Projeto para o Livro Popular deve ser estabelecido até o final de 2012

A Editora Melhoramentos já se enquadra no perfil do programa de livro popular, com títulos que variam entre R$ 1 e R$ 5 cada para a XV Bienal do Livro do Rio de Janeiro

* Redação – Parceria 6

Com a meta de levar ao mercado cerca de 2 a 3 mil obras com preços populares, o Governo criará três novos editais para contemplar a classe C no acesso ao livro. Há cerca de dez anos a venda de livros girava em torno de 1,1 livros por habitantes e, mesmo uma década depois, esse número se manteve. Com isso, novas ações por parte de classes governamentais e do setor literário iniciaram novos projetos que contemplem a leitura e o acesso a cultura para todos, focando especialmente na classe C.

Neste processo, diversas empresas do ramo editorial já estão se adequando e produzindo obras com valores reduzidos para contemplar uma nova fatia do mercado de leitores. Antes destes projetos, a Editora Melhoramentos, referência na literatura infantil, já produzia obras voltadas para todos os públicos com valores acessíveis para promoção da leitura e da cultura.

Para esta edição da XV Bienal do Livro do Rio de Janeiro, a Editora melhoramentos apresenta 40 lançamentos na área de infantil e juvenil, além dos títulos já publicados e disponibilizados em seu catálogo. E, especialmente na feira deste ano, a empresa comemora o nascimento de seus primeiros títulos desenvolvidos para iPad. As vedetes são O Menino da Terra, Os Dez Amigos, ambos do cartunista Ziraldo, e os novos títulos da Coleção Peixonauta, primeira série de animação totalmente produzida no Brasil. As versões eletrônicas dos títulos reúnem recursos de interatividade, tecnologia e conteúdo inéditos no País.

Ao longo de seus 120 anos de vida, a Editora ocupa posição de destaque no mercado editorial. Pioneira, abriga hoje em seu catálogo, mais de 100 títulos de ebooks entre infantis, juvenis e dicionários. Os e-books e aplicativos respondem atualmente por 6% das receitas da empresa. Para Breno Lerner, superintendente da Editora Melhoramentos, a evolução tecnológica cumpre seu papel no mercado editorial, mas não deve anular o formato tradicional dos livros, principalmente quando se trata de títulos infantis. “Não se pode dizer que os e-books encantam mais do que o papel, cada um tem seu charme. Talvez a tecnologia substitua o papel em algum momento, mas não a curto prazo e, no mercado de livros infantis, esses passos certamente serão mais lentos” – acredita o executivo.

Ele ressalta a importância de criar projetos populares para áreas com pouco ou sem acesso a literatura e a leitura. “Pensando nisso, oferecemos nas feiras de livros, obras a valores simbólicos. O objetivo é atender públicos dos mais diversos perfis e permitir o contato inicial ao mundo mágico da leitura”, comenta Lerner. E confirmando estas ações da Editora Melhoramentos, há disponível na Bienal do Rio diversos títulos infantis ao valor de R$ 1,00 e R$ 5,00. “Os alunos e o público geral que visitar a feira podem contar com títulos de qualidade acessíveis a todos os bolsos. Democratizamos a leitura assim como oferecemos obras com qualidade e preço justo para atender as necessidades de crianças, adolescentes e público adulto de diversas classes sociais. Queremos incentivar mais a leitura, aumentando a estatística de venda de 1,1 livros por habitante, que se mantêm com o mesmo percentual há dez anos”, ressalta.

Para tentar mudar este cenário de baixo índice de compra e consumo de obras literárias, o governo criou três novos editais voltados especialmente para bibliotecas, editoras e pontos de vendas.  O objetivo é fazer com que as regiões que possuem pouco ou nenhum acesso a literatura, possam conhecer e consumir este tipo de produto. Para isso, as obras de cunho popular, oferecidos pelas editoras devem custar no máximo ao valor de R$ 10,00.

