Literatura infantil em forma de cordel

A convivência de dois primos que vivem realidades diferentes ressalta a diversidade cultural brasileira, em formato de cordel, no livro O encontro da cidade criança com o sertão menino, de Marco Haurélio, um lançamento da Editora do Brasil


Escrito em estrofes de seis versos e sete sílabas poéticas, o livro O encontro da cidade criança com o sertão menino, de Marco Haurélio, com ilustração de Laerte Silvino, um lançamento da Editora do Brasil, segue a forma consagrada das narrativas de cordel, um gênero literário popular que acabou de ser reconhecido como patrimônio imaterial cultural do Brasil, tendo como berço a Região Nordeste brasileira.

Na obra, o autor coloca em contato dois mundos bem diferentes, a partir do encontro dos primos José Silva, que mora no sertão de Alagoas, e João Wenceslau da Costa, que mora na cidade de São Paulo.  Em Alagoas, José Silva mora com a avó, Sinhana, em uma casa sem luz elétrica e sem televisão. Ele leva a vida típica dos garotos do lugar: vai à escola montado no jumento Pouca-Prosa, brinca de jogar bola, sobe em árvores e nada nas lagoas. A parte que mais gosta vem a noite, quando sua avó, à luz da candeia, lê boas histórias para ele na forma de cordel.

A rotina da família muda quando o filho mais velho de Sinhana, João, que fora embora para São Paulo havia muitos anos, retorna para uma visita, bem na época de Natal, e trazendo a mulher Inês e o filho, João Wenceslau, para conhecer a avó. Esse encontro entre a criança da cidade e o menino do sertão é a deixa para homenagear grandes cordelistas e repentistas nordestinos, em uma bonita celebração das tradições populares do sertão brasileiro.

O autor foi buscar inspiração para escrever o livro em na própria infância. “Fui menino do sertão e, por vários anos, morei na roça, num lugar chamado Ponta da Serra, na Bahia, onde nasci. Também tive uma avó contadora de histórias, Luzia Josefina, que tinha um grande acervo de folhetos de cordel guardados na gaveta de um velho armário, verdadeiro baú do tesouro”, escreve ele.

O livro faz parte da coleção Mil e uma histórias, que reúne autores renomados, ilustrações encantadoras e narrativas cativantes. As obras dessa série refletem a cultura popular e a infância, mostrando a realidade de um jeito diferente e levando o pequeno leitor a pensar sobre suas atitudes e o mundo que o cerca.

Sobre o autor
O poeta popular, professor, folclorista e editor Marco Haurélio deu os primeiros passos na escrita muito antes de se formar em Letras na Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Tinha 6 anos de idade quando escreveu o seu primeiro cordel, com o título de O destemido Duzinho. Já havia escrito mais de 30 histórias quando publicou o primeiro livro, O herói da Montanha Negra, em 2006. Radicado em São Paulo dede 1997, viaja o país inteiro dando palestras e oficinas sobre o cordel e a cultura popular brasileira.

Sobre o ilustrador
Laerte Silvino, ou apenas Silvino como assina seus trabalhos, nasceu em Recife (PE), cursou geografia e, após viajar por várias áreas exóticas do país, resolveu se dedicar à ilustração e aos quadrinhos, trocando assim a liberdade das paisagens pelas quatro paredes de seu estúdio. Desde então ilustrou para alguns jornais em Pernambuco e, atualmente, para alguns jornais do Nordeste; também ilustra e faz quadrinhos com frequência para revistas de circulação nacional e livros infantis, juvenis e didáticos. Seus trabalhos podem ser conhecidos no site www.laertesilvino.com.br.


Ficha técnica
Obra: O encontro da cidade criança com o sertão menino
Autor: Marco Haurélio
Ilustrador: Laerte Silvino
Formato: 20 x 26 cm
Número de páginas: 32
ISBN: 978-85-10-06888-8
R$ 41,60

Sobre a Editora do Brasil:
A Editora do Brasil está há 75 anos buscando sempre renovar produtos e serviços, para levar conteúdos atuais e materiais de qualidade para milhares de educadores e alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio.
Em todos os cantos do país, professores e gestores que trabalham com os nossos livros têm acesso a um projeto didático comprometido com a ética e com uma educação cada dia melhor.
Nossa missão é ser uma editora de melhor conteúdo e maior presença na educação brasileira. Isso significa que, antes de mais nada, temos compromisso com o dinamismo do conhecimento. A educação que transforma também tem que se transformar. Mais do que nunca, estamos ao lado dos educadores, observando, analisando e discutindo os novos desafios do ensino em nosso país.
Assim, fornecer o melhor conteúdo educacional é mais do que a nossa missão, é a nossa é razão de existir.
Mais informações pelo site: www.editoradobrasil.com.br.

Siga-me por Email