Artigos para Amar


O advogado Caleb Salomão lança a primeira obra no Brasil que contempla a “Declaração dos Direitos da Mulher Amada”

                       "Se amar é nosso destino – uma crença que nos impõem desde o berço – é preciso acreditar que podemos fazê-lo plenamente.  E pra isto, é indispensável pôr a Mulher no seu devido Lugar".


Para entrar no mundo dos Artigos para Amar – escrito como um texto de lei –, é preciso libertar-se do Ser emocional para caminhar ao Dever-ser tão desejado por todos. Com maestria, o advogado Caleb Salomão faz uma análise a crítica da razão efetiva que contempla também um dos principais problemas afetivos: homens e mulheres que se sentem sozinhos quando estão acompanhados.

E qual seria a solução para sair deste estado emocional? O que o autor quer dizer com “pôr a Mulher no seu devido lugar’’? 

Para responder a estas e outras tantas indagações que sondavam a mente do escritor, ele primeiro recorreu aos fragmentos que estavam próximos, histórias compartilhadas por amigas e amigos, familiares, clientes, alunos e alunas e até desconhecidos. 

“No contexto das relações afetivo-sexuais, difícil é deixar de considerar que – num tempo de inúmeros tons de cinza e de outras cores fúnebres – pode soar ingênua a tentativa de lançar sobre a Mulher, sua imagem pública e seus atributos, cores mais dignificantes, inclusive como forma de contribuir para um debate capaz de reduzir as neuroses de origem afetiva e sexual que desequilibram como vigor o universo feminino”. 

Talvez, em um primeiro momento, o texto de Salomão soe machista. Porém, está longe disso. Ao longo dos 21 artigos que compõe a Declaração dos Direitos da Mulher Amada, o autor procura tratar da vida emocional das mulheres, principalmente dos seus direitos afetivos em seus relacionamentos.

O texto, pela estrutura, remete à Declaração dos Direitos do Homem, o mais importante marco no que se refere aos direitos humanos. Assim, o autor navega por uma rota em que todos parecem saber o destino, mas é preciso compreender melhor a figura da mulher. Quais são as reais necessidades que elas podem exigir e perseguir para resgatarem a própria autoestima? 

São estas e outras tantas indagações que “Artigos para Amar” sugerem. Elas levarão homens e mulheres a um patamar reflexivo que transcende o livro físico – um tema para ser discutido na clássica roda entre amigos. Como no Artigo 15, quando o autor fala da relação do casal no cotidiano.

“Toda Mulher tem direito a receber de seu Homem diuturno e incansável apoio no desempenho das atividades essenciais à manutenção da harmonia doméstica, especialmente no que respeita aos cuidados com a prole.”

Ao ler todos os artigos e as ponderações descritas por Caleb, não há como o leitor não sentir uma inquietação, seja para concordar ou discordar do que é proposto. E para acompanhar esta inusitada criação, o autor abre sua biblioteca e expõe para o leitor um guia literário que o inspiram como: Woody Allen; Platão; Goethe; Lacan; Rubens Fonseca, Irvin Yalom e Max Weber.

Caleb Salomão vive em Vitória, no Espírito Santo. Com formação jurídica, atualmente é professor de Direito Constitucional da Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Além de Artigos para Amar, escreveu outras obras na área do direito. Ainda este ano, irá lançar também os livros Em Busca da Legitimidade e Constituição 1988 – 25 anos de valores e transições.

Ficha técnica: 
Editora: Editora Cognorama
Páginas: 168
Preço sugerido: R$ 34,90

Fonte: Assessoria de imprensa

Siga-me por Email