim Kimmel, fundador do ministério Family Matters, frequentemente requisitado para palestras e seminários sobre o tema nos Estados Unidos, oferece uma nova abordagem completamente diferente desse estilo metódico, baseada no conceito de que a melhor maneira de levar os filhos à realização pessoal e à integridade de caráter é reproduzindo o amor e a compaixão de Deus no lar. Em vez de gerar medo, os pais devem refletir a graça divina, oferecendo um fundamento sólido para o desenvolvimento espiritual e do caráter da prole.


Opinião da redação:

Recebemos o exemplar aqui na redação e recomendamos a leitura. A obra de Tim Kimmel fala sobre educação infantil a partir da ótica cristã, com um título voltado para a Criação de Filhos Baseada na Graça. Se torna uma leitura importante para as famílias. 


Ficha técnica:

Criaçaõ de filhos baseada na graça

Autor: tim Kimmel 

Prefácio de Max Lucado

Formato 15,5 x 23cm

Páginas 232


Leia Mais ►

Continue lendo...

 Duas espadas, difusas realidade


A segunda espada, primeira publicação literária de Peter Handke
após receber o Prêmio Nobel, é a antinarração de uma vingança


A segunda espada: uma história de maio é a primeira publicação literária de Peter Handke após receber o Prêmio Nobel de Literatura 2019. Foi aguardada com grande expectativa, sobretudo porque a laureação do autor fez crescer a controvérsia envolvendo seu nome e as guerras na antiga Iugoslávia.

O livro não trata dessa polêmica diretamente, mas, por abordar uma vingança contra uma pessoa da imprensa, há quem diga que o texto é uma “alfinetada” da literatura em certo tipo de jornalismo que insiste em alimentar sensacionalismos.

Romance fora dos padrões e das convenções, e por isso handkeano por excelência, A segunda espada tem um “herói” que abre sua história reconhecendo no espelho diante de si a imagem de um vingador. Esse narrador em primeira pessoa, então, se propõe a vingar sua mãe, acusada por pessoa da imprensa, em um artigo de jornal, de simpatias nazistas. O que ocorrerá com esse projeto de vingança é um biombo para — como sempre em Handke — colocar em cena o ato da escrita.

Seja pela tensão narrativa ou por outras questões estéticas, o fato é que sua campanha vingativa está o tempo todo em digressão. A narração atrasa, como que de propósito, a ação agressiva, preocupando-se em discutir diversas referências literárias, comentar a si mesma e fazer desse adiamento a ação que importa. Feito com a maestria de um escritor que se orgulha em ser sucessor de nomes como Homero, Cervantes, Tolstói, todos estes também excelentes na arte da digressão.

Conforme consta na orelha do livro, “Handke será sempre o mestre das palavras e da desconstrução da realidade pelo texto”.


Título: A segunda espada: uma história de maio
Autor: Peter Handke
Tradução: Luis S. Krausz
ISBN: 978-65-86068-03-0
Formato: 14 x21 cm / 176 páginas
Preço: R$56,00

Sobre o autor:

Peter Handke, nascido em 1942, é austríaco de mãe eslovena, e vive hoje em Chaville, nos arredores de Paris. Está entre os mais importantes escritores e dramaturgos de língua alemã. Recria sem cessar sua escrita e se recoloca sempre como autor. Handke publicou dezenas de obras, entre elas várias que marcaram época, como a peça Kaspar (1968), as novelas ensaísticas como Tarde de um escritor (1987), a série de Ensaios e os romances A mulher canhota (1976), Numa noite escura, deixei minha casa silenciosa (1997) e A noite moraviana (2008). Com Wim Wenders, assinou os roteiros de O medo do goleiro ante o pênalti (1972) e Asas do desejo (1987). Dirigiu ele mesmo uma versão cinematográfica de A mulher canhota. Em 2019, foi laureado com o Prêmio Nobel de Literatura. Dele, esta editora publicou Don Juan (narrado por ele mesmo), em 2007, A perda da imagem ou Através da Sierra de Gredos, em 2009, Ensaio sobre a jukebox e Ensaio sobre o louco por cogumelos, ambos em 2019, e, em 2020, Ensaio sobre o dia exitoso e Ensaio sobre o cansaço. Em 2023, será publicado o basilar Meu ano na baía de ninguém.

Fonte: assessoria de imprensa


Leia Mais ►

Continue lendo...