Já na próxima semana o edital para as bibliotecas, com um teto total de R$ 35 milhões, será liberado e voltado para as instituições rurais, municipais e comunitárias que se inscreverem no programa. O valor distribuído para cada instituição será calculado de acordo com a população usuária e a sua localização. Nenhuma biblioteca inscrita ficará de fora, todas receberão algum ajuste ou apoio financeiro, segundo o edital.

E, no que diz respeito ao setor de livrarias, todas poderão comercializar livros populares para leitores e afins, assim como repassar para bibliotecas sem vínculos com o governo. Uma boa notícia, que agrada o setor refere-se ao fato de que as Bibliotecas terão autonomia para escolher os títulos que mais têm procura por parte do público, passando a agir como protagonista nas ações em prol da leitura.

Segundo Galeno Amorim, presidente da Fundação Biblioteca Nacional, a idéia é fazer com que todos os elos da cadeia do livro sejam ativados e a promoção da leitura faça com que o valor do preço final seja acessível. Isso se dá devido ao aumento da tiragem de cada título, que barateia o custo para as editoras e reflete no consumidor final: o leitor. Ele comenta que a idéia é fazer o mesmo processo realizado no cenário cinematográfico, em que o filme passa primeiro no cinema, depois é disponibilizado em DVD e, por último, é transmitido por alguma emissora de TV.

No caso do livro, a proposta inicial assemelha-se a práticas realizadas na Europa e nos Estados Unidos, no qual a primeira edição dos livros é publicada em caráter de luxo, com capa dura e alta qualidade na impressão, passando posteriormente para uma versão mais simples até chegarem a versões de bolso, com custo acessível para todos.

Novidades para todos os gostos

Considerada por Lerner uma excelente vitrine, com muito boa afluência de público, a XV Bienal do Livro do Rio de Janeiro eleva as expectativas da editora. O superintendente aponta que as perspectivas para a Feira são de um crescimento de 20% em relação a ultima Bienal do Rio de Janeiro, realizada em 2009. Para chegar lá, a Editora Melhoramentos aposta em autores brasileiros, que respondem por 65% de seu catálogo.

Além da tecnologia de ponta presente em seus produtos, a editora promete surpreender o público com novidades distribuídas em um estande com mais de 250m². Entre as boas notícias, os visitantes devem conferir a parceria inédita entre dois dos maiores nomes de escritores infantis da atualidade: Ziraldo e Maurício de Sousa que, pela primeira vez, lançam um livro infantil juntos. O Maior Anão do Mundo é escrito por Ziraldo e ilustrado por Mauricio de Sousa.

O novo título autoral de Ziraldo, O Capetinha do Espaço, literatura de cordel, presente no livro Colcha de Retalhos e a comemoração dos 10 anos de carreira do jovem Thiago de Melo Andrade, Prêmio Jabuti em 2001 como autor revelação, também estão entre as atrações da Editora, que prepara ainda uma tarde de autógrafos com a atriz Paola de Oliveira, estrela do filme Uma Professora Muito Maluquinha, com estreia prevista para outubro. A global estará ao lado de Ziraldo no estande da Editora para autografar a nova edição do livro (com a foto da atriz caracterizada da personagem na capa) que dá nome ao filme.

 Credibilidade

Tradição, qualidade e tecnologia andam de mãos dadas na Editora que, entre as pratas da casa, conserva o cartunista Ziraldo, um de seus principais autores que iniciou a carreira de escritor na Melhoramentos há exatos 30 anos, com o lançamento de seu primeiro livro: Flicts e, em seguida, O Menino Maluquinho. Pelo caráter formador de obras como Meu pé de laranja lima, O Menino Maluquinho, Flicts e os dicionários Michaelis, a Editora Melhoramentos está presente entre as famílias brasileiras com grandes obras. Apresenta marcos na literatura brasileira e no mercado editorial. Ao mesmo tempo, a editora investe fortemente em tecnologia para acompanhar as tendências do mercado. Suas obras estão disponíveis em múltiplas mídias o que reafirma o compromisso da empresa centenária se renovar continuamente.

