Bienal do Livro de 2010

Começa amanhã, 12 de agosto, a Bienal do Livro de SP


Entre tantos títulos, obras, indicações de autores e temas, sempe encontramos o que queremos quando se trata de livros, leitura, cultura ou mesmo diversão por meio do impresso. Sou amante de livros e de tudo o que uma boa leitura pode fazer por nós. Quando entro em contato com o livro, é como seuma mágica acontecesse. Costumo usar como parametro a frase de uma das autoras que maisgosto e qe me inspiram na literatur, Clarice Lispector, que dizia que 'me entender é umaquestão de inteligência, ou toca ou não toca'.

Acredito que com o livro é a mesma coisa. Ou ele toca ou ele não toca. Já li títulos e dois dias, com mais de 400 páginas, e outros, chatos ou que não me encantaram, com 50 ou 100 páginas, em diversos e interminaveis dias. Tudo é uma questão de idenificaçõ, do tocar na alma.

Assim defino o livro. E não há nada melhor para conquistar e agradar os leitores e amantes do livro do que uma boa e fantástica feira de livros. Amanhã, por exemplo, começa a Bienal do Livro de São Paulo. Hoje inclusive, percorr os corredores, ainda com estandes em fase de montagem, e pude ver a diversidade que teremos lá para escolher e comprar.

Eu sou a favor de ganhar livos ao invés de chocolates ou flores, que em geral nã duram muito tempo e em alguns casos, em especial no doce, que pode provoca culpa ao preseneado. Um dos meus conselhos ou dicas, se for possível, é para as pessoas, assim como eu, que gostam de conhecimento e aprendizagem, visitarem a Bienal.

Entre os estanes lá presentes, indico a visitação na Cortez Editora, Cia. dos Livros Editora, Associação Nacioal de Livaias e a Univrsidade Falada, com audio-livros bárbaros. Espero por vocês lá.

Siga-me por Email