 Faro Editorial lança livro com dicas práticas 
sobre como falar melhor em público

 O autor atuou por anos com media training e ensina as principais técnicas de oratória


Falar em público é o medo número 1 no mundo, ele supera até mesmo o medo da morte. Então, se você encontrou este livro, saiba que não está só. E sentir medo, convenhamos, não é uma decisão racional que você pode mudar num clique. Mas superar essa barreira, sim, é questão de escolha.

A Faro Editorial lança este mês um livro que é um guia prático para aquelas pessoas que querem melhorar a sua forma de comunicação e falar em público: “Falar é fácil”, do jornalista Rafael Fontana.

Fontana dedicou três décadas ao estudo e à prática de comunicação, seja na fala ou na escrita. Treinou dezenas de executivos, políticos e demais porta-vozes para falar nas mais variadas situações, inclusive em depoimentos no Congresso e televisionados em rede nacional.

Quando morou na China, orientou uma jovem jornalista chinesa a fazer vídeos em português. Hoje ela tem mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais em países que falam a língua portuguesa!

O resultado dessa experiência foi compilado em um curso prático de sete semanas. Com Falar é Fácil, você irá transformar a forma como se comunica, e os resultados já poderão ser vistos nas primeiras semanas.

Com este livro o leitor vai aprender técnicas que o ajudarão a: Aumentar a autoconfiança; impulsionar a carreira; melhorar a imagem; elevar a renda; motivar pessoas; disseminar conhecimento; criar oportunidades para liderar; fortalecer a autoestima; aprimorar as relações interpessoais; fomentar a autovalorização; aperfeiçoar habilidades de comunicação; amplificar o pensamento crítico; facilitar a socialização; aprender a persuadir e a vender; dominar idiomas estrangeiros e ensinar a um número maior de pessoas.
 
Ficha técnica
Título: Falar é fácil
Nº de páginas: 192
Preço: R$59,90
 
Sobre o autor:
RAFAEL FONTANA é um apaixonado pela comunicação. Escritor, jornalista e professor nascido em São Paulo, percorreu o Brasil e o mundo até fixar-se na China de 2015 a 2018. Seu primeiro livro, Chinobyl, tornou-se um sucesso de vendas na área de geopolítica. Em 26 anos de carreira, o jornalista atuou nas maiores grifes da mídia nacional e internacional, entre elas Folha de S. Paulo, AOL Time Warner, Weber Shandwick e China Media Group. Como executivo de comunicação, passou anos treinando porta-vozes para falar em público e em entrevistas. Toda essa bagagem foi essencial para produzir seu novo livro, FALAR É FÁCIL.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

Supershopping Osasco comemora o Dia Nacional do Livro com dicas especiais para os apaixonados por leitura 

 
O SuperShopping Osasco comemora o Dia Nacional do Livro, convidando o público a ingressar no mundo mágico das palavras com os clássicos da ficção, além de aprofundar seus interesses com os títulos de não-ficção. O importante é ler! Com uma loja da Saraiva e da Promo Livro, o shopping center reúne obras para todas as idades em todos os gêneros desde literatura infantil, romance, suspense e aventura, que levam o público para uma viagem através de diferentes histórias, até os títulos especializados em Viagem, Gastronomia, Economia e outras áreas do conhecimento.
 
“Convidamos nossos clientes a aproveitaram essa data tão especial. A leitura é indispensável para o nosso senso crítico e desenvolvimento, além de proporcionar entretenimento da melhor qualidade, com mundos mágicos e muito conhecimento”, diz Mariana Molina, coordenadora de Marketing do Supershopping Osasco.
 
Para quem está sempre atento aos lançamentos, as dicas são Antes que o Café Esfrie, O Homem de Giz e O Silêncio da Casa Fria. Para quem quer colocar os clássicos em dia, vale conferir Orgulho e Preconceito, Crime e Castigo, O Pequeno Príncipe e Morro dos Ventos Uivantes.
 
A Saraiva está localizada no Piso 1 e a Promo Livro no Piso 2. O empreendimento funciona de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 14h às 20h.


