Flagrantes do tempo - Poema-reportagem na Pauliceia

Editora Peirópolis lança dia 16/02 livro de poemas que busca captar a vivência do tempo no espaço urbano da megalópole


Flagrantes do tempo - Poema-reportagem na Pauliceia (Peirópolis, 2010), livro de poemas que tem como eixo a vivência do tempo no espaço urbano contemporâneo - no caso, a cidade de São Paulo -, será lançado no dia 16 de fevereiro, quarta-feira, às 18h30, na livraria Martins Fontes/Paulista (Avenida Paulista, 509). A autora é a poeta e jornalista Luciana Tonelli, mineira de Belo Horizonte que vive há três anos em São Paulo. Em seu texto de orelha, ela conta que se propôs a "percorrer com a escrita poética este tema: a relação que nós, urbanos contemporâneos, travamos com o tempo."

Da proposta resultou a primeira parte do livro, em que a cidade de São Paulo surge como cenário de percursos recortados por duas séries de poemas que funcionam como "veículos", "passagens": "O livro de horas do metrô", com onze poemas, e "Cenas urbanas", com cinco. Os percursos incluíram centro e periferias, como Guaianases. Durante a deambulação urbana aconteceram alguns encontros felizes, especialmente com produções das artes visuais, que geraram "poemas-respiros" no conjunto bastante centrado no tempo cronológico.

A artista plástica Marilá Dardot, convidada para realizar o projeto gráfico, tem uma ligação forte com a literatura e propôs uma capa em perfeita sintonia com o tema, composta pela imagem de sua obra “Quando o calendário me consome, ando a esmo".

A segunda parte do livro, "Pretérito imperfeito", traz uma seleção de poemas de outros tempos: "Poemas de ausência" são de um pequeno livro de edição de autor publicado em 1997; "Poemas habitados" abrigam personagens femininas fortes, como "Estamira"; e "Poemas devires", segundo a autora, "é o tempo passando pela escrita". Nos intervalos, dois "poemanifestos", um deles encerrando o livro, o "Poemanifesto dos afetos".

Flagrantes do tempo - Poema-reportagem na Pauliceia foi apoiado pelo Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo (2009).

Sobre a autora
Luciana Tonelli é natural de Belo Horizonte (MG), onde se formou em jornalismo pela PUC-Minas. Trabalhou com jornalismo cultural, institucional e com projetos de ONGs. Antes de se mudar para São Paulo, trabalhou com produção e edição de conteúdo no Ateliê Ciclope de Arte e Publicações Digitais (www.ciclope.art.br). Hoje atua como editora na Peirópolis. A produção poética tem acontecido lentamente ao trabalho editorial, iniciada com um pequeno livro de poemas chamado Flagrantes do poço (coleção Poesia Orbital: Belo Horizonte, 1997), e participações na Revista de Autofagia (primeiro número) e no projeto Dez Faces.

Serviço:
Lançamento Flagrantes do tempo – Poema-reportagem na Paulicéia com sessão de autógrafos da autora Luciana Tonelli 
Quando: 16 de fevereiro
Horário: às 18h30
Onde: Livraria Martins Fontes
Endereço: Avenida Paulista, 509 (próximo à Estação Brigadeiro do Metrô).
Tel: 2167-9900 

Ficha Técnica
Título: Flagrantes do tempo – Poema-reportagem na Pauliceia
Autora: Luciana Tonelli
Nº de páginas: 104
Preço: R$ 23,00


Fonte: assessoria de imprensa Comunica Brasil

Siga-me por Email