Anote na agenda:
01/05/11
Contações de História com Inezita Barroso no Espaço de Leitura no Parque da Água Branca

Durante o mês de abril, o Espaço de Leitura será dedicado à rainha da música caipira e apresentadora do programa “Viola minha Viola”, Inezita Barroso, que, aos 86 anos de idade, continua comovendo ouvidos pelo Brasil. Serão diversas oficinas e apresentações. O evento tem apoio da Cortez Editora e a participação é livre e gratuita.

Com base em sua história de vida e no livro temático “A Menina Inezita Barroso”, a apresentadora fará uma participação especial no evento, com contações de histórias, moda de viola, bate-papo com o público durante a manhã. Tudo gratuito e aberto a todas as idades.

Serviço:
O que: Contações de História com Inezita Barroso
Quando: Dia 1º de maio (Domingo), às 11h – fechamento do evento em homenagem a Inezita Barroso durante o mês de Abril, no Espaço Leitura - Parque da Água Branca. Entrada franca para todos os públicos.
Sinopse: Para fechar a programação cultural do mês de abril com chave de ouro, no Espaço Leitura, no Parque da Água Branca, a grande homenageada, Inezita Barroso, vai prosear com o publico, cantar modas de viola, contar causos e histórias. Será uma manhã inesquecível, para toda a família, que tem apoio da Cortez Editora, que também homenageou a artista com a biografia infanto-juvenil: “A Menina Inezita Barroso”, de Assis Angelo.


Conheça alguns eventos contínuos durante o mês de abril:

INSTALAÇÃO - De 2 de abril a 1 maio
De terça a domingo, das 9 às 18 horas
Inezita Barroso, a menina
A instalação pretende fazer com o que os visitantes façam um mergulho sensorial no imaginário da infância de Inezita Barroso, estabelecendo relações com a infância de cada um. Referências da infância da cantora como bolas de gude, esporas, aros de bicicleta e lampião de gás, comporão o cenário, que contará também com um vídeo especialmente produzido para a instalação.

EXPOSIÇÃO - De 2 de abril a 1 maio
Inezita Barroso, a menina
A exposição tem por base as xilogravuras do artista plástico paraibano Ciro Fernandes para o livro A Menina Inezita Barroso, de Assis Ângelo (Cortez Editora). O consagrado xilogravurista, Ciro Fernandes, traça por meio de suas ilustrações a biografia de Inezita Barroso. O artista que já expôs seus trabalhos em diversas partes do mundo, como na Suíça, Dinamarca, Alemanha e Brasil, mostra com delicadeza e sensibilidade cenas do cotidiano de Zitinha, apelido de infância de Inezita, que tinha um sonho: ser cantora!

Sobre o Espaço de Leitura PraLer:  O Espaço de Leitura PraLer fica no Parque da Água Branca e tem um acervo variado de livros, que podem ser consultados pela população no próprio parque. São sete quiosques, com acervo de literatura infanto-juvenil, literatura brasileira e estrangeira, poesia, revistas, livros de arte e outros. O Espaço de Leitura PraLer está aberto ao público de terça a domingo, das 9 às 18 horas. Atividades culturais e educativas são oferecidas aos finais de semana. Agendamentos para escolas e instituições podem ser feitos pelo e-mail contato.espacopraler@gmail.com

Serviço: - ESPAÇO DE LEITURA PRALER é aberto de terça a domingo, das 9h às 18h, no Parque da Água Branca, que fica na rua Ministro Godói, 180 – Perdizes. Tel.: 11 2588-5777 | contato.espacopraler@gmail.com / twitter.com/espacopraler / http://espacopraler.wordpress.com

* Informações e agenda de entrevistas: sobre o livro “A menina Inezita Barroso” (release ao final), o autor Assis Angelo e o ilustrador Ciro Fernandes (fará oficinas de xilogravura), entre em contato com a assessoria de imprensa da Cortez Editora: MGA Comunicações - Jornalistas: Marilu G. do Amaral e Carina Gonçalves - Fone: (11) 2991-2934 - imprensa@cortezeditora.com.br - www.aquivoceenoticia.com / Cortez Editora - Fone: (11) 3611-9616 - cortez@cortezeditora.com.br - site: www.cortezeditora.com.br

Conheça mais sobre a obra “A Menina Inezita Barroso”, do autor e jornalista Assis Angelo, com ilustrações de Ciro Fernandes, pela Cortez Editora:

Veja o vídeo-release no YouTube: http://www.youtube.com/watch?v=V8sXCl8r12o

 A menina Inezita Barroso

Foi no dia 4 de março de 1925, um domingo de carnaval, quase segunda, no bairro da Barra Funda, na capital paulista, que nasceu Ignez Magdalena Aranha, hoje famosa no País como Inezita Barroso, na infância chamada de Zitinha


‘(...) Enquanto primos e primas brincavam com boizinhos e cavalos de verdade, Zitinha, com seus sete anos de idade, corria feito uma doida para ouvir os peões cantarem um monte de modas ao som de violas. Às vezes, ela chorava de emoção. E em vão ela pedia, rogava mesmo, que lhe ensinassem a tocar qualquer coisa, qualquer música, mas eles diziam de maneira imperativa que não podiam fazer isso. O motivo? Tocar viola, eles diziam, não era brincadeira; tampouco de menina. E nem de mulher. Mesmo assim, Zitinha não arredava pé e ficava ouvindo durante horas e horas as cantigas que eles cantavam e tocavam. Ouvi-los tocar, podia...’


  Trecho do livro infanto-juvenil “A Menina Inezita Barroso”, que trata da vida e
trajetória da paulistana Inezita Barroso, cantora, folclorista e apresentadora
do programa Viola Minha Viola, há 30 anos no ar pela TV Cultura de São Paulo.

O livro do jornalista e estudioso da cultura popular Assis Ângelo é todo ilustrado com xilogravuras do consagrado, nacional e internacionalmente, artista plástico Ciro Fernandes. Nas 72 páginas do livro, Assis conta desde o nascimento de Inezita até o momento em que ela assiste a uma apresentação de Carmen Miranda no Rio de Janeiro e decide virar cantora, tão importante e famosa como ela, a portuguesinha. 

De maneira simples, natural, Assis Ângelo primeiro descreve a cidade de São Paulo das décadas de 1920 e 1930 para depois contar a história de Zitinha (Inezita Barroso), que no correr do tempo se tornaria numa das maiores estrelas da música popular brasileira. É um livro escrito para leitores de todas as idades, como ele diz: “Dos oito aos oitenta, para ser lido num fôlego só”.  

A história começa em pleno domingo de carnaval e segue pela vida de Zitinha até quando viaja de férias ao Rio de Janeiro, aos 15 anos, quando Carmen Miranda se apresenta no extinto Cassino Atlântico, ao lado do ator Grande Otelo... E foi assim, conta Assis Ângelo, “que surgiu uma das maiores estrelas da música popular brasileira: Inezita Barroso, que até hoje encontra no folclore e no cantar do povo a alegria da sua vida”. No final do livro, lê-se um depoimento de Inezita objetivo e de certo modo emocionado.

Ficha Técnica                                 
Título: A menina Inezita Barroso
Autor: Assis Ângelo
Ilustrador: Ciro Fernandes
Editora: Cortez Editora
Páginas: 72
Preço de referência: R$ 32,00



Fonte: Assessoria de Imprensa MGA Comunicações

Siga-me por Email