 
Sobre o SuperShopping Osasco:

Administrado pela Saphyr Shopping Centers, o SuperShopping Osasco reúne as melhores opções de lazer, compras e serviços em um ambiente reconhecido pelo conforto, sofisticação e tranquilidade. Com três andares distribuídos em 17 mil m2 de ABL, o empreendimento abriga mais de 130 lojas, com 10 âncoras e megalojas, além de grandes marcas do varejo e de negócios locais. O shopping center conta ainda com cerca de 40 opções gastronômicas para todos os paladares e sete salas Kinoplex de última geração de cinema, com a melhor tecnologia digital em som e imagem. O SuperShopping é a porta de entrada das melhores marcas na região, sendo o endereço dos primeiros Coco Bambu, KFC, Mania de Churrasco, Starbucks, Havanna, Popeyes, Daiso Japan, Hope e The Body Shop da cidade, por exemplo. Localizado no complexo Power Center Osasco, que recebe 2 milhões de pessoas por mês, o empreendimento é mais do que um centro de compras e lazer, é um equipamento social que já beneficiou mais de 50 mil pessoas com as suas campanhas sociais, como doação de sangue, arrecadação de alimentos e roupas e ações direcionadas aos direitos de meninas e mulheres. Saiba mais em www.supershoppingosasco.com.br 

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Continue lendo...

 Panini lança Almanaque da Tina e de Curtinhas da Turma da Mônica neste mês de agosto

Editora e Mauricio de Sousa Produções vão mostrar o divertido dia a dia de Tina, Rolo, Pipa, Zecão, além da turma mais famosa do Limoeiro

A Editora Panini, líder mundial no setor de publicações, prepara o lançamento de dois títulos da Mauricio de Sousa Produções (MSP) para este mês de agosto, sendo eles: Almanaque da Tina e Almanaque Curtinhas da Turma da Mônica.

A Turma da Tina foi criada em 1970 e logo foi ganhando espaço no coração dos fãs das histórias de Mauricio de Sousa, sendo a primeira personagem adolescente desse Universo. Criada originalmente como personagem secundária das histórias do seu irmão Toneco, Tina conquistou mais espaço que ele ao longo do tempo nas histórias.

Já o primeiro gibi reunindo as histórias das crianças da Turma da Mônica também foi lançado em 1970, mas antes disso, as aventuras de Mônica e seus amigos eram publicadas em tiras de jornal, e ainda não tinham a baixinha do vestido vermelho como protagonista das histórias: os primeiros personagens criados por Mauricio de Sousa, desenhista e “pai” da turminha, foram Bidu e Franjinha, em 1959. Um ano depois, nasceram Mônica e Cebolinha, que gradualmente ganharam mais destaque nas narrativas.

Confira mais informações sobre as obras:

Almanaque da Tina N. 1 (2022)

  

Sinopse

O Almanaque da Tina mostra o divertido (e agitado) dia a dia de Tina, Rolo, Pipa, Zecão e muitos outros em uma obra que traz a republicação das melhores histórias dessa galera incrível.

Ficha Técnica

Periodicidade: Especial / Formato: 13,4x19 cm / Estrutura: 80 páginas / Capa: Couchê 90g Brilho

Miolo: Jornal 48,8g / Preço: R$ 9,90


 

Almanaque Curtinhas da Turma da Mônica N. 1 (2022)

 

Sinopse
A Turminha mais amada do Limoeiro em um almanaque de histórias que são curtinhas, mas a diversão é gigantesca.


Ficha Técnica

Periodicidade: Especial /  Formato: 13,4x19 cm / Estrutura: 80 páginas / Capa: Couchê 90g Brilho

Miolo: Jornal 48,8g / Preço: R$ 9,90

 

As HQs podem ser adquiridas na Loja Panini, por sistema de assinatura, compra avulsa, além de bancas, livrarias e lojas especializadas.

 

Sobre a Panini

O Grupo Panini foi criado há 60 anos em Modena, Itália. Possui subsidiárias em toda a Europa, América Latina e Estados Unidos. É a líder mundial no setor de colecionáveis e publicações e a principal editora multinacional de quadrinhos, revistas infantis e mangás na Europa e na América Latina. A empresa possui canais de distribuição em mais de 150 países e conta com uma equipe de mais de 1.200 pessoas. Para mais informações, visite www.paninigroup.com.

 

Sobre a Mauricio de Sousa Produções

A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é a maior empresa de entretenimento do Brasil, responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. A MSP investe em inovação e produz conteúdos em todas as plataformas com a mais alta tecnologia, alinhando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, trabalha com 200 empresas que utilizam seus personagens em mais de 4 mil itens. No universo digital, o canal no YouTube da Turma da Mônica já chegou a 14,5 bilhões de visualizações, sendo a maior audiência para Mônica Toy, conteúdo desenvolvido exclusivamente para esta plataforma; além do engajamento e interações orgânicos com os fãs em mídias sociais. Na área editorial, possui um dos maiores estúdios do setor no mundo e já tem mais de 450 títulos e mais de 1,2 bilhão de revistas em quadrinhos, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros.

