Leitura em família


Por Carina Gonçalves 

Fazer a geração de hoje sair da frente das telas - seja do celular, notebook, tablet ou TV - é uma tarefa difícil para muitas famílias. Embora os pais e muitas escolas incentivem a leitura, alguns jovens e crianças, ainda são irredutíveis ao hábito de ler. Como resultado, o vocabulário tende a ser reduzido e ou induzido com linguagens contemporâneas, de maneira errada. 

A frase "olá pessoal" é algo que muitos de nossos filhos ouvem ou já viram em algum momento, como se fosse um mantra... tanto que as crianças sonham em se tornar influencer digitais e não mais estudiosos como em gerações passadas. Parece velho, falar em gerações passadas, mas não. Há dez anos, por exemplo, as crianças e jovens liam mais do que as de hoje. 

Infelizmente, vivemos a era tecnologica e emburrecedora, no meu ponto de vista. Afirmo isso frente as evidências do cenário ao qual presenciamos dia a dia. Basta falar com alguns jovens e ou adolescentes que o papo sempre é o mesmo e até a linguagem truncada. Infelizmente os repertórios musicais também contribuem. 

Como saída, creio que a leitura em família é uma ótima opção para os pais despertarem o interesse de seus filhos à conteúdos diferentes, com mais substâncias. Vale iniciar com a literatura infanto juvenil, mais leve e com títulos divertidos. Com o tempo, assim como a prática de exercícios físicos, pegam gosto e a busca por novas histórias será natural. 

Minha dica, para as famílias, se puderem me permitir isso, é separarem um dia da semana e reunir todos para uma leitura em grupo. Cada um pode ler um trecho e depois discutir a respeito - como em um clube de livros - respeitando os diferentes pontos de vista e agregando conhecimento para todos. Eu sou ativista à leitura e ao conhecimento, sempre! Portanto, saiam da frente da tela de seus celulares e outros, abusem do universo infinito do livro, que além de magnífico, pode ser "consumido" em qualquer ambiente e não precisa ser recarregado na tomada! Boa leitura!



Siga-me por Email