Livro conta a história do irmão menos
 famoso de Napoleão Bonaparte


Um dos grandes personagens da história mundial, Napoleão Bonaparte teve a seu lado um irmão menos famoso mas que tornou possível sua chegada ao poder. Em “Napoleão e o rebelde”, que chega às livrarias em maio pela Record, os autores Marcello Simonetta e Noga Arikha constroem uma narrativa original e íntima sobre Lucien Bonaparte. Político talentoso e antimonarquista com participação ativa e importante na Revolução Francesa, ele foi também um homem romântico e idealista.

Apesar de seu papel crucial no golpe que levou à ascensão do imperador, Lucien nunca chegou a ser um personagem central na Europa napoleônica. Sua história tampouco foi devidamente contada, porque é a história de um homem que escolheu levar uma vida privada: seu romance com Alexandrine de Bleschamp fez com que ganhasse a inimizade do irmão – que, temperamental, forçou Lucien a escolher entre o amor de sua vida e a busca pelo poder.

Com base em uma grande quantidade de documentos históricos, incluindo as memórias de Lucien, os autores apresentam um retrato raro e detalhado do personagem. Desde os primeiros anos na Córsega até a corte de Madri, passando pelos palácios de Madri e Roma, o texto revela momentos íntimos e vulneráveis desta família que protagonizou um período turbulento que mudou o curso da história europeia.


Trecho da obra: 

“Era uma carta bastante paternalista. Napoleão rebaixava seu irmão, descrevendo-o como um jovem fraco que deve obedecer aos mais velhos. Era verdade que o comportamento de Lucien fora anárquico, que ele tentou bancar o jacobino e mergulhou na política de forma bastante irresponsável. Mas, em sua carta, Napoleão parecia censurar Lucien principalmente por seu idealismo e falta de ceticismo – evidentemente falhas na cabeça de um homem pronto a sacrificar tudo e todos às missões gigantescas que a história lhe confiara. Ele reconheceu que seu irmão tinha talento, mas preferia ignorá-lo, tentando inutilmente impor ao inquieto humanista a crua disciplina militar, mandando-o de cá para lá segundo seu capricho e desconsiderando o fato de que aceitar ordens não era do feitio de Lucien.”


Sobre o autor: Marcello Simonetta nasceu em Pavia, na Itália. É doutor em literatura italiana pela Universidade de Yale e professor de história política europeia do Instituto de Estudos Políticos de Paris (Sciences Po) e da Universidade Americana de Paris (AUP). É autor, entre outras obras, de “A conspiração contra os Medici”, também pela Record. Noga Arikha nasceu em Paris, na França. Bacharel em alemão e filosofia pela King’s College de Londres e doutora em história pelo London’s Warburg Institute, integrou a Academia Italiana de Estudos Avançados da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos.


Ficha Técnica: 

Napoleão e o Rebelde

(Napoleon and the rebel)

 Autor: Marcello Simonetta e Noga Arikha

Tradução: Heloísa Mourão

Páginas: 336 - Preço: R$ 59,90

Editora: Record | Grupo Editorial Record 

Fonte: assessoria de imprensa

Siga-me por Email