Dia Nacional do Livro

Dia Nacional do Livro Infantil

Data incentiva a literatura infantil na vida dos pequenos

Dia Nacional do Livro Infantil é comemorado amanhã, 18 de abril. A data não foi escolhida ao acaso: trata-se de uma justa homenagem a Monteiro Lobato, escritor que, como poucos, dedicou-se à literatura infantil no Brasil.

Monteiro Lobato foi o primeiro escritor da literatura infantojuvenil a perceber a necessidade de inserir nas histórias para as crianças e os jovens elementos da cultura nacional, como os costumes do povo do interior e as lendas de nosso folclore.

Mais do que lembrar e celebrar a data, é fundamental que a literatura infantil seja divulgada, para que possa, então, tornar-se uma realidade na vida dos pequenos.

Para este dia a autora Elisabete da Cruz , que acaba de retornar do maior evento literário de Bologna voltado aos segmentos infantil e juvenil, indica alguns livros que proporcionam além de viagens e aventuras para lugares que estão além da imaginação, muito aprendizado. 




BIOMILDA, DIÁRIO DE VIAGEM
Biomilda conhecia o mundo quase todo lá do alto, junto com seu inseparável modelo 14 Bis amarelo, que pilotava como ninguém.  
Nesta viagem, preparou um roteiro para visitar os primos Amazoneia, Caatinguelé, Cerradito, Pantaneiro, Matilda Atlantica e Pampaleão.  
Como de costume, registrou tudo em seu diário e juntos vamos dar uma espiadinha para saber como foram estes dias tão encantadores, regados a cores, sabores e uma infinidade de sensações. 
Temas disparadores: Biomas brasileiros, cultura regional, geografia, ciência e natureza. 
INDICAÇÃO: Leitor e leitor fluente.



EU E MEU AMIGO CURUMIM
Vê aquelas aves? Vê aquelas árvores? Vê as cores das flores? Vê os frutos nos pés? Vê ao seu redor? Nada é igual.   Mas, se nada é igual, por que nos incomodamos com as diferenças? 
Coragem e determinação não faltarão para Abyatá conhecer uma cultura diferente e principalmente aprender que somos muito mais do que nossos olhos podem enxergar. 
Temas disparadores: Bullying, diversidade cultural, inclusão, coragem e amizade. 
INDICAÇÃO: Pré-leitor e leitor.



MEU AMIGO FLIP
Nem tudo acontece do jeitinho que a gente quer... Mas, quer saber? Sinceramente, acho que cada momento é valioso e eterno em nossas vidas, e que o mais importante é cultivar verdadeiros amigos, assim como meu amigo Flip. 
Temas disparadores: Perdas, superações, resolução de conflitos, educação socioemocional, amizade. 
INDICAÇÃO: Leitor fluente.  



MÃOS NA TERRA
Godoberto sentou-se embaixo do pé de manga e, de repente, uma fruta madura caiu em sua cabeça. No susto, deu um pulo que chacoalhou suas ideias e pensou em como poderia ajudar as crianças a descobrir os sabores de uma alimentação nutritiva.  
Com certeza foram experiências inesquecíveis, e a visita à fazendinha fez toda a diferença. E você? Quer contribuir com o Godô? Então comece colocando suas mãos na terra. 
Temas disparadores: Alimentação saudável, valorização do trabalho, educação ambiental, agricultura familiar, leguminosas e amizade.   
INDICAÇÃO: Pré-leitor e leitor fluente.  

 Livros a venda no site da autorawww.ecruz.com.br

Sobre a Autora
Elisabete da Cruz é pedagoga, especializada em educação transdisciplinar e mais uma porção de cursos sobre o prazer de aprender. Hoje diretora da Eloin, empresa de projetos pedagógicos, carrega a educação pela experimentação como seu principal ingrediente.   
Em sala de aula, sempre buscou maneiras criativas de ensinar. Gostava de se fantasiar, provocar a curiosidade e aguçar o prazer do aprendizado nos alunos de forma lúdica e divertida.  
E ao tornar-se autora, procurou transmitir em suas histórias esta mesma essência do aprender brincando.

Siga-me por Email