Infanto-juvenil

O Goleiro dos Andes

O enredo acompanha o protagonista Silvio, menino de 12 anos 
que se muda com o pai do Chile para a Argentina
  

Muito conhecido pelo já clássico “O carteiro e o poeta”, que ganhou adaptação para o cinema, o escritor chileno Antonio Skármeta tem uma extensa produção voltada para as crianças. Uma dessas obras chega às livrarias pela Galerinha em julho: em “O goleiro dos Andes”, o autor trata de uma paixão que ultrapassa as fronteiras de seu país de origem, e é compartilhada por crianças e adultos na América do Sul – o futebol.

O protagonista da trama é Silvio, um menino de doze anos que cruza os Andes de avião com o pai, de Santiago até Buenos Aires, em busca de uma vida melhor. Enquanto o mais velho passa seus dias em busca de um novo emprego, o garoto faz amizade com os meninos que jogam bola na rua. “Chileno” passa a ser seu apelido no time e, depois de uma passagem embaraçosa ao jogar como centroavante, ele enfim encontra seu lugar: no gol.

Destaque do time, Silvio chama a atenção de um olheiro, que convoca a equipe do bairro para um jogo que pode mudar a vida dos garotos. Mas a primeira vez em um campo profissional com traves de verdade vai ser bem diferente da experiência de jogar no campinho de barro com pedras que delimitam o gol.

Ficha Técnica:
Goleiro dos Andes
(El portero de la Cordillera)
Autor: Antonio Skármeta
Ilustrações: Nelson Cruz
Páginas: 52
Valor sugerido: R$ 49,90
Tradução: Julián Fuks
Editora: Galerinha | Grupo Editorial Record

 Sobre o autorAntonio Skármeta nasceu em Antofagasta, no Chile, em 1940. É autor de romances e contos que receberam numerosos prêmios e foram traduzidos para mais de 25 idiomas. Entre eles “A redação”, vencedor do prêmio Monteiro Lobato de Melhor Tradução 2004 da FNLIJ. Também escreveu “Insônia” e “Biscoitinho chinês”, ambos lançados pela Galerinha, e “O carteiro e o poeta”, “Neruda por Skármeta” e “Um pai de cinema”, editados pela Record. O ilustrador Nelson Cruz nasceu em Belo Horizonte, em 1957. Compõe ilustrações para o mercado editorial desde 1998 e conquistou diversos prêmios, dentre eles o Jabuti em 2001, 2005 e 2010.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Siga-me por Email