Diário de Um Treinador de Monstros - Destaque - Recebemos na Redação

Diário de um Treinador de Monstros
Por Carina Gonçalves



            Quando pensamos em livros no formato de diários, logo nos vêm à cabeça inúmeros títulos dos mais diversos estilos e para todos os gostos. Tem para gente grande e também para gente pequena. Com ilustrações e outros só com narração.  Mas hoje, vou falar sobre um em especial que recebemos na redação: Diário de um Treinador de Monstros, da Carochinha Editora, que inaugura o selo #hashtag.

            O livro tem como foco o público infanto-juvenil, mas, também, pode ser lido por quem curte histórias de aventura estudantis. No mote, o personagem principal se chama Adam e é um garoto comum como a maioria de seus amigos. Está na fase de se apaixonar, mas por conta de sua timidez, prefere ficar no anonimato e vislumbrar sua amada de longe. Assim como a maioria dos jovens em idade escolar, Adam também sofre bullying de um garoto metido a valentão, o Bruce, que não o poupa na frente de ninguém.

            Entre as aventuras e desventuras na vida deste garoto, um aplicativo de celular que caça monstros é o motivo de mudança na vida dele, da qual mescla realidade virtual com realidade real. Ele descobre que os monstros que caça pelo celular são reais e, melhor ainda, que pode treiná-los e colocá-los em batalhas. E a partir daí a história se desenrola e encanta o leitor por sua linguagem jovial, com letras garrafais que aproximam as crianças e jovens pelo formato assimilado de escrita em letra de forma, assim como as figuras e desenhos, próximas de quem não tem muita habilidade e mesmo assim se arrisca a registrar seus momentos com ilustrações.

            Eu recomendo a leitura, que não contém nenhuma ideia inapropriada para crianças. Diferente dos demais diários infanto-juvenis, é focado para o público que curte games e aplicativos de caça de Pokémon Go. Vale dizer, também, que meu filho de oito anos adorou a leitura, dialogou comigo sobre o personagem, questionou-me sobre o bullying e os motivos que levam um garoto maior a fazer isso, assim como achou engraçado o garoto gostar da menina e não se aproximar – meu filho ainda não pensa nestas coisas... ainda bem!. Ao final da leitura, ele emprestou para um colega da escola, que no momento está lendo.

Sinopse:
Adam é um garoto que, de forma bem-humorada, narra suas aventuras e desventuras cotidianas em um diário. Ele descobre que os monstrinhos de um aplicativo que acabou de baixar são reais, assim como o treinamento, as caçadas e as batalhas! Logo, o vínculo que Adam cria com eles vai fortalecer e agitar sua vida. Enquanto aprende a capturar e a treinar essas criaturas, ele também precisará aprender a lidar com todos os monstros da vida de um garoto da sua idade: há uma garota de quem ele está a fim, mas com quem não consegue puxar assunto; um valentão que gosta de fazer bullying com ele; e seus pais, sempre tão... pais. Com os divertidos desenhos de Adam, este diário é dedicado àqueles que sonham viver como nos games.

Sobre o autor:
John Diary é natural de Ontário, Canadá. Cresceu entre as árvores e queria ser astronauta ou escritor quando criança. Sua vontade de contar histórias foi resgatada quando já atuava como professor em uma escola primária. Agora, ele passa os fins de semana escrevendo tudo o que seu “eu” de 12 anos de idade gostaria de ler. Diário de um treinador de monstros é seu livro de estreia no Brasil, além de seu primeiro livro a ser publicado por uma editora em qualquer idioma.

Ficha Técnica:
Diário de um Treinador de Monstros
Autor: John Diary
Ano: 2016 / Páginas: 160
Idioma: português
Editora: Carochinha Editora – selo Hashtag

Valor Sugerido: R$ 36,90

Siga-me por Email