O GRANDE BALÃO DE JORNAL E OUTRAS HISTÓRIAS

Primeiro livro de Fausto Couto Sobrinho flerta com surrealismo ao reunir contos sobre personagens aburdos



É possível passar a vida a limpo? Talvez não, mas é possível reinventá-la a cada segundo, ampliando o contorno do que costumamos chamar de realidade para torná-la mais conforme com o real. É possível lançarmos um olhar para além do véu e enxergarmos as coisas e as pessoas em sua completude.

É isso o que Fausto faz – e nos convida a fazer – em seus deliciosos contos em O Grande Balãode Jornal e Outras histórias (Editora Scortecci). Primeiro livro aos 62 anos? Ora, isso não é nada para quem corre os riscos de se recriar e entrelaçar com palha e vime uma nova realidade a cada momento, não uma comum e sem graça, mas outra muito mais verdadeira, mais fluida, com a cor do brejo, da sucuri que escorrega lentamente para o rio, do pássaro que se oculta na folhagem. É o primeiro livro, bem sabemos, de uma carreira literária recheada de histórias pelas quais nós, leitores, agradecemos antecipadamente.

Fausto Couto Sobrinho
Foi professor de História, juiz do trabalho e diretor do Arquivo Público do Estado de São Paulo – da Secretaria de Estado da Cultura. Nessa última função, que exerceu por 10 anos, promoveu numerosos eventos culturais e a publicação de cerca de 60 livros, de diversos autores, em parceria com a Imprensa Oficial e outras editoras. Este é o seu primeiro livro pessoal, terminado aos 61 anos. Atualmente Fausto mora em Michigan, nos Estados Unidos.

Serviço:
O Grande Balão de Jornal e Outras Histórias
Fausto Couto Sobrinho
Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-1390-1
Formato 14 X 21 cm
192 páginas
1ª edição - 2010

Siga-me por Email