As revoluções tecnológicas das últimas décadas impulsionaram a editora que estabeleceu diálogo com a tecnologia. Pioneira, a Melhoramentos lançou em 1990 o primeiro dicionário eletrônico no Brasil. Também saiu à frente com lançamentos para iPhone, iPad , que viabilizam ao leitor o acesso a obras de destaque da editora em tecnologia digital. Os jogos em Realidade Aumentada a partir das obras da Editora possibilitam à criança uma integração maior com a leitura por meio de divertidos jogos, que têm seus conteúdos interligados.

Atualmente as obras de literatura infantil, juvenil e de apoio escolar representam 50% do faturamento da editora; 35% diz respeito às obras de referência. O catálogo de Gastronomia e culinária ocupa 10% e o de interesse geral, 5%. A Editora Melhoramentos lança ainda obras de peso no mercado internacional: 25% dos lançamentos da editora são traduções e importações, obras de destaque cujos direitos a editora adquire.


Programação especial da Editora Melhoramentos para a XV Bienal do Rio de Janeiro

A Editora Melhoramentos preparou uma série de eventos para divertir a criançada durante a XV Bienal do Livro Rio. Ziraldo, Maurício de Sousa,  Tiago de Melo Andrade e Paola de Oliveira, estrela de Uma Professora Muito Maluquinha, filme inspirado no livro de Ziraldo, prometem movimentar o estande da Editora durante os 10 dias de Feira.

O estande estará localizado no Pavilhão Azul I06/J05. Confira a agenda completa:

- 03 de setembro, às 11 horas - Atividade infantil.

- 03 de setembro, às 15h30 - O Menino Maluquinho e Julieta, personagens do cartunista Ziraldo, divertem a criançada com suas performances no estande da editora.

- 03 de setembro, às 16 horas - O cartunista Ziraldo autografa o lançamento O Capetinha do Espaço ou O Menino de Mercúrio e outros sucessos.

- 04 de setembro, às 11 horas - Atividade infantil.

- 04 de setembro, às 15 horas - O escritor Tiago de Melo Andrade comemora 10 anos de carreira e autografa a nova edição de A Caixa Preta, livro ganhador do Prêmio Jabuti em 2001. A sessão de autógrafos será acompanhada de bolo e refrigerante, servidos aos visitantes do estande.

- 04 de setembro, às 19 horas - O Menino Maluquinho e Julieta, personagens do cartunista Ziraldo e Monica e Cebola, personagens da Turma da Mônica Jovem, de Mauricio de Sousa encantam crianças, adolescentes e adultos em uma animada tarde no estande da Melhoramentos.

- 04 de setembro, às 19 horas - Ziraldo e Mauricio de Sousa autografam o primeiro livro da dupla: O Maior Anão do Mundo.

- 07 de setembro, às 14h30  - O Menino Maluquinho e Julieta, personagens do cartunista Ziraldo, divertem a criançada com suas performances no estande da editora.

- 07 de setembro, às 15 horas - Ziraldo autografa edição especial do livro Uma Professora Muito Maluquinha ao lado da atriz Paola Oliveira, estrela do filme inspirado no livro que estreia em outubro.

- 10 de setembro, às 16 horas - O Menino Maluquinho e Julieta, personagens do cartunista Ziraldo e os personagens Mônica e Cebolinha, de Mauricio de Sousa, animam a criançada no estande da editora.

- 10 de setembro, às 16 horas - Ziraldo e Mauricio de Sousa autografam o primeiro livro da dupla: O Maior Anão do Mundo.

- 11 de setembro, às 11 horas - Atividade infantil.

- 11 de setembro, às 15h30 - O Menino Maluquinho e Julieta, personagens do cartunista Ziraldo, divertem a criançada com suas performances no estande da editora.

- 11 de setembro, às 16 horas  - O cartunista Ziraldo autografa o lançamento O Capetinha do Espaço ou O Menino de Mercúrio e outros sucessos.

Serviço:
XV Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro
Quando: de 01 a 11 de setembro
Horário: das 10 às 22 horas
Onde: Riocentro - Avenida Salvador Allende, nº 6.555 – Barra da Tijuca
Estande da Editora Melhoramentos: I06/J05 Azul

 Fonte: Parceria 6 assessoria de imprensa

Siga-me por Email