Disputa entre as letras humanizadas 
faz analogia aos conflitos infantis
A coleção de livros infantis Cidade das Letrinhas auxilia
no processo de socialização e alfabetização
“O MEU lápis é mais legal que o seu”, “O MEU brinquedo é mais bonito! “, “Você não vai jogar porque aNOSSA brincadeira é melhor”. Frases como essas, acompanhadas de empurrões, pontapés são algumas das maneiras utilizadas por algumas crianças na resolução de conflitos. Foi pensando em transmitir às crianças uma mensagem sobre como resolver tais situações, a autora e ilustradora Viviane Zanardo – mãe de Isabella de 7 anos - traz alguns desses contextos para as histórias de Cidade das Letrinhas.

Livros infantis como Cidade das Letrinhas auxiliam no processo de socialização, contribuindo para que os pequenos se identifiquem com a situação, encontrando meios de lidar com ela, como por exemplo o conflito entre as letras que disputam ser a mais importante para escrever palavras.  Conclui a psicóloga e psicopedagoga Andrea De Domenico. Principalmente em Cidade das Letrinhas 2, as crianças têm a oportunidades de refletir e perceber que as diferenças entre as pessoas nos tornam únicos.


“Uma história onde os pequenos leitores - junto as letras humanizadas - fazem suas descobertas e reflexões sobre a importância de respeitar as diferenças entre os colegas e que juntos somos essências para escrever novas histórias. E um mundo melhor. “

Em Cidade das Letrinhas 1, as crianças aprendem as palavras a partir da construção de uma pequena cidade. As vogais vivem num lugar quase deserto e um dia descobrem o sentimento de tristeza por não saberem como povoar a cidade. Então, a letra A adormece e sonha com a solução do problema: escrever e fazer aparecer novos amigos, bichos, frutas, árvores e casas, através das palavras escritas com as iniciais das vogais.

Em Cidade das Letrinhas 2, a letra B convida as vogais para uma viagem à praia, onde lá conhecem novos amigos, entre eles, as consoantes. Assim recomeça a brincadeira de escrever e fazer aparecer lugares diferentes, recheado de novas situações, descobertas e conflitos. A disputa entre as letras faz uma análoga reflexão sobre a importância de respeitar as diferenças entre os colegas.

Conheça estas histórias encantadoras nas redes sociais:
https://www.youtube.com/watch?v=MAqJPcx-33s
https://www.facebook.com/livroscidadedasletrinhas/
https://www.instagram.com/cidadedasletrinhas/
https://www.cidadedasletrinhas.com.br/

Fonte: assessoria de imprensa

Siga-me por Email