Périplo literário

Christopher Kastensmidt percorre milhares de quilômetros para participar de alguns dos mais importantes eventos de literatura das Américas    

Duas semanas, 25 mil quilômetros, onze palestras, sete mesas-redondas, quatro sessões de autógrafos e uma leitura ao vivo. Esse foi o saldo das participações de Christopher Kastensmidt, autor convidado da Fantasticon, da Worldcon e da 6ª Jornadinha Nacional de Literatura de Passo Fundo, eventos literários que aconteceram em agosto de 2011.

Autor de contos publicados em diversos países, como Dinamarca, Escócia e Grécia, Kastensmidt lançou recentemente, em parceria com Roberto de Sousa Causo, o segundo volume da série Duplo Fantasia Heroica. O conto O encontro fortuito de Gerard van Oost e Oludara figurou no primeiro volume da série e rendeu a Kastensmidt uma indicação inédita à edição 2011 do Prêmio Nebula, que já laureou autores como Isaac Asimov, Arthur C. Clarke e Neil Gaiman.   

Foi na Fantasticon, V Simpósio de Literatura Fantástica, que, além de lançar o novo livro, Kastensmidt participou com Ana Cristina Rodrigues, Max Mallmann e Roberto de Sousa Causo de uma mesa redonda sobre a matéria prima da literatura fantástica: a história. Ocorrido na capital paulistana, o Simpósio contou ainda com a presença de algumas das figuras mais importantes da literatura fantástica no Brasil, como Nelson de Oliveira, Eduardo Spohr e André Vianco.

Dias depois, em Reno, nos Estados Unidos, Kastensmidt participou de seis painéis da Worldcon, a 69º Convenção Mundial de Ficção Científica. Um deles, inclusive, foi sobre séries de fantasia que não são ambientadas na Europa medieval. Com o irreverente título “F*&% your Knight and the horse he rode in on: fantasy series not based on medieval culture”, esse painel foi um dos mais comentados do evento. Uma parte do bate papo pode ser assistida em http://migre.me/5EUja.

Participaram da Worldcon nomes como Steve Jackson, criador de GURPS, um dos RPGs de maior sucesso de todos os tempos; Boris Vallejo, um dos mestres da arte fantástica; e George R. R. Martin, autor da série Game of Thrones, adaptada recentemente para a televisão pela HBO.

Finalmente, na 6ª Jornadinha Nacional de Literatura de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, Christopher Kastensmidt conversou com alunos dos ensinos médio e fundamental. No total, foram onze palestras, seis entrevistas, duas sessões de autógrafos e centenas de fotos. Em Passo Fundo, Kastensmidt falou com cerca de onze mil espectadores sobre como é possível viajar através da leitura para lugares e mundos diferentes, mesmo sem sair de casa, e como a fantasia é importante para o desenvolvimento da imaginação.

E como consequência final desse périplo literário, fica o Troféu Vasco Prado, conquistado por Kastensmidt por sua participação na 6ª Jornadinha, onde seu conto "O Encontro Fortuito de Gerard van Oost e Oludara” foi indicado como obra de destaque na formação de jovens leitores.


Sobre o autor
Christopher Kastensmidt cursou a Rice University, em Houston, Texas, e há mais de 10 anos vive na cidade brasileira de Porto Alegre, onde ele presta consultoria na área de narrativas e leciona na Feevale e PUCRS. Ele atuou como sócio e diretor criativo da empresa de videogames Southlogic Studios, que mais tarde foi vendida para a Ubisoft Brazil. Lá, teve a oportunidade de se aprofundar no universo fantástico dos jogos de ação e aventura, celeiro de ideias para suas obras. Sua estreia no campo literário ocorreu em 2005, quando a história Daddy's Little Boy foi publicada na revista Deep Magic. A partir daí, seus contos passaram a ser veiculados em diversas publicações da Dinamarca, Escócia, Grécia, Polônia e República Tcheca.

A primeira aventura da saga “A Bandeira do Elefante e da Arara”, intitulada O encontro fortuito de Gerard van Oost e Oludara, chegou a concorrer à categoria “melhor noveleta” do prêmio Nebula 2011, nos EUA, evento considerado “o Oscar da literatura fantástica mundial”. No site www.eamb.org/brasil/ é possível encontrar informações complementares ao livro, outras histórias do autor e notícias de interesse do público envolto pelo mundo da literatura de fantasia.

Fonte: Dona Comunicação

Siga-me por Email