DUDU DA BREKA

Fundação Dorina Nowill para Cegos lança seu primeiro título infantil na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo e promove a experiência da leitura compartilhada entre crianças com e sem deficiência visual


Dudu da Breka, de Claudia Cotes, é uma história infantil que narra as travessuras de um menino que não parava quieto nunca. Subia em árvores, andava de patins, pescava e que era diferente em muitas outras coisas, uma delas era a falta da visão. Cego desde o nascimento, Dudu não deixou de brincar, correr e aprender por conta de não poder enxergar. A obra apresenta uma história tocante e oferece uma reflexão sobre a inclusão e as possibilidades dos deficientes visuais na nossa sociedade.

A obra é inspirada na história real de Eduardo Bertini, que hoje faz parte de um grupo de pessoas que monta oficinas para ensinar o braille às pessoas que enxergam. Usuário dos livros acessíveis disponibilizados pela Fundação Dorina Nowill para Cegos, Eduardo está orgulhoso da sua história ajudar outras crianças a compreenderem melhor as diferenças. Já o sonho da autora Cláudia Cotes, é ajudar a construir um mundo mais acessível para todos, um lugar que inclua surdos, cegos, deficientes intelectuais ou físicos.

O livro é o primeiro título infantil em tinta e braille lançado pelo selo Fundação Dorina Nowill para Cegos. O uso de letras ampliadas, do texto em braille, de imagens divertidas e em relevo, possibilita que crianças cegas e com baixa visão possam ler o livro em companhia da família e dos colegas de aula. Juntos podem compartilhar de uma leitura interessante e prazerosa, com um texto de páginas coloridas e ilustrações acessíveis, importantes para a compreensão de pessoas com e sem deficiência visual. Especialistas em educação inclusiva concordam que além de freqüentar o ensino regular, este tipo de atividade é o melhor caminho para que as crianças cegas desenvolvam relacionamento com crianças que enxergam, e que ambas aprendam a conviver com as diferenças e percebam que as dificuldades não são impossíveis de serem superadas.



Dudu da Breka
Fundação Dorina Nowill para Cegos
Cláudia Cotes;
 Ilustrações de Osnei Rocha;
 36 páginas;
 R$25


Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos:
A Fundação Dorina Nowill para Cegos há 64 anos facilita a inclusão social de crianças, jovens e adultos cegos ou com baixa visão, por meio de reabilitação, e produção de livros e revistas acessíveis que permite às pessoas com deficiência visual acesso ao mundo do conhecimento e da informação. Com a maior imprensa braille da América Latina, a instituição tem capacidade para impressão de mais 45 milhões de páginas braille por ano. A Fundação Dorina Nowill produz livros didáticos, literatura e best-sellers. No local também são produzidos cardápios, partituras musicais, catálogos, cartões de visitas e outros materiais de prestação de serviços às empresas e à comunidade.

Sobre a autora:
Cláudia Cotes é formada em Letras e Fonoaudiologia pela PUC de Campinas. É Doutora em Linguística pela PUC/SP e mestra em Fonoaudiologia. Especialista em voz pelo Centro de Estudos da Voz (CEV), assessora repórteres da EPTV (afiliada da Rede Globo/Campinas). Fundou a ONG Vez da Voz, que busca a inclusão de pessoas com deficiência. Criadora do primeiro telejornal inclusivo da internet brasileira, do projeto Rádio em Libras (CBN/SP) e finalista do o prêmio Empreendedor Social 2009 - Folha de S.Paulo e Fundação Schwab. Seu irmão Paulo, com Síndrome de Down, ensinou-lhe muitas coisas importantes, como, por exemplo, procurar ser feliz todos os dias. Ele faleceu no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (03/12/2004).

Sobre o ilustrador do livro:
Osnei Furtado da Rocha iniciou-se profissionalmente como ilustrador em 1972 na área de publicidade. Ao longo dos 30 anos de carreira atuou também na área editorial, contribuindo para diversas revistas como Playboy, Veja, Sitio do Pica-Pau Amarelo-revista da TV, entre outras. Ilustrou livros didáticos e de literatura infantil e juvenil para editoras como Ed. Moderna, FTD, Ed. Atica, Ed. Saraiva, Vale Livros, Brinque Book, etc. Criou inúmeros personagens para a publicidade e áreas institucionais, cenários para desenhos animados e ilustrações para embalagens de brinquedos (Grow, Glasslite, Gulliver), escolar (Faber-Castell) e têxtil (Meias Aço).


Lançamento Dudu da Breka
21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Estande nº52 - Fundação Dorina Nowill para Cegos
rua I
www.fundacaodorina.org.br

Como ajudar:
Para doar entre em contato pelo telefone (11) 5087-0983, ou mande um e-mail para mantenedor@fundacaodorina.org.br. Pessoas jurídicas também podem ajudar por meio de projetos com isenção fiscal.

Siga-me por Email