 

Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►

Continue lendo...

  Alexandre Santos publica 
"O sonho de Clara"

A obra “O sonho de Clara”, escrita pelo recifense Alexandre Santos, se passa em um Brasil fictício no século 21 e narra os acontecimentos no país durante a reestruturação social após a queda de um regime estabelecido por golpe político, com todos os sonhos e esperanças dos personagens para o novo momento. O livro foi lançado na última Bienal de Pernambuco, em 2021, e está disponível na Amazon por R$ 8,73 e no sistema de assinaturas da plataforma, Kindle Unlimited. 


Alexandre Santos coloca logo no início de seu livro a seguinte frase “a ficção serve para tudo, inclusive para descrever sonhos e esperança”, e, segundo o autor, é exatamente isso que a obra promove: esperança. Em meio a tempos difíceis no mundo todo, e em um ano de eleição, “O sonho de Clara” vem como um espaço para os leitores mais engajados encontrarem personagens idealistas e sonhadores. 


A obra acontece após uma outra série de livros do autor, intitulada "Baltimore'', na qual o golpe é narrado,  mas “O sonho de Clara”  pode ser lido separadamente. Os interessados podem ver mais sobre o livro no site da Amazon.  


Sinopse do livro:

O Brasil dos nossos sonhos. Escrito na perspectiva de Rafael Hitlodeu, quando descreveu 'Utopia', de Thomas More, 'O sonho de Clara' é contextualizado no cenário possibilitado pela destituição das forças golpistas, retomada da normalidade política e crescimento econômico impulsionado pela Solieska. Podendo sempre recorrer às alegorias e, em último caso, lançar mão da liberdade poética salvadora, a ficção serve para tudo, inclusive para descrever sonhos e esperança, como fizeram Platão, em 'A República', Tommaso Canpanella, em 'A Cidade do Sol', B. F. Skinner, em 'Walden 2', e Thomas Morus, em 'Utopia'.


Sobre o Alexandre Santos:

Nascido e educado no Recife, o escritor Alexandre Santos, também é mestre em Engenharia da Produção e em Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste na UFPE e já recebeu diversos títulos e prêmios como autor. Alguns exemplos são a condecoração pela União Brasileira de Escritores, a Ordem do Mérito Literário Jorge de Albuquerque Coelho e pelo Gabinete Português de Leitura de Pernambuco com a Medalha de Bronze Comemorativa do Sesquicentenário. Foi o Convidado de Honra (Dinvité D’Honeur) da editora Cultive Littérature, Art et Solidaritè no 33º Salão do Livro e da Imprensa de Genebra. Em 2019, por ocasião do Dia Mundial do Escritor, também foi homenageado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco.


Como Produtor Cultural, Alexandre Santos realiza encontros importantes como a Festa Literária Internacional do Ipojuca (FLIPO), o Congresso Mundial de Engenheiros Escritores e o Encontro Pernambucano de Escritores.


O autor também é editor-geral do informativo ‘A Voz do Escritor’ e do Canal Arte Agora. Também é membro internacional do Cultive Club Internacional D’Art, Littérature et Solidaritè (Suiça), do Conselho Consultivo da Revista Nova Águia (Lisboa, Portugal) e do Conselho Editorial da Revista Archiépelago (Cidade do México, México) e das Edições Moinho.


Atualmente Alexandre preside a Câmara Brasileira de Desenvolvimento Cultural, a Associação Brasileira dos Engenheiros Escritores e o Clube de Engenharia de Pernambuco. É membro Academia de Artes e Letras do Nordeste, onde já exerceu a presidência, da União Brasileira de Escritores, onde exerceu a presidência até o dia 17 de janeiro de 2019,e da Academia Pernambucana de Engenharia.


Fonte: assessoria de imprensa

Leia Mais ►

Continue lendo...

Desafo Rismos


Recebemos o livro aqui na redação e simplesmente adoramos! 

Super indicamos para a leitura na sala de aula, em casa com as crianças e para liberar a criatividade subjetiva que somente o universo dos livros nos permitem!




