A árvore 

 Mais que sombra e aconchego, as lições de uma árvore curiosa
 “Minha árvore me sabe. Se a tarde me aperta, eu me recosto em sua penumbra que sombreia meu sofá.”


Enquanto vai tentando alcançar o céu, ela acolhe sonhos, cigarras, grilos, lagartas, e ensina a arte de viver e sobreviver espiando pela janela o sofá da sala do poeta mineiro Bartolomeu Campos de Queirós

Falar sobre a poesia de Bartolomeu Campos de Queirós é como querer alcançar a Lua estando aqui mesmo, na terra. Não que isso seja impossível, porque temos a nosso favor a imaginação. Então, ler a poesia de Bartolomeu, especialmente a contida na obra A árvore, pode ser leve como a pluma, mas pode ser pesada se quisermos carregá-la sozinhos. Para mergulhar nos textos desse escritor mineiro, é preciso estar acompanhado da criança que mora em nós, a criança que um dia fomos.


Ainda que distribua, democraticamente, sua sombra, A árvore pertence ao poeta e parece desejar mudar-se para dentro de casa. Sua sombra se debruça pela janela, espiando o sofá e lhe revelando um mar de folhas com os bichos que por ali perambulam, pousam, repousam, se arrastam: borboletas, cigarras, grilos, lagartas, formigas, abelhas... Além da sombra, é para Bartolomeu que vão o colo, as notícias, as lições...

Se para o poeta “escolher um tema é dar corpo ao que sufoca, é buscar razão para a fantasia, é dar forma ao imaginário”, em A Árvore, ele nos decifra o aprendizado verde em que toda esperança é um louvor a Deus. Mario Cafiero criou belas imagens para a poesia do texto e nos apresentou uma árvore tão poética e altiva como a do escritor.

O autor: Bartolomeu de Campos Queirós nasceu na pequena cidade Papagaio (MG), e mora e trabalha em Belo Horizonte. Formado em Educação e Arte, desde os anos de 1970, tem destacada atuação como educador, contribuindo com importantes projetos para os órgãos da Educação no Brasil. Publicou mais de 50 livros, muitos traduzidos e editados em outros países. Recebeu vários prêmios: Jabuti, Academia Brasileira de Letras, Associação Paulista de Críticos de Arte, entre outros.

O ilustrador: Mario Cafiero é artista plástico, diretor de arte e ilustrador. Trabalha em artes gráficas, fazendo ilustração de livros e capas de discos, diagramação de revistas e livros e histórias em quadrinhos.

Ficha Técnica:
Título: A árvore
Autor: Bartolomeu Campos de Queirós
Ilustrador: Mario Cafiero
Paulinas Editora - Coleção: Estrela
Págs.: 32
Preço sugerido: R$ 21,50

Fonte: assessoria de imprensa

.

Siga-me por Email