Superstições

1.013 das mais estranhas crendices e superstições do mundo todo


As superstições são crenças irracionais que surgiram, basicamente, no tempo em que existia muito pouco conhecimento ou entendimento a respeito da natureza humana, dos fenômenos naturais e do Universo. Mas, mesmo depois de muitos avanços da ciência, a humanidade continua a manter crenças e respeitar comportamentos e práticas da tradição. Por que acreditar que as pétalas de rosa podem prever se alguém vai ser considerado ou não atraente? Como a casca de uma maçã, atirada sobre o ombro, formaria a letra inicial do nome do futuro amor? E cruzar os dedos? Teria o poder de atrair a boa sorte?

Por outro lado, nas últimas décadas, descobriu-se que muitos remédios curativos naturais tradicionais contêm substâncias medicinais, embora durante muito tempo a ciência os tenha considerado como sendo práticas supersticiosas.
Neste livro encontram-se algumas superstições e simpatias que dizem respeito a muitos aspectos da vida humana: família e lar, doença e saúde, amor e romance, noivado e casamento, fertilidade e gravidez, prosperidade e morte, além de crenças em magia, feitiçaria e outros poderes ocultos ou sobrenaturais. Há um capítulo dedicado a fadas e duendes, que surgiram da mitologia e das lendas populares ao redor do mundo, bem como sobre o uso de talismãs e amuletos para proteção contra demônios ou para atrair boa fortuna.

Presságios ou sinais que preveem o futuro justificam um capítulo a parte. Finalmente, o último capítulo aborda os rituais ao redor do mundo que “garantem” um final feliz para o ano velho e um começo favorável para o ano que se inicia.

Título: Superstições -1.013 das mais estranhas crendices e superstições do mundo todo.
Autora: Deborah Murrell
Editora:Marco Zero


Fonte: assessoria de imprensa

Siga-me por Email