Fonte: assessoria de  imprensa 

Leia Mais ►

Continue lendo...

 Temporada 1 de Vanessa Sap 

Uma comunidade plural e anárquica encontra-se no Centro de Emagrecimento Ingatori para assistir à semifinal da Copa de 2014.

Enquanto os frequentadores testemunham o fiasco histórico do 7 x 1, flashbacks narram suas trajetórias individuais: embora tenham personalidades muito distintas, o excesso de quilos parece unificar suas identidades; como se obesidade fosse um gigante rótulo padronizador.

Os próprios sobrepesados brincam: um magro que habita um corpo gordo é um trans? E uma alma rica que nasceu num físico de pobre?

Ainda mais inesperada que a desventura da seleção brasileira é a improvável descoberta ocorrida na Clínica ao final do segundo tempo.

Como se uma bola de futebol espatifasse o espelho em que a sociedade se enxerga: “gordofobia” e “classemediofobia” serão apenas alguns dos cacos.


Ficha técnica:

Obra: Temporada 1 

Autora: Vanessa Sap 

Editora: Editora Labrador (24 Agosto 2021)

Idioma: ‎ Português

Número de páginas: ‎ 132 páginas


Críticas:

‘’A autora transita no cerne dos conflitos humanos e seus desdobramentos recheados com um humor sagaz e delicioso!! Além de escrever e descrever com primazia artística, a trilha sonora proporciona uma experiência inédita com boas risadas e reflexões! Adorei!’’, comenta Aline.

Já Ernesto diz, ‘’o livro zoa geral. Rico e pobre, magro e gordo, machista e feminista, inteligentes e burros. A mina é ardida!’’.

Esses são alguns dos comentários do livro ‘’Temporada 1’’ na página da Amazon, e o mesmo está para ser  um dos best-sellers deste ano da plataforma, com negociações para sair nos streamings.

No mês de outubro, no dia 11, foi celebrado o Dia Mundial da Obesidade e Dia Nacional de Prevenção da Obesidade, mas a data, além de trazer consciência sobre a saúde, traz grande oportunidade de debate sobre a sociedade gordofóbica que vivemos.

Nesse nicho, Vanessa Sap, autora do livro ‘’Temporada 1’’ pega pesado no tabu. Numa obra que esmiúça o tema numa perspectiva inédita, intercalam-se risos frutos do humor mordaz à reflexão sobre o impacto da silhueta no dia-a-dia.

A ficção é retratada no Centro de Emagrecimento Ingatori durante a semifinal da Copa de 2014. Enquanto os frequentadores testemunham o fiasco histórico do 7 x 1, flashbacks narram suas trajetórias individuais: embora tenham naturezas distintas, todos têm alguma identificação causados pelos quilos a mais e suas dificuldades.

A escritora afirma que o livro deriva de um ativismo por uma sociedade mais tolerante e sem a pressão sobre o peso alheio. “Quem quiser que fique magro. Muito magro”, comenta Vanessa.

A fala da escritora vem em um momento crítico no Brasil, onde segundo dados de pesquisa realizada pela Skol Diálogos em parceria com o Ibope, 92% dos brasileiros dizem ter preconceito contra a gordofobia. Destes, apenas 10% assumiram que são realmente gordofóbicos, mostrando assim que realmente vivemos em uma sociedade onde ser gordo ainda é mal visto.

Vanessa dispõe não só das páginas do livro, mas como modo de viver o poder maior de qualquer ser humano: ser o que quiser ser. ‘’Quero poder ser gorda. Muito gorda”, diverte-se.

Por estar alinhado com o tema e sempre preocupados em divulgar autores de excelência, a Livraria da Vila fará uma ação em suas lojas, disponibilizando áreas selecionadas para o livro ‘’Temporada 1’’, que promete ser o best-seller deste semestre.  A ação se inicia no dia 22 de outubro e vai até o dia 22 de novembro. 

Além da gordofobia, o livro esbarra em discussões bem atuais como racismo (aos antigos preconceitos somam-se novos, como a predileção por magros), dependências (comida sendo apenas um deles) e machismo - as cobranças por aparência ainda são muito mais corrosivas para mulheres.

Vanessa Sap arremessa uma pedra no espelho em que a sociedade se enxerga: “gordofobia”, e “classemediofobia” são apenas alguns dos cacos.

Texto de crítica e fonte: assessoria de imprensa

Leia Mais ►

Continue lendo...