Biblioteca comunitária leva leitura para 

250 crianças em Fernando de Noronha

Com patrocínio da Ball, o projeto Cantos de Leitura entrega espaço

 de literatura lúdico, com acervo de 1.200 livros

A Instituição de Educação Infantil Bem me Quer, na Vila do Trinta, em Fernando de Noronha, recebe sua primeira biblioteca comunitária no dia 04 de novembro. Um acervo de cerca de 1200 livros novos será disponibilizado aos estudantes da ilha no projeto Cantos de Leitura, uma realização da Rede Educare, com patrocínio da Ball, líder mundial em embalagens sustentáveis de alumínio, via Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura.

A inauguração acontece logo após a retomada das aulas na região e a cerimônia de abertura seguirá todos os protocolos de segurança sanitária. Será realizada a partir das 11h, com a participação da Superintendência de Educação, da Gestão da creche, além de representantes do projeto Mãe Coruja, da Rede Educare e Ball Corporation.

Cerca de 250 alunos de até cinco anos de idade serão beneficiados com o novo espaço, um passo importante para que crianças e educadores tenham acesso a um acervo diversificado e atual, reduzindo a distância entre livros e leitores.  

“Além do espaço colorido e amigável, o projeto propõe a formação e acompanhamento de mediadores de leitura – profissionais que contarão histórias para os estudantes. Fernando de Noronha é um dos lugares mais lindos do mundo e já é uma ilha de leitores: a nossa biblioteca vem então para ampliar acervos e levar mais de mil aventuras literárias para as crianças e suas famílias”, comemora Kátia Brasileiro, diretora da Rede Educare.

A importância dessa iniciativa é ainda mais latente diante do cenário brasileiro: segundo a pesquisa “Retratos da leitura no Brasil”, realizada pelo Instituto Pró-Livro em parceria com o Itaú Cultural, o Brasil perdeu cerca de 4,6 milhões de leitores entre 2015 e 2019. Os dados ainda apontam que apenas 52% dos brasileiros, pouco mais da metade da população, têm o hábito de ler.

A 13ª biblioteca inaugurada pela Ball chega à ilha respeitando protocolos de cuidados com a saúde: a sala estará aberta apenas para crianças que estejam em aulas e a entrada só é permitida com aferição de temperatura, aplicação de álcool em gel e uso de máscaras.

Além da doação de livros e ambientação do local, o espaço contará com uma capacitação para os 71 funcionários da Instituição de Educação Infantil Bem me Quer, que abordará os caminhos para a formação de leitores e orientações sobre melhor utilização do Cantos de Leitura.

A inauguração faz parte de uma série de iniciativas que a Ball vem realizando em Fernando de Noronha em prol da comunidade local, voltadas para a construção de um ambiente mais sustentável.

“Produzimos a embalagem mais sustentável da cadeia de bebidas, as latinhas de alumínio, e temos o objetivo de formar consumidores mais conscientes. Por isso, esse projeto é tão importante. Sabemos que a leitura transformará a vida dessas crianças e que, por consequência, elas levarão esse hábito também para seus familiares, formando uma grande rede de cidadãos mais críticos, informados e cada vez mais engajados com o futuro do nosso planeta”, explica Thaís Moraes, Diretora de Comunicação da Ball América do Sul.

Ao investir na educação e na cultura, o Cantos de Leitura contribui com comunidades para a geração de novos leitores e criação de um espaço para socialização; e faz dos livros uma ponte para possibilitar que seus leitores vejam o mundo de uma nova forma.

Sobre a Ball

 A Ball fornece soluções inovadoras e sustentáveis de embalagens de alumínio para clientes de bebidas, cuidados pessoais e produtos domésticos, bem como aeroespacial e outras tecnologias e serviços, principalmente para o governo dos EUA. A companhia e suas subsidiárias empregam 18.300 pessoas em todo o mundo e registraram vendas líquidas de US$ 11,5 bilhões em 2019.  Para mais informações, acesse www.ball.com e siga o Vá de Lata – movimento em prol da lata de alumínio, a embalagem mais amiga do meio ambiente – no  Instagram e no Facebook.

Rede Educare: - A Rede Educare nasceu em 2008 inspirada pela crença de que é possível transformar a realidade desde que pessoas, empresas, governos e organizações estejam imbuídos do mesmo propósito. Nesses 12 anos, tornou-se referência no Brasil em projetos de impacto social. Em outras palavras, a Rede Educare promove diálogos para modificar vidas.

Especializada em leis de incentivo, atua em todo o Brasil, tecendo encontros entre produtores e empresas que acreditam em cultura, esporte, saúde e ações sociais para realizar projetos inovadores de impacto social. “Hoje temos certeza do nosso propósito. Somos uma empresa diversa, com crenças, força e ideias. Sim, ideias mudam o mundo quando temos pessoas que querem realizar o novo”, comemora Kátia Brasileiro, diretora da Rede Educare.


Fonte: assessoria de imprensa 

Siga-me por Email